conduta-o-que-e

O que é conduta?

Por: José Roberto Marques | Blog | 11 de julho de 2018

Conduta pode ser definida como a nossa forma de pensar, agir e de viver. Existem dois tipos de conduta: a positiva e a negativa e, cada uma delas, é responsável por guiar nossas atitudes e comportamentos no dia a dia.

A conduta é baseada em nossas crenças, cultura e valores éticos e morais. Por isso, cada um de nós forma seus pensamentos e comportamentos de acordo com as influências que recebeu e, portanto, pensa e age diferente das demais pessoas, que não foram influenciadas pelos mesmos valores.

Nestes momentos é que nascem os conflitos culturais, porém, não é porque alguém tem uma conduta diferente da nossa que pode ser automaticamente considerada como sendo inferior ou errada. Ainda assim, podemos afirmar que a conduta evidencia o caráter da pessoa e, mostra, por meio de suas ações, como ele verdadeiramente é.

Isso explica porque existem sim, tipos de condutas que, de modo geral, são consideradas positivas e, outras que são totalmente rechaçadas pela nossa sociedade. Por isso, quando identificamos estes comportamentos, de acordo com os nossos valores, automaticamente ou sentimos empatia ou repulsa.

Potencialize suas habilidades e permaneça em constante
desenvolvimento!Clique aqui e descubra como isso
é possível! Acesse “Tudo sobre Coaching”!

Tipos de Condutas

Positiva – aquelas que todos desejam que estejam presentes em sua vida: amar, doar, ajudar, perdoar, acolher, reconhecer, vencer.

Negativa – são aquelas consideradas moralmente reprováveis: matar, roubar, corromper, agredir, violentar, enganar.

Entenda a Diferença de Conduta Ética e Conduta Moral

A ética se refere ao conjunto de valores e regras definidas por determinado grupo ou cultura, e que é comum a todos. É o que define como o homem deve se portar no meio social enquanto a moral é o conjunto de regras que orientam o comportamento do indivíduo dentro de uma sociedade. Ela pode ser adquirida através da cultura, da educação, da tradição e do cotidiano.

Para se ajustar a um princípio moral, uma pessoa poderá ir contra sua ética. Já outra que segue rigorosamente os princípios morais de uma sociedade pode não ter nenhuma ética. Da mesma forma, para manter sua integridade ética, ele pode violar os princípios morais dentro de um determinado sistema de regras.

“O conhecimento lhe dará poder, mas o caráter lhe dará respeito” Bruce Lee

A conduta evidencia o caráter. Mas como é formado nosso caráter? Ele pode ser mudado com o tempo? Ele, de fato, não se define na nossa infância e nem na fase da adolescência. Ele se molda com o tempo, de acordo com nossos valores, nossas crenças, atitudes.

Enquanto existem pessoas de caráter frio, incapazes de reagir à dor dos outros, há outras de caráter tão sensível que são capazes de arriscar suas próprias vidas para acolher o outro.

Autores afirmam que a formação do nosso caráter está intrinsicamente ligada à três dimensões:

Ressonância – Relativo ao tempo de reação quando da experimentação de certas coisas. Por exemplo, quando uma pessoa termina o relacionamento que não ia bem, não era feliz. Depois de algum tempo começa a se relacionar com uma pessoa com o mesmo perfil da anterior. Pessoas com baixa ressonância levam algum tempo para fazer essas leituras e chegar ao aprendizado. Sempre cometendo os mesmos erros. Daí a dificuldade de mudança de caráter

Emotividade – é a capacidade de gerar emoções com base em certos estímulos. Ela molda também nossa forma de reação às emoções dos outros, embora nem todas as pessoas reagem da mesma maneira às mesmas coisas.

Você é feliz?

Atividade – está ligado ao nosso sistema de valores. Cada pessoa tem um sistema de valores que segue, age, internaliza e aceita com seu. Cada um com seus princípios e suas considerações. Por exemplo, num ambiente de trabalho onde existem desperdícios de matéria prima, alimentos. Ao invés da pessoa se mobilizar para encontrar uma forma de economia, se limita a fechar os olhos e fazer como a maioria, mesmo sabendo que não seria muito correto.

 

Conduta X Atitude

Atitude é uma pequena coisa que faz uma grande diferença.”

Clarice Lispector

Atitude é uma norma de procedimentos que a pessoa a um determinado comportamento. É aplicada no estudo do caráter como indicação adquirida ou inata. É um comportamento habitual mas em circunstâncias diferentes. Não nascemos com atitude, elas são aprendidas com o tempo.

Cada pessoa pode ter um tipo de atitude diferente no dia a dia. Pode ser passiva ou ativa, vai depender dos fatores, das situações que ela irá enfrentar. O histórico pessoal, as experiências anteriores, da infância até a vida adulta, as crenças, os ambientes onde fora criado, tudo isso influencia na tomada de atitude.

E nossa personalidade vai se formando assim. Assim como o caráter está em constante formação, nossas atitudes também vão mudando de acordo com nossas vivências.

Quem nunca ouviu alguém dizer: “Aquela mulher é de atitude!” Quer dizer que ela tem pulso forte, personalidade dominante. Mas o que seria daquelas mulheres meigas e sensíveis? Seria preciso mudar seu comportamento para uma atitude dominante para se sair bem entre as demais?

Existem formas e visões diferentes de se chegar lá. Não quer dizer que não vão poder compartilhar das mesmas conquistas, das mesmas realizações. Cada pessoa tem sua forma de lidar com suas experiências e encontrar a melhor conduta e atitude para se posicionar tanto no ambiente de trabalho quanto no social.

A conduta profissional e a conduta pessoal estão diretamente ligadas aos valores que cultivamos. Por isso, quando alimentamos crenças negativas tendemos a ter atitudes iguais tanto no ambiente de trabalho como fora da empresa.

Muitas vezes, inconscientemente, temos atitudes desfavoráveis e cometemos erros que acabam sabotando o nosso sucesso. Neste sentido, o profissional deve buscar ajuda para identificar como os valores norteiam suas ações e, de quais formas, eles interferem em seus resultados.

 

Exemplos de Atitude Ética

  • Respeito as normas e regras da sociedade
  • Atitude de cooperação com o outro
  • Respeito ao próximo e educação em primeiro lugar
  • Respeito à hierarquia familiar e no trabalho
  • Pagar seus compromissos financeiros

 

Exemplos de Atitude Antiética

  • Comercializar ou adquirir produtos falsificados
  • Furar filas
  • Comportamento ofensivo com o outro
  • Tentar levar vantagem em cima do sofrimento do outro
  • Sonegar, enganar, trapacear

 

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto
é FELIZ! Clique aqui e conheça nosso
“Termômetro da Felicidade” !

Coaching no Processo de Mudança

Os comportamentos negativos evidenciam condutas que devem ser reavaliadas e modificadas urgentemente, uma vez que estão prejudicando a pessoa, tanto profissional como pessoalmente. Neste contexto, um grande aliado na resolução destes problemas, é o Coaching.

De forma, assertiva, objetiva e acelerada, a metodologia auxilia os indivíduos a identificarem seus pontos fortes e de melhoria e, com isso, a eliminar os comportamentos que sabotam sucessivamente o seu sucesso.

Este extraordinário processo é tão poderoso porque convida a pessoa a refletir sobre suas ações, crenças e valores e a traçar metas e objetivos alinhados com as mudanças que o coachee (cliente) está disposto a realizar em sua vida.

Então, quer melhorar comportamentos e mudar algumas condutas? Faça o Professional & Self Coaching e aprenda a fazer diferente!

E, para você, o que é conduta? Compartilhe abaixo sua opinião!

 

Copyright: 532875034 – https://www.shutterstock.com/pt/g/sinart%20creative

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: