pessoas-dificeis

Como Lidar Com Funcionários Difíceis? Entenda o Lado Humano de Seus Colaboradores

Por: José Roberto Marques | Blog | 07 de janeiro de 2018

Lidar com pessoas pode ser um grande desafio, mas que pode ser superado quando se passa a entender o lado humano de cada um. Em uma empresa, são reunidos indivíduos com os mais diferentes perfis, histórias, sonhos, crenças e anseios e, é exatamente essa diversidade que torna as equipes completas e fortes para alcançar as metas estabelecidas. Portanto, saber como lidar com funcionários difíceis é um dos papéis dos bons líderes, que devem extrair o melhor de cada profissional.

Tipos de Funcionários Difíceis

Em primeiro lugar, é necessário considerar quais são as características que fazem com que um funcionário seja considerado difícil. Existem diversos perfis que podem oferecer realmente desafios à convivência diária. Veja, a seguir, os tipos mais comuns.

Competitivos: pessoas com esse perfil têm maior dificuldade para trabalhar em equipe porque além de não confiarem na capacidade dos outros, também querem se destacar em todas as oportunidades. Por outro lado, são colaboradores que procuram sempre dar seu melhor e que são muito produtivos. O segredo está em saber dosar esse desejo de vencer, para que não atrapalhe o entrosamento do grupo.

Estressados: pode ser bastante desafiador lidar com indivíduos estressados, porque nunca se sabe quando irão responder uma pergunta simples de forma ríspida. Eles não conseguem se controlar quando são contrariados e, por isso, podem desestabilizar toda a equipe.

Dramáticos: são aqueles que sempre se colocam como frágeis e afirmam que todos na empresa estão contra eles. Têm uma grande dificuldade de lidar com os momentos de crise, as falhas que cometem e não sabem aproveitá-las para o seu desenvolvimento, pois apenas se lamentam.

Arrogantes: os funcionários arrogantes podem ser bastante nocivos para toda a equipe, pois sempre se colocam como superiores, culpam terceiros pelos seus erros e beiram a falta de educação ao lidar com os colegas e clientes. Sua forma de tratar as pessoas pode causar um clima ruim no ambiente de trabalho e fazer com que a comunicação e a relação interpessoal sejam bastante prejudicadas.

Procrastinadores: são aqueles que sempre afirmam que darão conta dos projetos dentro dos prazos, mas raramente os respeitam, pois pegam mais tarefas do que dão conta e tem o hábito de deixar para depois o que podem fazer hoje. Quando a data de entrega se aproxima, começam a ficar nervosos porque o tempo está acabando e falta muito para terminar ou ainda nem começaram seu trabalho. Com isso, atrasam o trabalho de toda a equipe, ficam tristes, desmotivados e eles também acabam comprometendo seus resultados, o dos colegas e da empresa.

Como Lidar Com Funcionários Difíceis de Forma Humanizada

Depois de conhecer os principais perfis de funcionários que são considerados difíceis, chega o momento de descobrir formas de lidar com eles por um viés humanizado. Ao adotar uma postura focada no desenvolvimento de cada profissional, verá que é possível contornar certas características ou mesmo revertê-las a favor de um bom desempenho e de grandes resultados.

Eliminar o Espírito de Competição Negativa

Uma boa maneira de fazer com que os colaboradores competitivos passem a se enxergarem como membros de uma equipe é: estimulando e reconhecendo os resultados coletivos. Então, ao invés de premiar somente individualmente quem bater as metas, isso passará a ser feito em conjunto. Dessa forma, eles terão que aprender a trabalhar em conjunto e passar a competir de forma mais saudável.

Vale lembrar que é necessário manter a atenção sobre o desempenho de cada um, mesmo sem mencionar isso, para que possa verificar se todos estão se esforçando igualmente. Assim, saberá se existe alguém que está se aproveitando do esforço dos colegas e não está verdadeiramente empenhado em obter bons resultados. Ainda assim, seja sempre um líder justo, ou seja,  além de reconhecer as conquistas em grupo, também destaque aqueles funcionários que individualmente tiveram uma alta performance.

Acalmar os Ânimos dos Estressados

Uma pessoa que está sempre estressada demonstra um grande descontrole sobre suas emoções. Nesse caso, é importante que o líder chame o colaborador para uma conversa e mostre a ele que é possível evoluir e aprender a se controlar. O incentivo ao autoconhecimento poderá ajudá-lo a entender quais são os acontecimentos que o levam a se sentir irritado e, assim, poderá resolver isso dentro de si sem afetar todos ao seu redor.

Vale lembrar que essa conversa deve ser completamente tranquila e amigável, com feedbacks bem pensados. Mostre que se preocupa com o funcionário em questão, evidencie com clareza os problemas causados por seus descontroles no trabalho. Esclareça ainda que sabendo entender e controlar suas emoções, que as chances de mostrar suas habilidades e potencializar seus talentos são ainda maiores. Incentivar a prática de atividades físicas pode ajudar bastante nesse processo.

Empoderar os Dramáticos

As pessoas que se fazem de vítima geralmente se enxergam dessa forma, pois têm problemas com autoestima e, por isso, são inseguras. Assim como no caso do estressados, é importante conversar e incentivar que elas busquem o autoconhecimento, principalmente em relação às suas qualidades, talentos e competências técnicas. Quando tiverem consciência dos seus pontos positivos, certamente se sentirão mais seguras e deixarão a dramaticidade de lado.

Durante a conversa, mostre certa firmeza, para que fique claro que, mesmo que a empresa tenha um ambiente leve e informal, são todos adultos e que têm responsabilidades a serem cumpridas e uma boa postura. Impor limites é necessário para mostrar que esse comportamento de vítima é nocivo para toda a equipe e, principalmente, para o colaborador que o apresenta.

Humildade Para os Arrogantes

Aqueles que agem de forma arrogante em relação aos colegas de trabalho, geralmente escondem uma grande insegurança ou mesmo uma crença de superioridade. Com isso, sentem a necessidade de se autoafirmarem, entretanto, em muitos casos, nem eles mesmos acreditam totalmente em suas qualidades. A melhor maneira de lidar com profissionais com esta característica, assim como no caso dos competitivos, é mostrando que embora todos tenham talentos importantes, que é a junção das competências de todos os membros da equipe que é essencial para se conquistar os objetivos da empresa.

Procure formas de incentivar a união entre todos e mostrar que cada um tem a sua importância dentro do grupo e são como engrenagens que fazem com que a máquina funcione. Dessa forma, mostrará que alimentar sentimentos de raiva pelo colega que age com arrogância apenas irá atrapalhar essa união que é tão necessária para se alcançar o sucesso.

Noções de Organização Para os Procrastinadores

Geralmente, os procrastinadores têm dificuldade em organizar o seu tempo. Uma forma interessante de ajudá-los é mostrando que o trabalho precisa ser dividido em etapas. Então, ao invés de deixar para verificar apenas o projeto depois de pronto, procure acompanhar a realização de cada passo. Além de ajudar o funcionário a concluir suas demandas dentro do prazo, agir assim é interessante porque permite que sejam dados feedbacks pontuais e que reduzirão as necessidades de retrabalho.

Os Cuidados a Serem Tomados no Processo de Seleção

Por mais que seja possível ajudar os colaboradores a aperfeiçoarem certos pontos de seu comportamento, é importante que os perfis e compatibilidades sejam verificados e ainda durante o processo de seleção para as vagas. Para isso, o ideal é criar um job description, que é um documento em que consta o perfil desejado, considerando habilidades técnicas e de temperamento, para que seja possível encontrar os candidatos que melhor se encaixem nos cargos que estão em aberto.

Espero que as dicas te ajudem a contratar funcionários de forma mais assertiva e a lidar de maneira mais positiva com aqueles que são considerados difíceis. Quando se adota uma postura humanizada, é possível enxergar as pessoas sob um novo aspecto e, assim, promover relacionamentos focados na evolução de cada colaborador e construir um ambiente mais positivo para todos.

Deixe seu Comentário: