Entenda o que é Modelagem de Processos e como Desenvolvê-la

Por: José Roberto Marques | Blog | 20 de fevereiro de 2017
Gestor cuidando da modelagem de processos de sua empresa

Everything Possible/Shutterstock A modelagem de processos ajuda a empresa a crescer. Entenda como!

Toda empresa deve ser pautada por evolução contínua e, para isso, a modelagem de processos é essencial. Na prática, este método consiste na representação dos processos internos de trabalho de uma empresa por meio de organogramas, mapas, gráficos, análises e fluxos, por exemplo. Tem como objetivo trazer uma visão sistêmica de tudo que acontece na organização, de modo a melhorar determinados aspectos identificados como gaps.

Ao ter uma dimensão global de tudo que acontece na empresa, por meio destas representações visuais, é possível compreender melhor quais são seus pontos fortes e de melhoria, corrigir falhar e ainda melhorar constantemente os processos que não estão surtindo os efeitos desejados. A intenção é que a modelagem ajude o negócio a crescer de modo a maximizar seus resultados financeiros também.

Como Funciona a Modelagem de Processos?

Como dissemos, a modelagem é uma ferramenta que ajuda e, muito, uma organização a entender melhor o funcionamento do negócio. Vamos ver como as informações são reunidas e como ela funciona na prática:

Insumos: diz respeito a todos os materiais usados na criação de um produto e que para isso passam por algum tipo de transformação, que devem ser bem planejadas e executadas para evitar desperdícios e para que seja entregue ao cliente exatamente o produto que ele deseja.

Resultados: a resultante desta transformação dos insumos em produtos.

Facilitadores: consiste nos colaboradores e maquinários usados na transformação dos insumos em resultados para a empresa.

Guias: são as diretrizes usadas para a realização do trabalho, aquilo que normatiza sua realização e o coloca dentro de um padrão de qualidade adequado.

Como Usar este Método?

Para reunir todas as informações num só lugar de modo que elas possam ser claramente compreendidas, o uso de representações por organogramas e gráficos, por exemplo, é fundamental para ilustrá-las. Para que estes dados sejam reunidos existe todo um processo envolvido que consiste em várias etapas:

Entrevistas individuais: coletar os dados diretamente com os profissionais da empresa, só que de forma individual.

Sessões coletivas: reunião dos colaboradores de uma mesma área ou de setores diferentes, para a coleta de informações do grupo.

Análise de cima para baixo: avaliação sistêmica das informações, de todos os dados, das mais altas hierarquias aos mais setoriais.

Análise de baixo para cima: dos processos raiz, de tudo que é feito na empresa até as instâncias mais altas. Pode ser mais lento, porém é também mais completo, pois esta abrange em detalhes todas as áreas.

Com a junção de todas estas informações podemos dizer que a modelagem de processos é uma importante ferramenta, pois dá base à que a empresa consiga identificar seus pontos de melhoria, corrigir suas falhas, organizar melhor suas estratégias, planejar melhor suas ações e ser mais assertiva ao colocá-las em prática.

Portanto, faça da modelagem uma aliada do seu desenvolvimento organizacional, conscientize seus profissionais de sua importância e potencialize seus resultados de forma extraordinária. E se seu objetivo é melhorar e maximizar cada vez mais seus resultados, conheça as Soluções do IBC Corporativo e otimize ainda mais os resultados da sua empresa. Seus colaboradores, clientes e seu sucesso agradecem!

Deixe seu Comentário: