As causas da baixa motivação no trabalho

Por: José Roberto Marques | Blog | 16 de abril de 2014

Como anda sua vida profissional? Está satisfeito com o seu emprego e o trabalho que tem desempenhado? De 0 a 10, o quanto você se sente motivação no trabalho?

A correria do dia a dia, inúmeras atividades a desempenhar, lidar com clientes, chefes e subordinados, entre outras coisas, podem causar baixa motivação no trabalho, o que é bem comum. Confira abaixo as principais causas da baixa motivação no trabalho e saiba como revertê-la:

Acúmulo de tarefas

Dicas de Tudo Blog Desmotivação no trabalho afeta diretamente a produtividade da empresa

A grande quantidade de tarefas acumuladas pode causar desmotivação sim, isso porque o tempo não é suficiente, está realizando mais atividades do que deveria ou, em muitos casos, muitas demandas são passadas a todo hora.

Nestes casos, o ideal é fazer uso da Tríade do tempo, poderosa ferramenta do Coaching, que tem o objetivo de apoiar os indivíduos no melhor uso do tempo. Para isso, bastar separar todas as suas demandas por ordem de prioridade: importantes, urgentes e circunstanciais.

Falta de reconhecimento

Sem dúvida alguma, o reconhecimento é um dos principais fatores que contribuem ou não para a motivação dos profissionais. Colaboradores que merecidamente recebem reconhecimento, tanto profissional quanto financeiro, trabalham mais satisfeitos e, consequentemente, produzem mais resultados também.

Acúmulo de funções

Outro fator que contribui para a desmotivação de profissionais é o acúmulo de funções e a não remuneração “justa” por isso. Muitos colaboradores, ao iniciar um novo trabalho, podem pegar, além das tarefas compatíveis a seu cargo, outras adicionais, seja por falta de gente, seja por causa das muitas demandas que precisam ser atendidas, entre outras coisas, o que não pode acontecer.

O ideal é que, ao contratar um funcionário, deixe bem claro quais serão suas atividades e remunere-o devidamente por isso. Caso necessite de demandar outras tarefas, lembre-se da “hora extra”.

Trabalho fora do expediente

Realizar tarefas fora do horário de trabalho, além de ser “errado” diante das leis trabalhistas, pode causar desmotivação nos profissionais senão cumprido da maneira correta.

O ideal é que, se houver a necessidade de realizar atividades depois do trabalho, remunere o profissional à parte ou adicione horas extras positivas a ele.