microfranquias

O que são microfranquias?

Por: José Roberto Marques | Blog

As franquias são um modelo bastante consolidado de empreendedorismo. Basicamente, são “réplicas” de um modelo de negócios que se espalham por uma cidade, estado, país, ou mesmo por todo o mundo. Há exemplos clássicos, como restaurantes, lanchonetes e escolas de inglês.

Um modelo particular que tem obtido considerável destaque recentemente é o das chamadas microfranquias. Mas afinal, o que caracteriza uma microfranquia? Quais são as principais vantagens desse modelo? Quais são as possibilidades de renda que existem dentro desse setor? Continue lendo este artigo para saber mais sobre as microfranquias e tirar essas e outras dúvidas.

Conheça a metodologia capaz de potencializar seus resultados!
Clique aqui e acesse meu ebook “Leader Coach”, é um presente!

O que são microfranquias?

Assim como as franquias, as microfranquias também consistem num modelo de negócios em que um projeto consolidado é replicado em diversas unidades. O uso da marca, patentes, infraestrutura, sistema de produção/prestação de serviços, tecnologia e modelo administrativo são cedidos pelo franqueador ao franqueado, cobrando royalties sobre seu faturamento.

O que difere uma microfranquia de uma franquia, porém, é o tamanho do investimento, que é inferior nesses casos. A Associação Brasileira de Franchising (ABF) determina que, para que um negócio seja caracterizado como microfranquia, o valor máximo de seu investimento não deve ultrapassar o valor de três vezes o PIB anual médio por habitante do país.

Tomando como referência o valor do PIB brasileiro per capita de 2019 (de aproximadamente R$34.500,00), o valor do investimento não deveria ultrapassar cerca de R$103.500,00 para a caracterização de uma microfranquia. É nessa faixa de investimento que este modelo de negócios se concretiza.

Quais são as possibilidades de renda de uma microfranquia?

Apesar de ser um negócio de menor porte, uma microfranquia pode obter faturamentos expressivos, similares aos de uma franquia. Mesmo que um negócio inicie como microfranquia, ele pode prosperar e “deixar” essa categoria, necessitando da contração de funcionários, alcançando altos faturamentos e gerando lucros.

Por este motivo, as microfranquias são excelentes oportunidades para quem deseja ingressar no ramo empreendedor, sem ter que investir tanto quanto seria necessário numa franquia tradicional. Além disso, trata-se, também, de uma oportunidade de geração de empregos, melhorando o poder aquisitivo das famílias e, consequentemente, promovendo desenvolvimento socioeconômico.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged), as empresas de micro e pequeno porte são maiores geradoras de empregos (em conjunto) do que as médias e grandes empresas. Dessa forma, o porte de um negócio não é uma questão tão determinante para o seu potencial sucesso. Microfranquias, portanto, representam grandes possibilidades empreendedoras.

7 principais vantagens de uma microfranquia

Já deu para perceber que o modelo de microfranquias é vantajoso. Talvez você esteja se perguntando se esse sistema de negócios pode ser uma boa oportunidade para você, não é mesmo? A seguir, você confere, de modo mais detalhado, os principais argumentos a favor desse modelo de negócios:

1. Marca de renome

Uma microfranquia é interessante porque o empresário não tem a necessidade de construir uma marca do zero. A reputação e a credibilidade da marca já existem, e tudo que ele precisa fazer é construir uma unidade que reproduza um padrão de qualidade já definido. Além desse renome, uma microfranquia não é uma aposta, mas uma continuidade de um negócio que já é lucrativo e bem-sucedido. Isso ameniza os riscos e oferece mais segurança ao empreendedor.

2. Suporte constante

O principal interesse do franqueador é que o franqueado mantenha o padrão de qualidade em seus produtos e serviços nas unidades que abrir. Para isso, o franqueador compartilhará com o novo empreendedor todo o conhecimento, treinamentos, dados e sistemas necessários para que as operações transcorram sem qualquer dificuldade. Investir nesse sistema é contar com um suporte constante para que cada unidade da rede seja bem-sucedida e bastante lucrativa.

Você é feliz?

3. Busca pelo local ideal

Encontrar o ponto ideal para abrir a microfranquia pode ser uma missão complicada, especialmente para quem ainda não tem muita experiência no ramo empreendedor. Nesses casos, a microfranqueadora também presta um auxílio valioso, ajudando o microfranqueado a encontrar um bom local. Isso é feito levando em consideração a circulação de pessoas, a previsão de demandas, a possibilidade de crescimento, entre outras questões essenciais ao desenvolvimento da unidade.

4. Visitas periódicas

O franqueador realiza visitas de tempos em tempos a cada uma das unidades sob sua responsabilidade. Isso permite que ele não apenas fiscalize se a unidade está operando de acordo com os padrões da rede, como também que se coloque à disposição para prestar qualquer tipo de auxílio.

Essas visitas são importantes para que o franqueado preste contas e converse com o franqueador sobre a situação do momento da unidade, solicitando auxílio em diferentes aspectos: contratações, marketing, padrões administrativos, finanças etc.

5. Apoio de marketing

Por falar em marketing e comunicação, mais uma vantagem do sistema de microfranquias é que as ações de marketing não dependem exclusivamente do empreendedor. A rede como um todo promove ações de marketing e comunicação que beneficiam todas as unidades.

É o caso de campanhas publicitárias, ações promocionais, merchandising, promoção de eventos, relações públicas, entre outros. Todos esses elementos exigem muito estudo, planejamento estratégico, investimentos financeiros e bastante criatividade. Nesse modelo de negócios, entretanto, o microfranqueado não precisa se preocupar com esses itens.

6. Negociações facilitadas

Toda empresa precisa estabelecer boas parecerias com fornecedores. Em se tratando de uma microempresa comum, essa tarefa pode ser bastante difícil, já que é complicado encontrar fornecedores de qualidade a preços que caibam no bolso do pequeno empreendedor.

Em compensação, fazer parte de uma grande rede facilita esse processo de negociação, pois já existe uma marca com boa reputação, facilitando a concessão de descontos e melhores condições de pagamento.

7. Materiais de apoio

Por fim, todos os dados, pesquisas, estudos e mapeamentos de tendências no setor da franquia ficam à disposição de todos os microfranqueados da rede. Isso permite que a empresa esteja atenta ao comportamento de seu público-alvo, desenvolva estratégias mais competitivas e possa ter uma administração cada vez mais eficaz.

Fica difícil pensar num suporte tão detalhado nas microempresas comuns, sem serem microfranquias. Com esses dados em mãos, cada unidade consegue sair na frente da concorrência e prosperar cada vez mais.

Diferentes segmentos

Como você pode perceber, não faltam vantagens para que o modelo de negócios das microfranquias cresça, se fortaleça e se expanda em diferentes localidades. De acordo com a ABF, as microfranquias cresceram 45,1% em número de marcas nos últimos anos, segundo dados obtidos no final de 2016.

As oportunidades existentes estão em diferentes áreas, como: alimentação, casa e construção, informática e eletrônicos, entretenimento e lazer, hotelaria e turismo, limpeza, moda, saúde e bem-estar, beleza, educação, serviços automotivos, entre outros.

É importante que a escolha da área da microfranquia tenha a ver com o perfil e as preferências do empreendedor. Quando alguém trabalha com aquilo que lhe dá prazer, o trabalho como um todo é feito com muito mais energia, competência e ânimo. Sem esses ingredientes, não há empresa que resista, mesmo com todos os benefícios do modelo.

E você, gostou da ideia de fazer parte de uma rede de microfranquias? Deixe no espaço abaixo o seu comentário relatando os seus sonhos empreendedores. Lembre-se de que nunca é tarde demais para realizar um sonho. Por fim, não se esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos, familiares, colegas e demais pessoas que possam se beneficiar destas informações.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: