Meditação

Você sabia que o Brasil ocupa a posição do

segundo país mais estressado do mundo?

Estressado

Pois é, essa informação foi constatada em um estudo realizado pelo International Stress Management Association (Isma - Brasil).

Essa é uma notícia preocupante, já que o estresse é uma das principais causas dos mais diversos problemas de saúde mental e física, podendo inclusive propiciar a origem de patologias como ansiedade e depressão.

Outro dado alarmante, divulgado pelo INSS - Instituto Nacional do Seguro Social, adverte que transtornos provenientes do estresse e doenças psicológicas já ocupam o terceiro lugar no ranking de pedidos para afastamento do trabalho.

O cenário atual da saúde mental no país é cada vez mais inquietante. Mas, o que podemos fazer para nos prevenir ou reverter esse quadro?

Existem diversas ferramentas que podemos usar para encontrar um certo equilíbrio no meio do caos e assim melhorar a nossa qualidade de vida. Muitas delas, inclusive, datam de épocas tão distantes que nos fazem refletir sobre a constante busca pela harmonia e tranquilidade.

Hoje eu vou te convidar para conhecer uma das ferramentas, que surgiu na Índia por volta de 3 mil anos antes de Cristo.

A Meditação!

Nas próximas linhas você vai conhecer os incríveis benefícios que o simples ato de Meditar pode te proporcionar.

O que é meditação?

A origem da meditação data de milhares de anos e tem por finalidade proporcionar um estado de clareza mental e espiritual.

Ao atingir esse estado de consciência é possível se desvencilhar mais facilmente dos problemas que nos afligem e assim, viver de modo mais feliz e saudável.

Seu termo pode se referir a uma grande variedade de práticas adotadas em todo mundo, tendo ou não fundamento em crenças ou religiões. São diversos tipos e com diferentes propósitos.

Saiba que, a Meditação é um processo de autoconhecimento e focado no momento, não em resultados. Portanto não existe um modelo mais eficaz e correto. Utilize aquele que fizer mais sentido para você e aproveite os inúmeros benefícios que o ato de meditar pode te proporcionar!

Confira alguns dos diversos tipos que existem.

ampulheta

Zazen

Traduzindo, literalmente, significa sentar zen. É um prática budista em que a pessoa busca um estado meditativo profundo. A postura e a respiração são essenciais durante o processo.

O indivíduo se senta, preferencialmente em lótus, isto é, com as pernas cruzadas, sobre uma almofada, cadeira ou até mesmo ao ar livre, contemplando a natureza, com movimentos suaves e concentração na respiração.

Mindfullness

Mindfullness, ou consciência plena, é a técnica meditativa que remete ao aqui e agora.

Você está realmente focado naquilo que deveria estar? O aqui e agora diz respeito a ter a plena consciência do momento presente.

É ter o passado como referência, o futuro como desejo mas o pensamento pertencente e orientado para o momento em que estamos, pois deste modo é possível aproveitar verdadeiramente aquilo que estamos vivendo.

Guiada

É uma prática moderna de meditação que consiste em um processos onde a pessoa, a fim de meditar, é orientada e conduzida seja por intermédio de um texto, voz ou conteúdo audiovisual.

É excelente para nos ajudar na correria do dia dia, além de ajudar pessoas, sobretudo iniciantes e que encontram dificuldades em se concentrar sozinhas.

Com os recursos tecnológicos, oferecidos hoje em dia, é muito simples encontrar diversos conteúdos que abordam o tema, portanto não perca tempo e comece agora mesmo!

Meditando

Transcendental

Técnica indiana baseada em uma antiga tradição denominada Védica, foi apresentada ao mundo por Maharishi, representante moderno dessa cultura.

É um método simples e que não exige qualquer esforço, e também, não está ligado a crenças e religiões. Tem como objetivo atingir um estado de repouso profundo, ideal para que possamos resgatar nossas energias bem como eliminar negatividades como estresse, ansiedade e outros males que nos afligem.

Metta Bhavana

Também conhecida como a meditação do amor incondicional, se trata de uma prática milenar onde o foco está na gratidão.

É composta por um conjunto de frases que tem a função de cultivar e desenvolver nossas relações com quaisquer pessoas, bem como promover um ambiente harmônico e saudável.

As frases são desejos sinceros que reiteramos em nossa mente, de modo calmo e verdadeiramente amoroso a fim de cultivar, em nós mesmos, esse poderoso sentimento.

Vipassana

Vipassana significa ver as coisas como efetivamente são em relação aos objetos, relacionamentos, sensações e sentimentos.

É uma técnica milenar originada da Índia com o objetivo de promover o autoconhecimento, através da auto-observação. Sendo assim, é preciso conectar mente e alma e desse modo é possível identificar e se livrar da negatividade presente dentro de nós.

5 Razões para meditar

Agora que você já conhece todos esses métodos pode vir a pergunta… Por que meditar? É mesmo necessário? O que eu posso ganhar com isso?

Poderia te dar uma única razão que comprovasse toda sua efetividade mas vou te dar 5! Todas comprovadas cientificamente.

1· Reduz os níveis de estresse e ansiedade

O Doutor Hebert Benson, cardiologista e professor da renomada universidade de Harvard, nos Estados Unidos, constatou que as práticas meditativas contribuem significativamente para a redução do estresse e ansiedade.

Bem como, contribui, como coadjuvante, no tratamento de doenças como depressão e hipertensão. Benson concluiu em seus estudos que os pacientes que introduziram a meditação, no seu cotidiano, conseguiam:

  • Equilíbrio dos batimentos cardíacos
  • Alívio de dores tensionais
  • Redução dos quadros de insônia
  • Alteração no humor
  • Diminuição da pressão sanguínea

Além disso, houve também uma redução de doenças provenientes do stress e ansiedade.

2 · Melhora os relacionamentos

A meditação pode contribuir para o desenvolvimento de relações interpessoais, seja no âmbito profissional, familiar e até mesmo em nossas atividades sociais.

Participantes de um estudo científico realizado em Maringá - PR, relataram que as práticas meditativas, realizadas durante um período de 36 meses, os ajudaram a ter uma melhora significativa em seus relacionamentos, sobretudo familiares e de trabalho.

Para isso, o surgimento do sentimento de bem estar, compaixão bem como a clareza e o autoconhecimento, serviram de grande alicerce a fim de garantir melhores interações com outras pessoas.

3 · Proporciona mais energia e bem estar

É muito importante que tenhamos energia e disposição, pois assim é possível realizar nossas atividades cotidianas de modo mais eficaz e proativo.

Em uma pesquisa realizada nos Estados Unidos foi possível constatar que, além de garantir maiores reservas energéticas a meditação é também capaz de aumentar a sensibilidade relacionada a estímulos de dor.

Sendo que, ao analisar a atividade cerebral dos participantes, que eram submetidos a ondas dolorosas de calor, os que passaram a introduzir a prática de meditação elevaram seus níveis de sensibilidade a dor.

4 · Promove o aumento nos níveis de felicidade

Pode-se afirmar que ser feliz é o objetivo da maioria das pessoas no mundo e a meditação pode contribuir significativamente para que nossa trajetória se torne muito mais prazerosa.

A medida que praticamos o ato de meditar passamos a desenvolver nosso autoconhecimento, bem como uma maior clareza de pensamento, ponto que irei destacar adiante.

Mas de modo prático, o autoconhecimento é uma peça fundamental que vai nos orientar no processo de busca pela felicidade. Afinal de contas, a resposta para as perguntas relacionadas a felicidade estão dentro de nós mesmos.

5 · Da mais clareza ao pensamento e desenvolve o autoconhecimento

Através das práticas meditativas é possível controlar e regular melhor suas emoções, sendo assim, uma habilidade imprescindível para quem deseja ter uma consciência maior de si mesmo.

Para isso, as pessoas adquirem um maior autoconhecimento, responsável por gerar a orientação necessária para o seu desenvolvimento pessoal.

Em estudo realizado pela Universidade de Stanford, Estados Unidos, submeteu dois grupos, sendo, os que passaram a praticar meditação e os que não praticavam, a uma bateria de testes durante 3 meses.

Foi constatado que o grupo que praticava a mindfulness obteve um grande aumento em sua atenção plena. Além disso, comprovou-se que esse aumento da atenção gerou diversos benefícios de ordem cognitiva como:

  • Maior capacidade em regular as emoções
  • Maior conexão social
  • Maior satisfação nos relacionamentos
  • Maior autenticidade
  • Maiores níveis de consciência, associada a viver o tempo presente

http://ccare.stanford.edu/article/jazaieri-h-mcgonigal-k-jinpa-t-doty-j-r-gross-j-j-golden-p-r-2013-a-randomized-controlled-trial-of-compassion-cultivation-training-effects-on-mindfulness-affect-and-emotion/ As razões são inúmeras e mais do que justificam a prática dessa poderosa atividade…

Quer saber como fazer? Continue lendo.

Como fazer?

Como já foi dito, existem diversos tipos de meditação, sendo que o modo como os tipos são praticados diferencia-se um dos outros.

O importante é saber que embora possa parecer complexo, a verdade é que é muito simples, bastando a predisposição e o empenho.

É um pequeno esforço, ainda mais se compararmos com todos os benefícios que a prática pode gerar em sua vida.

Vou te fazer um desafio…

Que tal se eu te ensinar alguns passos para você começar a meditar agora mesmo? Eu lhe garanto que em pouco tempo já irá sentir os resultados.

Ao longo do texto eu descrevi algumas técnicas que possuem diferentes metodologias de aplicação. Foram 6 exemplos, porém existem outras dezenas de diferentes modalidades e conceitos.

Nesse momento eu vou te instruir do modo que mais prático atualmente, que é a Meditação Guiada.

Porém, fique a vontade para escolher a maneira que melhor se encaixa no seu jeito de ser, tempo e local disponíveis.

Para facilitar, vou dividir o procedimento em 4 passos, muito simples. Vamos lá!!!

Relogio

1º Passo - Tempo

Dedique um tempo somente para isso, um período em que consiga manter o foco e a concentração exclusivamente para o processo de meditação.

Não se preocupe em meditar por longas horas, caso esteja no início você pode começar por curtos períodos de 10 a 20 minutos.

O mais importante aqui não é a duração, e sim o empenho que você deposita na prática.

Além disso, faça dessa prática um hábito e logo logo você irá perceber que ficará cada vez mais simples conseguir manter o foco e a concentração durante esse tempo.

E não se esqueça de deixar as notificações do celular no silencioso, preste atenção somente na voz que te guiará.

Folhas

2º Passo - Local

Principalmente no começo, é difícil concentrar-se com todos os barulhos que lidamos no cotidiano. Motores de veículos, buzinas, pessoas conversando e muitos outros sons.

Como se não bastasse, ainda existem os odores, objetos que nos distraem e chamam nossa atenção e também, do ponto de vista ergonômico, como o lugar com o qual vai sentar-se.

Percebeu como são diversas coisas que podem tirar sua atenção?

Portanto eu recomendo que você busque por um local calmo, confortável e silencioso. Pode ser dentro de casa, ou, caso seja possível, junto a natureza que é um excelente local e com muita energia positiva.

Seja próximo a uma cachoeira, em um parque, ou no conforto de sua residência o importante é livrar-se das distrações e concentrar-se no seu objetivo.

3º Passo - Postura

Outro passo importantíssimo diz respeito ao modo como nos postamos. Seja deitado, em pé, ou, como normalmente fazemos, sentado, é fundamental encontrar uma posição de equilíbrio.

Isso é importante pois, quando nos sentamos corretamente, nosso corpo nos permite relaxar, mesmo estando firmes.

Permite também que a energia possa fluir por seu corpo da melhor maneira possível..

Existem técnicas específicas como o sentar em lótus, mas o que realmente importa é que ao sentar, seja no chão, cadeira, cama ou em um banco, você encontre uma posição em que se sinta realmente confortável.

É importante manter a coluna reta, o queixo alinhado com o chão e a mãos podem estar juntas ou separadas uma das outras, do modo que melhor lhe agradar

Postura
Durex

4º Passo - Respiração

É realmente difícil afirmar qual passo é o mais importante, pois todos igualmente são. Mas esse é um ponto que em que você deve ter bastante atenção.

Você já prestou atenção na sua respiração? Já se concentrou nela? A questão é que respiramos sem pensar e isso ocorre de forma automática.

O problema está que, em muitas das vezes, acabamos por respirar de modo inadequado e isso acarreta em alguns problemas como cansaço, dores de cabeça, irritação e outros problemas que atrapalham nosso dia a dia.

No processo de meditação costumamos utilizar o que chamamos de respiração consciente, onde controlamos, na medida, o ar que entra através da inspiração e o que sai pela expiração.

Inspirando naturalmente pelo nariz e soltamos o ar levemente pela boca.

Durex

5º passo - O presente

O quinto e último passo nada mais é do que você viver o momento.

Desfrutar de toda calma e tranquilidade, bem como, de todos os benefícios gerados por essa técnica que é verdadeiramente maravilhosa.

Relaxando