Voltar

Autorrealização e Transcendência – Artigo Complementar Pirâmide de Maslow

Publicado em | 0 comentários

Babaroga/Shutterstock A necessidade de Autorrealização e a Transcendência faz com que o ser humano busque evoluir continuamente para assim conquistarmos a nossa felicidade e plenitude

O sétimo nível das necessidades básicas do ser humano e sua expansão estão ligados a sentimentos como compaixão, empatia e simpatia, e todas as virtudes que nos foram ensinadas. Maslow teorizou que, tais sentimentos e virtudes só podem ser alcançados uma vez que estamos verdadeiramente satisfazendo todas as nossas outras necessidades.

Temos visto diversas teorias e filosofias, como algumas que estamos elencando aqui, trabalhando para atingir um estado iluminado (sabedoria), acredito que alcançar essa necessidade transcendental é realmente uma forma de igualar ao estado de iluminação.

Na transcendência estamos em contato com consciência universal, uma conexão universal entre cada um de nós e com a terra na qual vivemos, sentimos que realmente existe uma fraternidade universal.

Quando satisfazemos nossas necessidades básicas ou as “necessidades de lidar”, sentimos uma gratificação imediata, mas não duradoura. Assim como nos primeiros níveis evolutivos, em que há uma memória de curta duração. Quando se refere às necessidades de ordem superior, estamos lidando com o que realmente nos faz felizes, a sensação de gratificação é duradoura.

O Caminho Para a Autorrealização e a Transcendência

Podemos concluir que a felicidade vem da satisfação dessas necessidades de ordem superior. Fruir a estética das artes, ou simplesmente admirar a beleza das coisas ao nosso redor, aprender é entender os mecanismos do mundo, da tecnologia, os mistérios das ciências os diversos modos de vida, são algumas dessas coisas que realmente nos satisfazem como humanos.

É isso que ganhamos ao olhar para essa hierarquia das necessidades e usando-as para o nosso benefício e dos outros. Podemos, ao exemplo de Maslow, entender melhor as pessoas através de suas necessidades, suspendendo todo tipo de julgamento, mesmo em situações que valores morais e sociais estão em jogo. Isso nos ajuda a compreender melhor o comportamento das pessoas, sobretudo, quando se trata de situações em que a maioria condenaria o indivíduo.

Segundo Maslow, é possível que, se você estiver faminto e não tiver nenhuma comida, você irá roubar para satisfazer sua necessidade fisiológica; se a sua segurança estiver ameaçada e você vive em um estado constante de medo e ansiedade, você pode ser violento com outras pessoas, a fim de se proteger ou sentir que está se protegendo.

Em alguns casos, as pessoas, na tentativa de satisfazerem suas necessidades de amor e pertencimento, podem até trair o parceiro com quem estão seriamente. Tudo pode ser visto como uma forma disfuncional da tentativa de satisfazerem essas outras necessidades.

Pessoas que estão realmente decididas a tentarem satisfazer suas necessidades de estima podem, talvez, agir mal para com outras pessoas, ou invalidar os outros para que elas possam de alguma forma, se sentir melhor a respeito de si mesmas.

Gostou deste poderoso artigo? Aproveite,  curta, comente e compartilhe estes ricos conhecimentos em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!