Businessman,Holding,A,Dart,-,Business,Targeting,,Aiming,,Focus,Concept.

Um novo objetivo demanda uma nova atitude

Por: José Roberto Marques | Alta Performance

Na vida, todos nós precisamos ter objetivos nas diferentes áreas. Sempre que você define onde vai gastar o seu dinheiro, você determina um objetivo. Sempre que você define o cargo dos seus sonhos, você determina um objetivo. Sempre que você define a casa que deseja comprar, você determina um objetivo.

Sendo assim, todos os nossos objetivos, dos menores aos mais importantes, são o que nos move, ou seja, o que nos faz progredir na vida. No entanto, para que isso ocorra, é preciso não apenas definir metas, mas também determinar ações concretas que nos permitam alcançá-las e transformar os nossos sonhos em realidade.

Os objetivos do passado são os responsáveis pela nossa realidade atual, assim como os objetivos do presente serão os responsáveis pela nossa realidade futura. Isso resume a importância de atualizar com frequência as nossas metas. Esse é um dos grandes segredos do sucesso! Para saber mais sobre ele, continue a leitura do artigo a seguir!

A necessidade de objetivos em nossas vidas

O que acontece naquele domingo preguiçoso em que você não tem absolutamente nada a fazer? Provavelmente, você fica deitado na cama olhando para o teto enquanto o tempo passa, não é mesmo? É claro que, de vez em quando, todos nós precisamos de um dia assim, dedicado ao descanso. No entanto, não podemos permitir que a nossa vida inteira seja um grande domingo tedioso.

Por isso, pense em seus sonhos: casa, carro, amor, filhos, viagens, sucesso profissional, e por aí vai. Provavelmente, você já percebeu que essas coisas não caem do céu sobre o seu colo para que você as aproveite, não é mesmo?

Infelizmente, a vida demanda algum esforço de nossa parte. Por isso, um objetivo nada mais é do que um sonho que você colocou no papel, definiu alguma noção de prazo e listou todas as tarefas necessárias até que ele se concretize. Sem que façamos isso, jamais sairemos do lugar e continuaremos “olhando para o teto”.

As características de um objetivo de sucesso

Aqui no blog, já dedicamos um artigo completo a esse tema, mas vale a pena fazer uma revisão. Há uma sigla em inglês (SMART, que significa “inteligente”) que resume as cinco características de um objetivo de sucesso. Conheça-as na sequência.

  • SSpecific: específico;
  • MMeasurable: mensurável;
  • AAchievable: alcançável;
  • RRelevant: relevante;
  • T Timebound: em prazo definido.

Dessa forma, podemos entender que: “investir 30% do meu salário em uma corretora de valores, todo mês, pelos próximos cinco anos, para dar uma entrada de 100 mil reais em um imóvel” é um objetivo inteligente. Contudo, “juntar dinheiro para comprar um imóvel” é apenas um esboço de objetivo, que precisa de algumas especificações adicionais. Sendo assim, verifique se os seus objetivos têm seguido essa metodologia e se apresentam as cinco características acima, antes de defini-los.

Seus objetivos do passado trouxeram você ao presente

Se você analisar a sua vida atual, constatará que tudo aquilo que compõe a sua realidade é resultado de tudo aquilo que você sonhou, definiu como objetivo e agiu para conquistar, no passado. Você pode nem ter se dado conta disso, pois fazemos tantas escolhas ao longo da vida que às vezes nem percebemos que somos nós os autores do nosso destino.

Você é feliz?

Por isso, se você está feliz com a sua realidade atual, é sinal de que os objetivos que você determinou no passado foram consistentes. Contudo, se você não se sente realizado com a sua realidade, pode ser que você precise repensar em sua maneira de definir objetivos e, principalmente, de agir para alcançá-los.

É fato que nem tudo na vida está sob o nosso controle. Existem diversas circunstâncias e acontecimentos que alteram os nossos planos e que exigem que nos adaptemos a novas realidades. No entanto, para tudo aquilo que de fato pudermos controlar, precisamos ser específicos nos objetivos que definimos.

Seus objetivos presentes conduzirão você ao futuro

É fato que o passado não pode ser alterado. Todavia, o futuro pode ser lindamente planejado, o que depende diretamente daquilo que fazemos no presente — que é concretamente o único momento em que temos o poder de decidir e de agir.

Dessa forma, entenda que o sucesso do presente jamais deve ser uma desculpa para nos acomodarmos. Ele é resultado de pensamentos e atitudes que tivemos até aqui. Por isso, se você deseja um futuro diferente e melhor, não adianta fazer as mesmas coisas que já fez.

Ao determinar objetivos novos e maiores para as diferentes áreas da sua vida, você deve compreender que isso demandará também atitudes novas e maiores. Por exemplo: suponhamos que tudo o que você fez até hoje deu a você a oportunidade de ter um salário de 2 mil reais. Se você deseja ganhar 3 mil reais, precisará fazer algo a mais — um curso, uma renda extra, uma entrevista em uma nova empresa etc. E assim deve ser em tudo aquilo que projetarmos para o nosso futuro.

Novos objetivos requerem novas ações

Você já ouviu falar que “o bom é inimigo do ótimo”? Isso ocorre porque os bons resultados que obtemos podem nos manter na chamada zona de conforto, ou seja, naquele domingo tedioso em que não queremos fazer mais nada. No entanto, lembre-se de que você sempre pode ir mais longe. Muitas das nossas capacidades ficam adormecidas e só vêm à tona quando as colocamos à prova.

Dessa forma, mesmo que você esteja satisfeito com a sua realidade no presente, entenda que o seu futuro pode ser ainda mais feliz. Tudo isso vai depender da sua capacidade de determinar novos objetivos para si e, é claro, de colocar em prática as atitudes necessárias para o alcance dessas metas.

Uma pessoa sem objetivos é uma pessoa que deixou de viver, pois se acomodou por completo. Existe uma frase do escritor irlandês Oscar Wilde que ilustra bem essa condição humana: “Neste mundo, existem somente duas tragédias. Uma é não conseguir o que se deseja. A outra é conseguir”.

Não, Oscar Wilde não está dizendo que alcançar os seus objetivos é algo ruim. O problema é acomodar-se depois de alcançar uma meta, achando que não há mais nada a ser feito. Isso certamente o colocaria na zona de conforto e o “estacionaria” na vida, como se você não pudesse mais ir a lugar algum.

Assim, por mais confortável que a sua realidade esteja, permita-se sentir um pouquinho de desconforto. Não se acomode e defina novas metas para nunca parar de crescer. Deixar de determinar objetivos e de agir para concretizá-los significa perder o seu propósito de vida e, consequentemente, deixar de viver. Não permita que isso aconteça!

E você, querida pessoa, como tem definido os seus objetivos? Será que você estimula em si mesmo a vontade de ir além ou “estacionou” na zona de conforto? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Por fim, que tal levar esta reflexão a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar dela? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: