Voltar

Lidando com o Estresse na Vida Profissional

Publicado em | 0 comentários

Bikeriderlondon/Shutterstock O estresse é uma das principais causas das doenças do trabalho e um fator limitante ao crescimento de todo profissional

Atualmente o profissional tem recebido uma alta demanda de produtividade e flexibilidade. A inabilidade de alcançar um equilíbrio vida/trabalho pode gerar altos índices de estresse. O Coaching de Carreira, além de focar no aumento de performance e resultados do indivíduo, deve também trabalhar o equilíbrio entre pessoal e profissional.

O trabalho de gerenciamento de tempo e emoções também é mandatório para a redução do estresse, assim como a utilização de ferramentas de análise de cenários para a redução dos riscos e antecipação dos fatos.

O Coach de Carreira Pode Precisar:

  • Examinar desperdício de tempo;
  • Explorar situações em que o profissional sente falta de realização ou se sente subutilizado;
  • Determinar os valores do indivíduo e priorizá-los;
  • Estabelecer o que é mais importante na vida da pessoa em um estágio específico da vida;
  • Discutir possíveis trocas/compensações que o executivo precisa para obter mais equilíbrio na vida pessoal;
  • Identificar e lidar com o vício pelo sucesso;
  • Auxiliar o profissional a lidar com conflito ou ambiguidade de papéis;
  • Auxiliar nos desafios de desenvolvimento de carreira;
  • Lidar com estresse dos funcionários, pares ou estresse gerencial;
  • Lidar com estresse relacionado às estruturas organizacionais, com sistemas de comunicação incompletos ou ambíguos;
  • Lidar com a demanda dos clientes.

As técnicas de relaxamento e visualização têm se mostrado as mais eficazes na redução do estresse. Ensinar o coachee a fazer respirações diafragmáticas, durante o horário de trabalho, pode ser uma das tarefas do coach, para melhorar a qualidade de vida profissional.

Consequências do Estresse

  • Comprometimento do sistema imunológico;
  • Inflamação dos tecidos, ligamentos e tendões;
  • Vulnerabilidade a entupimentos das paredes das artérias;
  • Insônia, depressão e ansiedade;
  • Aumento da probabilidade de hipertensão e lesão do músculo cardíaco, por esforço excessivo;
  • Elevação dos lipídios no sangue (colesterol ruim, acúmulo de gordura e cálcio que enrijece as artérias);
  • Diminuição da capacidade cerebral no que diz respeito a:
  • - resolução de problemas;
    inteligência emocional;
    – clareza de pensamento;
    – tomada de decisão;
    – e outros processos mentais complexos.

    Sabendo de tudo isso, devemos estar sempre aos sinais do estresse, uma vez que eles desencadeiam reações, físicas e emocionais, que podem nos prejudicar tanto em nossa carreira como na vida pessoal, social e familiar.

    Caso sinta que este é o seu caso, procure ajuda especializada e, comece desde já, a tratar os sintomas e a diminuir, progressivamente, suas consequências. Esta é a melhor forma de melhorar sua qualidade de vida e evitar que o estresse traga limitações, doenças e bloqueios para sua vida. Fique atento e boa sorte!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!