Voltar

Diferenças entre Feedback e Feedfoward

Publicado em | 0 comentários
Feedback e Feedfoward

Phoelix/Shutterstock Aliar o Feedback e Feedfoward é essencial para reconhecer os feitos da equipe, bem como para corrigir erros passados e evitar que se repitam no futuro

Se a questão é de mudança, orientação para o futuro, o melhor a ser feito é pautar as ações e atitudes neste sentido, tendo um foco claro no horizonte. É preciso mirar o alvo antes de acertá-lo e esse pode ser visto como um lema informal de quem estabelece o feedforward como uma estratégia de direcionamento para o porvir.

Por essa perspectiva, o encaixe entre feedback e feedforward parece perfeito. O arranjo entre os dois é com o primeiro fazendo um dever de casa de análise e processamento dos nossos passos, detectando onde houve erros, e com o segundo atuando como um programador do amanhã, determinando os passos seguintes.

 A Importância do Feedback e do Feedfoward

Essa necessidade de um termo complementar surgiu na verdade quando uma infinidade de gestores começou a perceber que o aspecto de crítica existente no feedback afastava os colaboradores.  Todos nós torcemos o nariz para as críticas que recebemos, por mais que nosso lado racional, nos momentos em que não se sente pressionado, saiba reconhecer que é ela que nos faz abrir os olhos para os erros e possibilidades de melhoria, que sempre existirão, por melhores que forem nossas performances.

A inquietação e o incômodo com as críticas recebidas foram aos poucos fazendo surgir uma resistência à ideia de feedback. Para você que entendeu que a natureza dessa ferramenta é de algo que vai muito além da crítica, isso pode parecer uma interpretação errada. E de fato é! Ocorre que o despreparo de muitos gestores e colaboradores em manuseá-la, ao longo dos anos, permitiu que chegássemos a esse ponto.

Vale a pena lembrar que, segundo pesquisas, 90% dos gestores brasileiros admitem não saber aplicar o feedback, mesmo reconhecendo que é uma ferramenta útil. Diante de números assim, é até compreensível que queiram criar uma nova ferramenta sem terem aproveitado o funcionamento da anterior.

Para não cairmos nesse erro apontado, ruminando coisas do passado, é fundamental que lidemos com a noção que surge, e que instiga a ir adiante, o feedforward. Sem dúvida, a ideia convida para olharmos para frente, e se propõe a ser uma ferramenta que serve de baliza para encarar desafios futuros, anunciando possibilidades, desenhando cenários, traçando estratégias e predefinindo posturas.

A principal preocupação de um gestor deve ser com o planejamento, o alcance de resultados desejados. Seu papel é também o de instigar esta postura em seus liderados, por isso a ideia do feedforward, este alimentar para o futuro, soa tão atraente. Ela também traz um componente de novidade, que deve perdurar por um tempo razoável até que se enraíze de fato, e isso instiga novas adesões e entusiasmos com a ferramenta.

 O Poder do Feedfoward

O feedforward representa um grande complemento no sentido de mudança, que originariamente era algo esperado do feedback. Para lograr essa meta, ele propõe uma via alternativa, supostamente menos coercitiva ou recriminadora. Esse ponto se torna importante porque supre a falta notada pela visão de que o retorno do líder se tornou algo excessivamente ocupado pela função de crítica.

Nos estudos de gerenciamento e desenvolvimento de lideranças, o conceito de feedforward tem a ver com o estado presente do colaborador e seu desempenho em um estado futuro. Ele entra em campo quando se observa, por exemplo, a forma pela qual uma determinada pessoa atua, e se tem como objetivo alterar em outro momento essa maneira de atuação.

Para que os benefícios do feedforward surjam e se tornem notáveis para a organização é preciso que certas regras sejam respeitadas. A cultura do diálogo tem que ter seu lugar reservado para que a ferramenta seja usada por diferentes agentes. Sem canais de comunicação bastante livres, nem feedforward nem feedback adquirem razão de ser e seus potenciais acabam sendo desperdiçados.

No dia a dia de qualquer organização, a possibilidade de uma troca de informações relevantes ao ambiente profissional precisa acontecer naturalmente. Só assim são criados os espaços na cultura corporativa para que o feedforward não seja tratado como um elemento estranho àquela realidade e torne-se um aliado do crescimento humano e organizacional.

Quer potencializar seus resultados como líder e suas competências de feedback? Invista em você, faça a Formação Leader Coach Training – LCT e torne-se o melhor líder que você pode ser.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!