cromoterapia-cores

Entenda Como a Cromoterapia Funciona e Quais São os Seus Benefícios

Por: José Roberto Marques | Blog | 23 de julho de 2019

Também conhecida como terapia das cores, a cromoterapia utiliza as cores para promover a homeostase, que é o nome dado ao estado de equilíbrio do organismo humano. Para isso, são realizadas, entre outros métodos, aplicações de luzes coloridas em áreas específicas do corpo, com o intuito de tratar ou prevenir doenças e problemas de ordem emocional. É interessante dizer que a OMS – Organização Mundial da Saúde, reconhece a cromoterapia como uma terapia alternativa desde os anos 70.

Adote práticas que contribuam verdadeiramente na sua qualidade de vida!
Conheça meu desafio “Detox da Mente” e descubra como ser feliz na essência!

O Que é a Cromoterapia e Como Ela Funciona?

Todos os seres que vivem no planeta terra precisam de luz para existirem, assim como as cores, pois é graças à luminosidade que cada tonalidade se forma. Considerando essa relação, chegou-se à conclusão de que luzes em diferentes tons podem ser usadas para realizar mudanças nas pessoas. E, assim, descobriram que cada cor tem um tipo de propriedade curativa, podendo ser usadas de acordo com as necessidades de cada indivíduo.

Se você tem dúvidas de que este tipo de terapia realmente funciona, basta considerar o efeito que o sol tem sobre nós. Inclusive, é sabido que a falta de luz solar pode levar as pessoas a se sentirem mais deprimidas e desanimadas, porque realmente precisamos de sua energia para nos sentirmos bem. Além disso, ainda tem a questão da vitamina D, que é absorvida através da exposição solar e é fundamental para o desenvolvimento saudável de dentes e ossos.

Assim como qualquer outro tipo de tratamento, a cromoterapia deve ser realizada por um terapeuta treinado, que pode usar diversos métodos diferentes. A terapia tem como principal objetivo equilibrar as energias do corpo, para que aflições mentais, emocionais ou físicas possam ser melhoradas. Para isso, os terapeutas costumam usar uma variedade de ferramentas, que podem incluir: cristais, velas ou luzes artificiais, tecidos, banhos com água colorida, lasers e exercícios de visualização.

Essas ferramentas são usadas para ajudar o paciente a superar o seu problema. Contudo, é importante dizer que o processo pode envolver mais do que simplesmente expor o indivíduo às cores, e que, geralmente, diferentes tipos de tratamento devem ser realizados ​​em conjunto com a cromoterapia, para que seja possível alcançar as mudanças esperadas.

Significados das Cores na Cromoterapia

Como você deve ter percebido, na cromoterapia cada cor tem um significado diferente. Assim, o terapeuta define os tons a serem utilizados de acordo com a necessidade de cada paciente. Veja, a seguir, quais são as indicações das principais cores usadas.

Amarelo

É uma cor que remete ao sol e a toda a sua energia. Auxilia no fortalecimento do sistema nervoso, da mente e também dos músculos. É indicada para o tratamento de problemas ligados às emoções e esgotamento mental, proporcionando energia e desejo pela vida.

Azul

Edwin Babbitt, um dos precursores da cromoterapia, afirmou em um livro que publicou sobre o assunto que a cor azul é o maior antisséptico do mundo. A cor é indicada para inflamações em geral, além de ter propriedades calmantes para casos de fortes emoções.

Branco

A cor branca é formada através da combinação de todas as outras, que se unem em uma perfeita harmonia. Os especialistas em cromoterapia afirmam que a luz branca eleva a vibração da consciência e do corpo, trazendo harmonia para todos os aspectos da vida. Por esse motivo, a cor é usada em tratamentos com diversos tipos de objetivos.

Cinza

De modo geral, a cor cinza é vista como sem vida, um símbolo de desânimo e falta de energia. Daí vem a expressão “dias cinzas” para se referir a momentos de tristeza. Na cromoterapia, por ser uma cor neutra, é usada para neutralizar influências negativas e trazer equilíbrio, principalmente combinada com outros tons.

Laranja

Uma cor quente, que traz consigo energia, vivacidade, irreverência. Tem uma ação libertadora sobre o corpo e a mente, aliviando as tensões e as repressões e mostrando novas possibilidades. Estimula o pensamento criativo, o entusiasmo e ajuda a assimilar novas ideias. Ótima para quem deseja se reinventar e recomeçar, seja na carreira ou na vida pessoal.

Magenta

Mais um exemplo de cor viva, cheia de energia e de personalidade. O magenta fortalece o contato com o propósito de vida, estimula a adrenalina e a atividade cardíaca. É ótima para pessoas que se sentem inseguras e sem saber exatamente os caminhos que desejam seguir.

Preto

O preto é a ausência de cores, não libera e nem recebe energia. Está associada às pessoas de comportamento mais reservado, que não demonstram muito suas emoções. Na cromoterapia é usada para equilibrar a presença de outras cores na vida de um indivíduo, afastar o medo e ajudar a ressignificar situações traumáticas.

Verde

A cor verde lembra natureza e vida, está diretamente ligada ao coração, pois tem uma grande influência sobre a pressão arterial. Ajuda na digestão, a solucionar desequilíbrios hormonais e estimula o hormônio do crescimento e rejuvenescimento. Além de todos esses benefícios, tem efeito calmante e promove o relaxamento e a paz interior.

Vermelho

O vermelho está ligado ao chacra da raiz, que fica localizado na base da espinha, fazendo com que as glândulas suprarrenais liberem adrenalina, gerando mais força. O vermelho faz com que a hemoglobina se multiplique, aumentando assim a energia e elevando a temperatura corporal. É excelente para o tratamento da anemia e de outras doenças relacionadas ao sangue.

Adote práticas que contribuam verdadeiramente na sua qualidade de vida!
Conheça meu desafio “Detox da Mente” e descubra como ser feliz na essência!

Violeta

É uma cor que está relacionada à transformação e à renovação espiritual. Tem um grande efeito calmante e ajuda a transformar energia positiva em negativa, promovendo o equilíbrio. Inclusive, o grande pintor Leonardo Da Vinci dizia que gostava de meditar sob os raios de cor violeta que incidiam através dos vitrais das igrejas, porque isso o ajudava a se concentrar de modo mais intenso.

Além da incidência de luzes durante as sessões de cromoterapia, os terapeutas costumam sugerir que seus pacientes usem objetos das cores indicadas no seu dia a dia, a fim de intensificar os benefícios. Caso tenha se interessado e queira utilizar a técnica, é fundamental que procure por um profissional especializado e apto a te oferecer todas as informações necessárias.

Se gostou do artigo, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e passar o conhecimento adiante!

Copyright: 169721351 – https://www.shutterstock.com/pt/g/romrf

 

Deixe seu Comentário: