Gestão e Liderança - Quais as Diferenças? - JRM Coaching
gestao-lideranca-conceito

Gestão e Liderança – Quais as Diferenças?

Por: José Roberto Marques | Blog | 12 de junho de 2018

Os conceitos de gestão e liderança, apesar de diferentes, são complementares e se mostram como características essenciais entre aqueles que ocupam cargos de gerência. Nesse sentido, um bom gestor é aquele que também sabe ser líder e vice-versa. Enquanto o primeiro tem a ver com o fazer e lida, principalmente, com a parte técnica e racional do negócio, o segundo se refere ao ser e ao aspecto emocional que está envolvido com o relacionamento interpessoal dentro de uma organização.

Entenda os Conceitos de Gestão e Liderança e Suas Diferenças

É comum vermos por aí gestão e liderança sendo colocadas como perfis opostos, no sentido de que um indivíduo que apresente uma dessas posturas não possa ter características da outra. Na realidade, o ideal é sempre optar pelo caminho do meio, equilibrando habilidades gerenciais e de liderança. Como bem disse Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, gestão é fazer certo as coisas, já a liderança é fazer as coisas certas.

Uma empresa sólida é aquela que se preocupa com os processos sem deixar de valorizar o seu capital humano. E, por mais que um profissional possa ter maior inclinação para ser um gestor ou um líder, é perfeitamente possível desenvolver as habilidades que ainda não sei possui. A metodologia poderosa do Coaching se mostra como uma ótima opção para isso, tanto que diversas companhias têm investido nesse tipo de treinamento para os seus diretores.

7 Atitudes Para Equilibrar Características de Gestão e Liderança

Organizações que mantêm o foco na gestão e deixam a desejar no quesito liderança crescem devagar porque se esquecem do quanto é importante ter colaboradores engajados e motivados. Já as companhias que focam demais na liderança, acabam negligenciando a necessidades de se ter processos eficazes e bem definidos. Portanto, a empresa ideal é aquela que consegue equilibrar gestão e liderança, pois valoriza o seu pessoal sem se descuidar da parte técnica e, assim, consegue ter uma alta performance.

Confira algumas atitudes poderosas para equilibrar as características de gestão e liderança e, assim, obter resultados extraordinários.

1 – Observar a Equipe Para Entender Quando Deve Intervir

Quando os seus colaboradores estão realizando suas funções com eficácia e eficiência, então não há razão para intervir. Mantenha-se por perto, para caso precisem de alguma orientação, mas permita que tenham autonomia para continuarem se desenvolvendo. Caso perceba que há algo a ser corrigido, converse com a equipe e, com o auxílio de todos, procure descobrir o que está comprometendo a qualidades dos resultados. Então, ajude-os a colocar em prática as mudanças que foram definidas por vocês.

2 – Realizar uma Gestão de Tempo Eficaz

Para ser um gestor líder verdadeiramente eficaz, é fundamental que reconheça a importância de gerenciar não apenas o seu tempo com eficácia, mas também dos seus colaboradores, inspirando-os a agirem da mesma maneira. Assim, as reuniões devem ser realizadas apenas quando forem para tratar de um assunto verdadeiramente importante. Além disso, é necessário manter a atenção para que não se estenda mais do que o necessário. Afinal, se desperdiçar o próprio tempo já é ruim, fazer isso com as outras pessoas também é.  

3 – Se Responsabilizar Pelos Fracassos da Equipe

Terceirizar a culpa quando algo não sai da forma como se esperava é uma postura que deve ser completamente evitada pelos bons gestores e líderes. Afinal, se há uma equipe e alguém responsável por liderá-la é sinal de que todos estavam envolvidos, mas cabe ao supervisor assumir a responsabilidade, pois é dele a função de orientar e definir os caminhos que serão seguidos. Nesse sentido, deve-se assumir os fracassos da mesma forma que se faz com os sucessos e, então, analisá-los a fim de buscar soluções.

4 – Ter o Real Desejo de Contribuir

Mais do que ter um ótimo salário e conquistar níveis cada vez mais altos na carreira, um gestor que também é líder deve ter como missão transformar vidas através dos produtos ou serviços que a empresa oferece e, também, dos colaboradores e da sociedade de uma forma geral. Essa visão ampla irá permitir que as decisões tomadas por ele tenham como objetivo, claro, aumentar os lucros, mas sem deixar de lado o fator social que é tão importante dentro das organizações.

5 – Saber Dividir Sua Atenção

Como dito anteriormente, uma empresa precisa da gestão tanto quanto precisa da liderança para ter uma alta performance e atingir os resultados desejados. Dessa forma, é fundamental que um gestor se mantenha sempre atento ao próprio comportamento, para que identifique caso esteja pendendo demais para um dos lados. Pedir feedbacks aos outros supervisores e também aos funcionários é uma ótima maneira de manter a gestão e a liderança equilibradas.

6 – Explicar o Objetivo Por Trás de Cada Meta

Ter metas bem definidas é essencial para que uma empresa atinja os seus objetivos. Entretanto, para que os colaboradores se sintam verdadeiramente engajados para trabalhar por elas é necessário explicar a razão de cada uma, dando a eles motivos para que se dediquem. É exatamente daí que vem a palavra motivação, que é formada por motivo + ação. Portanto, compartilhe o propósito da organização com os funcionários de forma clara e chame-os para participarem ativamente de cada conquista.

7 – Desenvolver a Inteligência Emocional

Uma empresa não é feita apenas de conhecimentos técnicos, pois há um fator humano por trás de cada ação que é realizada. Portanto, desenvolver a inteligência emocional se mostra como uma atitude essencial para ser um gestor líder eficaz. Assim, pode-se lidar com mais sabedoria para solucionar conflitos internos, agir em situações de crise, adaptar-se às mudanças e se relacionar com as pessoas de uma forma geral, coisas que apenas se tornam possíveis quando se tem controle das próprias emoções.

Um gestor que não possui habilidades de liderança não saberá como fazer perguntas, ouvir e motivar os seus colaboradores. Sem esse entendimento entre todos os envolvidos, ele não conseguirá incentivar a inovação e melhorar a produtividade, que são os objetivos de qualquer negócio que queira se tornar bem-sucedido. Portanto, é fundamental encontrar o equilíbrio, pois o caminho do meio é o que irá levar a organização a alcançar o sucesso. Através da soma de liderança e gestão é possível obter resultados extraordinários!

 

Copyright: 522608533 – https://www.shutterstock.com/pt/g/asdf_media

Deixe seu Comentário: