vigorexia

Vigorexia – Quando a Busca Pela Saúde Se Torna Obsessiva

Por: José Roberto Marques | Ansiedade | 17 de agosto de 2019

Hoje em dia, cada vez mais pessoas estão se preocupando com o seu aspecto físico. Assim, uma alimentação adequada e exercícios diários se tornaram uma forte tendência da atualidade. No entanto, como nenhum excesso é positivo, a busca desenfreada pela boa forma pode se tornar uma obsessão e resultar em um quadro de vigorexia, que é um distúrbio que afeta a imagem que um indivíduo tem de si mesmo. Continue acompanhando e saiba mais sobre o assunto.

O que é a Vigorexia?

Em muitos casos, o ato de olhar-se no espelho pode não ser tão simples quanto parece, pois existem transtornos que levam uma pessoa a se ver de uma forma que não condiz com a realidade. No caso da bulimia, por exemplo, é comum que ela se veja muito acima do peso considerado ideal, o que a leva a adotar medidas drásticas para emagrecer. Já quando se trata da vigorexia, a ideia é de que não se é forte o suficiente.

Embora seja um transtorno que pode se desenvolver tanto em homens quanto em mulheres, a maior parte dos casos está relacionada ao sexo masculino, mais precisamente na faixa dos 18 a 35 anos de idade. Mesmo indivíduos que têm uma musculatura definida, olham no espelho e se veem fracos. Então, intensificam os exercícios e os cuidados com a alimentação, chegando aos extremos e colocando sua saúde em risco. A vigorexia é também conhecida como complexo Adonis, ou pelo termo científico Transtorno Dismórfico Muscular (TDM).

É importante dizer que gostar de se cuidar e desejar ter um corpo que considere bonito não é ruim. Apenas se torna um problema quando uma pessoa começa a viver se concentrando apenas nisso e, principalmente, se o objetivo principal for ser aceito pela sociedade. Assim, passa a maior parte do dia se exercitando, sem respeitar os limites do corpo, e o ato de comer deixa de ser prazeroso, transformando-se apenas em absorção de nutrientes para que seus músculos cresçam.

Principais Sinais da Vigorexia

É importante conhecer os reais sinais da vigorexia para evitar confundir e dizer que qualquer pessoa que goste de cuidar do corpo possui o problema. Afinal, aqueles que possuem o transtorno chegam aos extremos, prejudicando todas as áreas da vida em prol de um físico que considerem o ideal. Veja, a seguir, quais são os principais sintomas.

  • Insatisfação constante com o próprio corpo;
  • Lesões musculares por conta do excesso de exercícios;
  • Dificuldades para dormir;
  • Obsessão para ver os músculos cada vez maiores;
  • Se autodepreciar e colocar defeitos no próprio corpo;
  • Abusar do uso de suplementos e, até mesmo, anabolizantes para ganhar massa muscular;
  • Abandonar velhas amizades e apenas manter contato com pessoas que têm o mesmo interesse em dietas e academia.

Vale lembrar que esses são os principais sinais e que, para que um quadro seja confirmado como de vigorexia, é fundamental que seja feita uma avaliação médica. Um sintoma isolado pode não ser sinônimo de um transtorno real, portanto, tenha cautela ao afirmar que alguém está apresentando esse problema.

Você é feliz?

Tratamento da Vigorexia

As pessoas com vigorexia muitas vezes não procuram tratamento, então, um dos maiores desafios dos familiares costuma ser convencer o paciente a aceitar ajuda. Dado esse passo, as próximas etapas geralmente incluem acompanhamento multidisciplinar, com psicólogo, nutricionista, psiquiatra e educador físico, assim como acontece com outros tipos de transtornos alimentares.

O tratamento se concentra inicialmente na normalização dos padrões de alimentação e exercício e também na abordagem para tratar os pensamentos obsessivos. Existem casos em que a medicação é necessária para controlar a ansiedade do paciente. É fundamental seguir adequadamente todas as recomendações dos especialistas, para que o problema possa ser controlado da melhor maneira possível.

Além do tratamento médico, é sempre importante lembrar que o apoio da família é fundamental. Portanto, se você tem um familiar passando por essa situação, evite julgar e prefira acolher, afinal, qualquer um pode passar por isso. Quanto mais acolhido o indivíduo se sentir, melhor irá responder ao tratamento e mais rapidamente irá se recuperar e voltar a viver uma vida normal e equilibrada.

Cuidados Para Prevenir a Vigorexia

Não há como prever quando uma pessoa irá apresentar uma transtorno como a vigorexia, entretanto, existem medidas que podem ajudar a prevenir o problema. O primeiro deles é se libertar dos padrões do físico perfeito e olhar para o próprio corpo de forma gentil, afinal, é nele que você mora e é através dele que pode se movimentar e ir em busca dos seus objetivos.

Contudo, é necessário dizer que isso não significa se acomodar caso algum aspecto esteja te incomodando, pois, buscar melhorar para se sentir bem é muito positivo, desde que tudo seja feito de modo seguro e priorizando a saúde. Então, caso tenha o desejo de emagrecer ou ganhar massa muscular, por exemplo, é fundamental que o faça sob orientação profissional e com a consciência de que resultados sustentáveis podem demorar um pouco mais, porém, serão mais duradouros e não lhe causarão danos.

Uma maneira de evitar que a busca pelo corpo ideal se torne obsessiva é valorizando outras áreas da vida e vivendo cada uma delas com equilíbrio. Lembre-se que, por mais que opte por uma alimentação saudável, isso não precisa significar que irá recusar convites para sair com os amigos, ir a festas ou encontros de familiares para não “fugir da dieta”. É perfeitamente possível saborear algo que goste e se divertir sem se exceder, assim, conseguirá manter a saúde tanto do corpo quanto da mente.

Mesmo se com todos esses cuidados perceber que existe algo errado em relação à forma como está se vendo, converse com alguém da sua confiança e procure ajuda. Quanto antes iniciar o tratamento, melhor será para você e para a sua saúde.

Espero que tenha gostado e que as informações aqui compartilhadas tenham agregado. Aproveite e passe o conhecimento adiante, enviando o artigo para os seus amigos e publicando-o em suas redes sociais. Um gesto simples como esse pode ajudar uma pessoa que talvez nem saiba que está enfrentando o problema.

Copyright: Por Prazis Images – ID da ilustração stock livre de direitos: 1059111353

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: