perfil-psicologico-comportamental

Perfil Psicológico e Comportamental: Quais os seus tipos?

Por: José Roberto Marques | Blog

Lidamos com pessoas a todo o momento. No ambiente familiar, nos relacionamentos pessoaissociais e no trabalho. Cada pessoa é diferente da outra em seu modo de ser, agir e pensar. E identificar o perfil psicológico e comportamental de cada um é essencial para respeitar as pessoas como elas são e garantir uma boa convivência.

Um dos grandes desafios da empresa é: estabelecer a harmonia entre os colaboradores com diferentes tipos de perfil psicológico e comportamental. São eles que caracterizam as reações que as pessoas terão nas mais diversas situações corporativas. A gestão de pessoas deve identificá-los para elaborar estratégias que auxiliem na construção do bom clima organizacional.

Quer descobrir como você pode desenvolver suas habilidades?
Clique aqui e Mergulhe no maravilhoso
“Mundo do Coaching”!

Tipos de perfil psicológico e comportamental no trabalho

A definição de perfis psicológicos e comportamentais foram pautas de diversos estudos. O psiquiatra e psicoterapeuta suíço Carl Jung abordou o tema em seu livro “Tipos Psicológicos”, publicado em 1924. A obra gira em torno do famoso conceito “as pessoas são diferentes”. O pensador aponta que cada um tende a valorizar coisas distintas, nesse sentido, fazem bem aquilo que gostam e se livram imediatamente do que não gostam.

Os conceitos de Jung foram utilizados por Ichak Adizes, um dos maiores especialistas do mundo em gestão de negócios, para desenvolver um estudo sobre o perfil psicológico e comportamental dos profissionais dentro do ambiente corporativo. A sua conclusão foi que a personalidade do ser humano é composta por quatro tipos de perfis: empreendedoradministrador, produtor e integrador.

Todas as pessoas possuem características desses perfis, em variações diferentes. Por isso, elas podem ser classificadas no grupo no qual a sua personalidade mais se encaixa. As empresas precisam conhecer melhor qual o perfil psicológico e comportamental de seus colaboradores. Essa análise, isso permitirá atribuir os cargos às pessoas corretas, de modo que atinjam os resultados almejados.

Conheça abaixo os perfis psicológicos e comportamentais definidos por Adizes:

Empreendedor

Profissionais que possuem o perfil psicológico empreendedor predominante são criativos e estão sempre propondo novas ideias. Flexíveis, não têm medo de encarar situações desafiadoras ou assumir riscos. Sempre que identificam algo que precisa de melhorias, fazem de tudo para concluir essas alterações. Por outro lado, costumam ser desorganizadas, desafiam as regras impostas e nem sempre se dispõem a negociar os seus princípios.

Integrador

Colaboradores com este perfil psicológico dominante valorizam as relações interpessoais acima de tudo, inclusive de normas ou recompensas. Como costumam criar bons laços de amizade, produzem excelentes resultados nos trabalhos em equipe. Além disso, esses profissionais valorizam e reconhecem as pessoas, e por promover a integração entre os funcionários, contribuem para a construção do clima organizacional.    

Produtor

Profissionais com esta característica predominante são focados em grandes resultados e são extremamente engajados com o trabalho, buscando reconhecimento como estímulo para continuar contribuindo. Esses colaboradores, no entanto, podem ficar muito estagnados. Desempenhando suas atividades por obrigação, mesmo que não concordem com aquilo.

Administrador

Pessoas com o perfil administrador predominante possuem um comportamento metódico e organizado no trabalho. Sistemáticos, esses profissionais valorizam as normas e regulamentos impostos pela organização. Costumam não se adaptar bem às mudanças, por encará-las como ameaça aos projetos que têm executado até aqui.

Dicas de Como Lidar com Cada Perfil Comportamental no Ambiente de Trabalho

1. O Colaborador

O funcionário colaborador é aquele que trabalha bem junto com a equipe e é capaz de integrar as anotações e ideias uns dos outros com respeito. Cada personalidade desempenha um papel importante na maneira como interage com os outros. Embora não planeje prejudicar seu colega de trabalho, os traços e comportamentos de todos podem se aplicar à produtividade no local de trabalho. Os diferentes tipos de pessoas com quem você se depara em seu trabalho diário se encaixará em um dos tipos de personalidade mais comuns que nos motivam em períodos de cobranças e pressão. 

2. O Perfeccionista

Esse funcionário pode ser percebido pelo modo como ele se apresenta para o trabalho que desempenha. Se vestem elegantemente e são lisonjeiros. Sua mesa de trabalho é impecável. O modo como esse colaborador trabalha e se comporta é que afastam os outros. O perfeccionista costuma ter padrão alto no trabalho que ele desenvolve. Não cometem erros. Costumam checar tudo antes de entregar a tarefa. São detalhistas ao extremo (no trabalho e na vida). Nível de concentração altíssimo. Se estressam ao menos existir a hipótese de cometer algum erro. São tensos e mal conseguem fazer algum tipo de “brincadeirinha”. Para trabalhar com esse tipo de profissional, é preciso que o empregador o realoque na função certa. Defina prioridades para suas tarefas e prazos, ou eles extrapolarão qualquer tempo para entregar a tarefa impecável.

Você é feliz?

3. O Workaholic

Este é o funcionário que diz “eu faço” para todas as tarefas que lhe forem destinadas (inclusive as que não foram, ele se habilita fazer) mais do que consegue entregar. Eles estão sempre querendo fazer algo, embora muitas vezes não entrega ela finalizada. Essa pessoa é tão persistente que um convite para um happy hour para ele não é nada tentador antes de entregar a tarefa concluída. Eles são pacientes e entendem que algumas coisas levam tempo. Para eles, a qualidade em detrimento da quantidade é importante, e as tarefas são melhor concluídas quando não são apressadas. São comprometidos com o trabalho em equipe, indo a todas as consequências para que todos participem. São ótimos apoiadores, oferecendo ajuda no que tange as tarefas em equipe. Define metas altas e inatingíveis para que ele mesmo cumpra. Trabalha mais do que seu corpo físico aguenta. A dificuldade em relaxar está presente neles. Isso acontece porque eles nunca estão satisfeitos com o seu trabalho e nada que eles fazem é bom o suficiente. A forma melhor para trabalhar com esse tipo de personalidade é mantê-los em seus compromissos, lembrando-os de seus projetos, definindo datas de entregas. Validar essa pessoa quando ela realmente conclui uma tarefa, sem se esforçar duramente para isso.

4. Os versáteis

Trabalham como uma abelha. Sempre ocupados demais. Corre de um lugar para outro. Valorizam a rapidez nas tarefas. São eficientes e capaz de realizar várias tarefas ao mesmo tempo, ou seja, multifacetados. Raramente você os vê parados. Estão sempre trabalhando. Fazer longas pausas não são com eles. São responsáveis e mantém toda a equipe no circuito. Não necessitam ser lembrados de alguma tarefa durante o dia. Isso os tornam perfeitos para executar tarefas de secretariado, cuidar de agendas, etc. São animados e cheios de energia com a vida. São espontâneos e vibrantes. Seus desafios são de concentrar na quantidade ao invés da qualidade. Por isso, não espere a tarefa completa dessas pessoas. Uma forma mais assertiva de trabalhar com eles é delegar tarefas simples e com exigência rápida, sem muita atenção a detalhes. Um incentivo a desacelerar é pertinente. Quando o trabalho for executado com mais tempo e esforço, vale a pena recompensá-los por isso, a fim de encorajá-los.

O agradável

Esse funcionário está sempre se certificando de que todos ao seu redor estejam satisfeitos. Eles sempre estão cercados por outras pessoas. São genuinamente felizes na companhia de pessoas e isso lhes dão energia e alegria. São muito extrovertidos. Portanto, se sobressaem muito no trabalho em equipe. Eles são extremamente atenciosos com as pessoas. Sempre solícitos a ajudar em algum projeto. Possui qualificação para lidar e gerenciar equipes. São gentis e super agradáveis. Por outro lado, estão longe de serem assertivos, por medo de desagradar outras pessoas. Tem dificuldade de dizer não para o outro. Também não recebe bem feedbacks negativos. Para trabalhar com esse tipo de funcionário, melhor tentar ser o mais conciso e direto possível quando tiver tarefas importantes para realizar com rapidez. Seja educado e gratos com eles. Ah! E paciente também pois quando pressionados podem entrar em pânico e ficarem confusos. 

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto
é FELIZ! Clique aqui e conheça nosso
“Termômetro da Felicidade” !

Tipos de perfil psicológico

Em parceria com Edson Carli, elaborei diversos perfis psicológicos seguindo também os conceitos de Carl Jung. Desenvolvidos com base no profissional brasileiro, estão descritos no livro Coaching de Carreira – Construindo Profissionais de Sucesso.  Listo abaixo quais são e as suas principais características.

Pensador extrovertido: esse tipo de pessoa faz do pensamento objetivo a paixão dominante de sua existência.

Pensador introvertido: neste perfil, as pessoas possuem um modelo mental voltado para seu interior. Preferem se distanciar das pessoas e de suas opiniões.

Sentimento extrovertido: pessoas que apresentam este perfil geralmente são efusivas, emocionais, exibicionistas e instáveis.

Sentimento introvertido: pessoas com este perfil “engolem” problemas e não gostam de expor sua vida, pensamentos e sentimentos.

Sensação extrovertido: são pessoas realistas, práticas e superficiais. Não apresentam nenhum interesse particular pelo significado das coisas e aceitam o mundo como ele é.

Sensação introvertido: são pessoas que preferem o mundo interior ao exterior. Elas tendem a considerar o mundo ao seu redor desinteressante e banal.

Intuitivo extrovertido: em geral, são pessoas que estão sempre em busca de novos mundos antes mesmo de ter consolidado os atuais.

Intuitivo introvertido: são pessoas que possuem uma comunicação efetiva, mas completamente desconectada da realidade. Por isso, vivem somente em seu mundo.

Perceber quais perfis os profissionais apresentam, de uma maneira mais precisa, ajuda a identificar que tipo de comportamento que cada um poderá ter em diferentes situações, como nos momentos de desafio, por exemplo.

Muitas organizações têm usado esses modelos de perfis para conquistar mais assertividade no momento da contratação ou determinar quais profissionais são mais adequados para as exigências da empresa.

Se este artigo foi interessante para você, lembre-se de curtir e compartilhar esse poderoso conhecimento com seus amigos.

 

Copyright: © Depositphotos.com / photography33

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: