jeff-bezos-historia

Jeff Bezos – O homem mais rico do mundo

Por: José Roberto Marques | Blog | 04 de dezembro de 2019

Você pode até não ter ouvido falar o nome de Jeff Bezos ou já ter ouvido e não saber exatamente quem ele é, mas certamente conhece a Amazon, empresa fundada por ele e que é uma das pioneiras do e-commerce. No artigo de hoje falarei a respeito da história desse grande empresário, com lições que certamente irão te inspirar a buscar o sucesso. Apenas para dar uma pequena amostra do que vem a seguir, fique com uma citação dele: “Se você não quer receber críticas, por favor não tente nada novo”.

Conheça a história de Jeff Bezos e da criação da Amazon

Nascido em 1964, no estado americano do Novo México, Jeffrey Preston Bezos desde cedo mostrava que tinha potencial para construir uma carreira de sucesso. Quando ainda estava no ensino médio, desenvolveu o Dream Institute, um projeto que tinha como objetivo promover o pensamento criativo entre jovens estudantes. Em 1986, após se formar em engenharia elétrica e ciência da computação, Bezos passou por diversas companhias até entrar para o quadro de funcionários de uma grande empresa de investimentos em Nova York, em 1990.

Com pouco tempo na instituição, foi nomeado vice-presidente sênior e ficou encarregado de examinar as possibilidades de investimento na internet, algo que ainda era bastante novo na época. Foi a partir daí que a imaginação empreendedora de Bezos começou a se aflorar. Em 1994, ele deixou a empresa de investimento e se mudou para Seattle, em Washington, para abrir uma loja virtual de livros. Trabalhando em sua garagem e com poucos funcionários, começou a desenvolver o software que seria usado no site.

Assim, em 1995, nasceu a Amazon, que recebeu esse nome por conta do Rio Amazonas, que é considerado o maior do mundo em extensão. A inspiração veio através da ideia de que a loja iria contar com uma imensa variedade de títulos de livros que fosse comparada ao tamanho do rio. Inclusive, o logo da marca traz uma seta que vai da letra A até a letra Z, reforçando a ideia de variedade.

A ascensão da Amazon com o surgimento de novos produtos e serviços

A Amazon rapidamente se tornou líder em e-commerce. Aberto 24 horas por dia, uma grande novidade na época, o site era fácil de usar, e ainda havia incentivo para que os usuários publicassem suas próprias resenhas de livros, oferecendo a eles descontos em troca. Em junho de 1998, a loja virtual começou a vender CDs e, alguns meses depois, DVDs. No ano seguinte, Bezos abriu um espaço no site para leilões e investiu em outras lojas virtuais. O sucesso da empresa incentivou outros varejistas, incluindo as principais redes de livros, a começarem a também vender online.

À medida em que mais empresas chegavam na internet, Bezos percebeu a necessidade de diversificar o seu negócio e, em 2005, o site passou a oferecer uma variedade maior de produtos, incluindo eletrônicos, roupas e hardware. Em 2006, surgiu o Amazon Web Services, também conhecido pela sigla AWS, uma plataforma de serviços de computação em nuvem, que se tornou o maior dessa categoria no mundo.

No final de 2007, a companhia lançou um novo dispositivo de leitura portátil chamado Kindle, um leitor digital de livros com conectividade Wi-Fi, que permite que os clientes comprem, baixem, leiam e armazenem uma vasta seleção de livros. A Amazon anunciou em 2010 que as vendas de livros Kindle haviam superado as de livros tradicionais de papel. E, se acha que já está bom de novidades, saiba que, no mesmo ano, a companhia começou a fazer seus próprios programas de televisão e filmes através da divisão Amazon Studios.

Você é feliz?

As vendas líquidas anuais da Amazon aumentaram de 510 mil dólares em 1995, para cerca de 600 milhões em 1998, mais de 19 bilhões em 2008 e quase 233 bilhões em 2018. Realmente são números surpreendentes e que mostram que Jeff Bezos é realmente um empresário com visão, que jamais se acomoda e está sempre em busca de novas maneiras de oferecer soluções para seus clientes.

5 Lições que podemos aprender com Jeff Bezos e sua trajetória brilhante

Sem dúvida nenhuma, temos muito a aprender com Jeff Bezos e sua história. Veja, a seguir, sete lições poderosas que o CEO da Amazon nos ensina.

1 – Mire nos clientes e não na concorrência ou no dinheiro

Jeff Bezos foi pioneiro em tantas coisas porque manteve sempre o foco no cliente e não em vencer a concorrência ou ganhar dinheiro, assim, isso se tornou uma consequência da satisfação dos consumidores. Ele afirma que aqueles que miram na concorrência perdem tempo esperando para ver o que outras empresas vão lançar, em vez de se dedicarem para criar produtos e serviços verdadeiramente relevantes.

2 – É mais fácil inventar o futuro do que prevê-lo

Prever o futuro é, realmente, uma tarefa um tanto quanto complicada, afinal, por mais que dê para se ter uma ideia do que pode acontecer, é difícil ter certeza. Então, em vez de tentar adivinhar o que as pessoas poderiam desejar ou precisar no futuro, Bezos foi lá e criou esses desejos e necessidades através da loja virtual, dos livros digitais, da AWS, entre outros produtos e serviços.

3 – Seja teimoso e, ao mesmo tempo, flexível

Bezos sabia onde queria chegar, e é daí que vem a sua teimosia, em seguir adiante e não desistir ao cometer um erro. Por outro lado, ele também sabe ser flexível e se adaptar às condições que tem, às necessidades do mercado e daí por diante. Nem tudo o que ele fez deu certo, mas o importante é que soube quando era hora de insistir ou de mudar os planos.

4 – Equipes pequenas funcionam melhor

Um fato curioso é que Bezos tem uma forma um tanto quanto peculiar de determinar o tamanho das equipes dentro da companhia. Para ele, grupos que podem ser alimentados com duas pizzas, ou seja, que sejam formados por cinco a sete pessoas, são os que funcionam melhor. E essa regra é levada a sério dentro da Amazon.

5 – Quanto mais experimentar novas ideias, maiores as chances de acertar

Ao longo do artigo, compartilhei apenas as principais empreitadas de Jeff Bezos, pois ele está sempre criando e tentando lançar novos projetos, desde o início de sua carreira até hoje. Ele afirma que quanto mais ideias experimentar, maiores são as chances de acertar e isso faz todo o sentido. Portanto, permita-se tentar, ouse, arrisque e aumente as suas chances de alcançar o sucesso.

Espero que a história e as lições de Jeff Bezos tenham te inspirado. Para finalizar, deixo mais uma frase brilhante dita por ele: “Se você decidir que fará apenas aquilo que tem certeza que dará certo, deixará inúmeras de oportunidades para trás”. Pense nisso e se permita ousar e ir além!

Copyright:  1399561367 – https://www.shutterstock.com/pt/g/scarletsails

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: