Voltar

Como fazer um planejamento financeiro pessoal

Publicado em | 0 comentários

O planejamento financeiro pessoal é uma ferramenta para gerir o dinheiro, promovendo o consumo consciente e evitando ocasiões indesejadas decorrentes de sua falta | Créditos da imagem – Depositphotos – Autor: Wavebreakmedia

O planejamento financeiro pessoal é uma poderosa ferramenta utilizada para gerir melhor o dinheiro, promovendo o consumo consciente e evitando ocasiões indesejadas causadas pela falta desse recurso. Dado a importância dessa ferramenta, apresento a seguir algumas dicas a serem adotadas nos hábitos cotidianos e o passo a passo para a elaboração de um planejamento financeiro.

Dicas para controlar as finanças no dia a dia

Olho nos gastos

Relacione seus gastos semanais e as despesas recorrentes em uma lista. Adotando essa prática sistematicamente você perceberá qual o seu consumo médio e poderá realizar os cálculos que vão embasar o planejamento das medidas necessárias para alcançar um objetivo, como uma compra de alto valor ou uma viagem por exemplo.

Há uma série de planilhas e aplicativos que podem te ajudar a manter as contas sob controle, tornando a tarefa de registrar os gastos, mais simples e viável para em nosso dia a dia.

Planejamento financeiro pessoal

Elencadas dicas fáceis de adotar no seu cotidiano, passarei agora a tratar sobre o planejamento financeiro pessoal, discorrendo sobre cada etapa.

Criar um planejamento financeiro é uma tarefa fácil. Atente-se ao passo a passo e comece a administrar seu dinheiro em prol de seus objetivos.

Estabeleça o objetivo

Para todo objetivo que anseia, um planejamento deve ser concebido. Delimite bem seu objetivo para conseguir vislumbrar o prazo e o valor que deverá dispender.

Estabeleça o valor

Contabilize os gastos que deverá realizar para alcançar seu objetivo, todos eles.

Estabeleça o prazo

Assim, ao considerar o valor a ser atingido, conseguirá estabelecer o tempo que necessita para reunir todo esse montante.

Estabeleça o método a ser utilizado para alcançar o objetivo

O importante agora é definir o método que adotará para conseguir alcançar sua meta e para fazê-lo é necessário que você conheça bem seus proventos, suas despesas e consumo recorrentes, a fim de ser capaz de vislumbrar uma alternativa aos gastos, evitando-os e economizando para atingir seu objetivo.

Em uma planilha, relacione todas as informações anteriores. Sistematize o método que você vai adotar, ou seja, a forma como vai conseguir o valor que estabeleceu, seja economizando no dia a dia ou através de fontes de renda extra. Estabeleça um cronograma e uma meta mínima para cada uma dessas formas de economia, buscando sempre superá-las para alcançar suas metas com mais celeridade e segurança.

Dicas de como comprar

Compare preços

Antes de efetuar compras, conheça duas ou três opções. Considerando o pouco tempo livre que a maioria das pessoas dispõe nos dias de hoje, fica complicado realizar essa tarefa, porém, dado a diferença de preços que é praticada, independente do produto ou serviço a ser consumido, a economia que será realizada justificará o esforço.

Evite comprar o desnecessário

Se você parar para pensar, muitas das coisas que precisamos hoje em dia não eram essenciais a algum tempo atrás. Reconsidere o que é essencial e evite compras supérfluas, reduzindo consideravelmente seus gastos. Uma boa dica é levar uma lista elaborada previamente para o supermercado, por exemplo, evitando assim distrair-se nas prateleiras e realizar compras desnecessárias.

Pague à vista e economize

Quando o pagamento a vista implicar em preços mais acessíveis, adote essa opção. Se falarmos de bens de alto valor, será mais difícil adquirir o bem nessa condição, porém ainda deve ser considerada, tendo em vista os altos valores dos juros. Nesse caso, realize uma poupança especial para esses bens de alto valor.

Use o débito automático em conta corrente

Organize-se e tenha sua conta corrente sempre sob rígida vistoria, assim poderá utilizar seus recursos que ali estão alocados para pagar contas em débito automático. Muitas empresas fornecem descontos às pessoas que aderem a essa forma de pagamento.

Evite o uso do crédito

Cartões de crédito nos fornecem a falsa ilusão de poder de compra e quando chega a conta, bate o desespero. O cartão de crédito é uma opção que deve ser evitada devido as altas taxas praticadas nessa forma de operação financeira.

Dicas de aplicativos e planilhas para fazer um planejamento financeiro pessoal

A seguir, algumas dicas de aplicativos e planilhas que podem auxiliar na elaboração de um planejamento financeiro pessoal:

  • Mobills Educação Financeira:  é um aplicativo de controle financeiro pessoal onde é possível realizar cadastro das despesas e receitas do usuário. Através de gráficos e relatórios, a pessoa pode acompanhar a evolução dos seus gastos durante o mês.
  • Organizze: permite fazer acompanhamento e controle de contas. O usuário pode criar as categorias de gastos e receitas e obter registro de movimentação financeira, além de receber alertas para pagamentos de contas.
  • Planilha BM&FB BOVESPA: através de uma planilha simples, a pessoa pode organizar suas receitas e despesas e assim, ter uma visão mais ampla sobre a distribuição do seu dinheiro. Além de também poder ser documentar os investimentos realizados pelo usuário.
  • Planilha do IDEC (Inst. Brasileiro de Defesa do Consumidor): para pessoas que desejam controlar de forma mais detalhada suas finanças. A planilha inclui funções matemáticas, gráficos e projeções que geram análise do orçamento pessoal.

Adotar o controle de gastos e o planejamento financeiro pessoal é essencial para cumprir metas e alcançar objetivos de maneira contínua na vida, alcançar resultados extraordinários e evoluir como profissional e como ser humano.

E você, já empreendeu um planejamento financeiro pessoal? Comente sua experiência e compartilhe esse artigo com seus amigos.

Comments

comments