colapso-nervoso-dicas

O Que Fazer ao Ter um Colapso Nervoso?

Por: José Roberto Marques | Blog | 02 de agosto de 2019

Um colapso nervoso é uma sensação extrema de estresse e desconforto emocional, que impede que um indivíduo realize as suas atividades do cotidiano. Trata-se de um termo genérico e popular, que é usado para se referir às crises que podem acontecer com quem apresenta problemas como depressão e transtornos de ansiedade. Portanto, não existe uma definição padrão para o que realmente seja um colapso nervoso. Continue acompanhando para entender melhor do que se trata e conferir dicas para se acalmar durante um episódio de crise.

Conheça cada vez mais a si mesmo!
Acesse meu eBook “O Poder do Autoconhecimento”!

Principais Sinais do Colapso Nervoso

Um colapso nervoso pode levar uma pessoa a apresentar sintomas físicos, mentais e comportamentais. As formas como esses sinais irão se manifestar podem variar de acordo com o problema enfrentado por cada indivíduo e o contexto no qual ele está inserido. Veja, a seguir, quais são os principais sintomas.

  • Sintomas físicos ligados à ansiedade, como: pressão alta, tensão muscular, suor nas mãos, tontura, dor de estômago e tremores;
  • Sintomas físicos ligados à síndrome do pânico, como: dor no peito, medo extremo, falta de ar;
  • Pensamentos depressivos;
  • Insônia;
  • Alucinações;
  • Picos extremos de humor;
  • Evitar situações sociais e deixar de ir a compromissos, como trabalho, cursos;
  • Se alimentar mal;
  • Descuido com hábitos de higiene;
  • Isolamento social.

Possíveis Causas de um Colapso Nervoso

Não são apenas as pessoas que já possuem um problema preexistente, como depressão e ansiedade, por exemplo, que podem passar por episódios de colapso nervoso. Isso também pode acontecer nas seguintes situações.

  • Excesso de estresse no trabalho;
  • Evento traumático recente, como a perda de um ente querido;
  • Problemas financeiros;
  • Grande mudança na vida, como um divórcio;
  • Sono insuficiente.

7 Dicas Para Minimizar os Sintomas de um Colapso Nervoso

Às vezes, se sentir perdido e mesmo esgotado em meio a uma fase de muito trabalho ou grande desgaste emocional é natural. Entretanto, quando as coisas começam a sair do controle, se estender por muito tempo e passam a comprometer as atividades do cotidiano, é fundamental procurar ajuda médica o quanto antes. De qualquer maneira, existem algumas medidas que podem ajudar a minimizar esses sintomas e agregar ao tratamento indicado pelo médico, confira!

1 – Reconheça o Que Está Se Passando em Seu Interior

Uma atitude primordial para superar um período de grande estresse é ouvir o seu corpo, se conectar a ele e identificar os sinais. Negar o que está sentindo servirá apenas para intensificar o sofrimento, pois perderá o controle sobre si mesmo. Por isso, prefira acolher tudo isso, para que seja possível se conhecer e se entender melhor e, assim, encontrar soluções verdadeiramente eficazes. Inclusive, não é preciso esperar momentos de crise para isso, mantenha-se sempre em contato consigo mesmo, pois o autoconhecimento é libertador.

2 – Peça Ajuda Para Amigos e Familiares

Ao começar a perceber que as coisas estão saindo do seu controle e que está tendo problemas para realizar suas atividades normais, converse com um amigo ou familiar e peça ajuda. Lembre-se que essas pessoas estão em sua vida para compartilhar momentos, sejam eles bons ou ruins, então, não se sinta um fardo, pois não é. Além disso, um dia, elas também precisarão de você. Em muitos casos, apenas o fato de poder se abrir e dizer o que está sentindo já te fará muito bem.

3 – Utilize Técnicas de Relaxamento

Existem diversas técnicas de relaxamento que são bastante úteis para momentos de crise e colapso nervoso. Algumas que podem ser facilmente realizadas em qualquer lugar e em pouco tempo incluem: contar regressivamente de sessenta a zero, respirar profundamente e em atenção plena durante um minuto, anotar preocupações em um caderno, relaxar os músculos, alongar o corpo, ouvir uma música suave. Experimente várias opções e se permita descobrir novas, assim, terá as suas próprias técnicas para usar quando precisar.

4 – Concentre-se no Momento Presente

Em muitos casos, quando uma pessoa está passando por uma episódio de grande estresse, isso se dá por conta da preocupação com o futuro. Assim, concentrar-se no momento presente é uma boa medida para controlar o nervosismo e relaxar. No início, fazer isso pode se mostrar extremamente desafiador, contudo, conforme o tempo for passando, manter o foco no que está fazendo, sem se deixar levar por pensamentos ansiosos, se tornará natural. Portanto, persista e não desista!

5 – Pratique o Autocuidado

O que você faria se um amigo seu estivesse em meio a um colapso nervoso? Já pensou em fazer tudo o que faria por você? Saiba que se trata de uma atitude de autocuidado, de olhar para si com carinho e compaixão e se tratar do mesmo modo que trataria alguém muito especial. Adotar essa postura é importante porque o ser humano tem a tendência natural de exigir demais de si mesmo, se cobrar e se culpar, e isso não é saudável. Escolha ser gentil consigo mesmo e muitas coisas irão mudar em sua vida.

Conheça cada vez mais a si mesmo!
Acesse meu eBook “O Poder do Autoconhecimento”!

6 – Reduza os Níveis de Estresse Que Puder

Uma medida importante a se tomar ao ter um colapso nervoso é identificar os elementos que estão causando esse estresse. Quando for algo que estiver ao seu alcance mudar, como o excesso de trabalho, por exemplo, é fundamental que verifique as possibilidades de reduzir essa carga. Talvez comunicar ao chefe que está sobrecarregado, contratar alguém caso seja autônomo, solicitar que familiares compartilhem as tarefas domésticas, enfim, analisar o contexto e encontrar formas de aliviar essa pressão.

7 – Adote Hábitos Saudáveis

Por último, é necessário que busque adotar hábitos de vida mais saudáveis, como: se alimentar bem, dormir o suficiente, praticar atividades físicas, fazer pausas no decorrer do dia para relaxar a mente, aproveitar as folgas para descansar. Cuide sempre da sua saúde, tanto física quanto emocional, pois sem ela não conseguirá ser feliz e alcançar os seus objetivos. Pense sempre que qualquer medida que vise a saúde não é perda de tempo e sim investimento, em si mesmo, em felicidade e bem-estar.

Olhe sempre para a sua saúde emocional com seriedade, pois, para que o corpo esteja bem, a mente também precisa estar. Então, se cuide, procure ajuda ao perceber que algo não vai bem e, acredite, por pior que pareça, esse colapso nervoso irá passar.

Se gostou do artigo, aproveite para passar a informação adiante a ajudar outras pessoas que possam estar passando pela mesma situação.

Copyright: 1382912573 – https://www.shutterstock.com/pt/g/motortionfilms

Deixe seu Comentário: