fe-religiao

Por: Equipe JRM | Blog | 27 de fevereiro de 2020

Como um grão de mostarda.

Os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa !” O Senhor respondeu: “Se tivésseis fé, mesmo pequena com um grão de mostarda podereis dizer a esta amoreira: `Arranca-te daqui e planta-te no mar´, e ela vos obedeceria” (Lc 17,5-6). “Se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a esta montanha: ‘vai daqui para lá, e ela irá.

Nada vos será impossível’” (Mt 17,20) O tema da fé é instigante, e estivemos com ele de uma forma bem direta no primeiro capítulo, trabalhando o tema religião. Fé é um tema que perpassa toda a temática deste livro, perpassa, enfim, toda a nossa vida.

Esse tema também caberia no capítulo IV, antes da seção “Dízimo e Ofertas”, pois dentro da proposta da Celebração, lá naquela parte, é que se faz a profissão de fé. As verdades da fé. É o tema que vai fazer com que cada pessoa, você, eu e muitas outras, consiga encontrar o sentido da vida.

Foi com muita fé, fé vibrante, que ousei propor uma parceria com o José Roberto Marques para escrevermos este livro. Religião e Coaching visam à libertação, e, nesta fé, me coloquei na busca de fazer este livro se tornar realidade, favorecer a compreensão da libertação das pessoas pelo mundo, possibilitar a espiritualidade pura frente ao Deus da Vida.

Assim a fé me conduziu; com certeza, por esta fé, o José Roberto Marques me acolheu. Gratidão sempre. Neste momento o meu coração vibra, a minha mente se aquece junto à minha pele e todos os ossos que ela encobre. Isto é a certeza de que tenho fé; e, como descrito na parábola da semente de mostarda, estou concluindo a transposição de uma grande montanha. Como vimos no início do livro, refletindo sobre religião, a fé é uma vibração intensa dentro de nós.

Ela nos leva a fazer coisas extraordinárias, a desempenhar grandes missões. Com ela, pagamos promessas, trazemos as pessoas para diversas ações solidárias. Pela fé, as pessoas percorrem a pé um percurso geográfico em direção a um centro de romaria, sobem ajoelhadas, centenas de degraus de uma igreja, mobilizam uma população de uma cidade, ou parte dela, em busca do tratamento de uma pessoa querida, levantam uma quantia de dinheiro para a construção de um hospital, criam institutos para treinamentos de pessoas, enfim, fazem o que até então poderia ser considerado impossível.

Isso é remover montanhas. população de uma cidade, ou parte dela, em busca do tratamento de uma pessoa querida, levantam uma quantia de dinheiro para a construção de um hospital, criam institutos para treinamentos de pessoas, enfim, fazem o que até então poderia ser considerado impossível. Isso é remover montanhas.

Deus nos dá o potencial para realizarmos o que quisermos sobre a face da Terra, mas precisamos conhecer esse potencial. Ah! Quando todas as pessoas colocarem sua fé em ação, com certeza, como diz a música de Waldecy Aguiar, “vai dar tudo certo”. Você está lendo este livro, precisamente nesta penúltima parte, sobre a certeza de que deu certo para mim.

Coloquei a minha fé em ação, acreditei no meu potencial, busquei os auxílios necessários, não me faltaram as pessoas certas que vibraram comigo, e aqui estou eu dizendo que a montanha foi transportada, este livro, o meu primeiro livro numa editora, foi publicado.

Você é feliz?

Pois bem, numa compreensão teológica da fé, recorro à Bíblia citando Coríntios 13,13 para trazer as chamadas virtudes teologais: fé, esperança e caridade. Fé — Crer naquilo que não se vê claramente (Deus e Sua unidade); Esperança — Crer na promessa, na realização dos desejos mais profundos do ser humano: Vida Eterna e Reino; Caridade — Crer no outro objetivamente.

É o amor como ação efetiva, isto é, amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Portanto, a fé é uma virtude. Virtude, entre outras definições, é uma capacidade exclusivamente humana, ausente nos outros animais.

A fé como virtude é algo exclusivo do ser humano, do ser humano que é capaz de sair de si e se colocar no ainda não visto. Por isso, um ser humano é capaz, pela fé, de levar à cura outro ser humano, alguém muito querido, também capaz de sentir concretizada uma dada ação ainda não realizada, como uma peregrinação, o cumprimento de uma promessa, enfim, é capaz de se antecipar no tempo e no espaço para fazer chegar até si algo ainda não concretizado.

A fé precisa ser orientada, o Catecismo da Igreja Católica orienta a fé para a Trindade: Deus Pai, Filho e Espírito Santo. É importante que a fé seja professada e testemunhada. Para isto, a participação numa religião, como a cristã, é essencial para dar visibilidade e concretude à ação de fé. Professe a sua fé na Trindade, sinta todas as bênçãos de

Deus sendo derramadas sobre você e faça coisas extraordinárias pelo mundo em favor do bem das pessoas à sua volta. Às vezes podemos pensar e dizer que a nossa fé é pequena demais e, com isso, não nos lançamos na busca de nossos sonhos, nem os somamos com os sonhos de outros.

Deixamos a semente apodrecer; e, junto, muitas pessoas que poderiam ter sido beneficiadas, se tal sonho tivesse sido colocado em ação, simplesmente ficaram paradas no meio do caminho, não se beneficiando dos resultados que poderiam ter, se tivesse sido colocada a fé em ação.

É simplesmente lamentável pois isto muito acontece pelo mundo afora. A nossa sociedade poderia ser bem melhor se as pessoas colocassem, cada uma, a fé em ação. “Não se perturbar o vosso coração! Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fosse assim, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós.

E, depois que eu tiver ido e preparado um lugar para vós, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais vós também. E para onde eu vou, conheceis o caminho”. Tomé disse: “Senhor, não sabemos para onde vais.

Como podemos conhecer o caminho?” Jesus respondeu: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão ser por mim” (Jo 14,1-6). Não se envergonhe de duvidar da sua fé. Assim como Tomé, questionese, confronte os fatos, apure a verdade, abra-se à possibilidade de ter que admitir o até então pensado como impossível. Deus é real e se faz presente o tempo todo em sua vida.

Feche um pouco os olhos para o mundo e constate o quanto ele pode ser visível dentro de você. Daí sim, abra os olhos e veja o mundo a partir da humildade, do simples e torne-se uma testemunha de Deus nas muitas realidades com que se deparar.

Deixe a fé te conduzir. Como sacerdote, tenho um lema: “não tenhas medo, vá anunciar, Eu estou contigo todos os dias” (Mt 28,10.20). Já se passam 15 anos de sacerdócio, são muitas as alegrias, mas não faltaram também as inseguranças, os desajustes na caminhada, os medos.

Este lema sempre fez a diferença, sempre veio às minhas lembranças, nele está a certeza de que, mesmo não conseguindo medir o tamanho da minha fé, eu tenho a certeza de que ela sempre existiu e foi a responsável por me manter firme no caminho da graça de Deus.

Caminhando na graça de Deus, com alegria, sempre fui muito grato às orações do Povo de Deus. Pessoas simples, cheias de entusiasmo, nunca faltaram em dizer-me que rezaram e rezam sempre a meu favor. Reconhecem a missão do padre e não lhe deixa faltar a oração. Isto faz muito sentido para mim. Abençoado, o que sempre reconheço ser pelo Senhor, peço a sua benção também sempre sobre todas as pessoas do mundo inteiro.

Copyright: 1470108026 – https://www.shutterstock.com/pt/g/Nastyaofly

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: