dinamicas-para-professores

Dinâmicas para Professores e Educadores – Motivação a Mais Para Ensinar!

Por: Equipe JRM | Blog | 16 de março de 2020

Em se tratando do desenvolvimento dos nossos mestres, posso dizer, sem errar, que as dinâmicas são instrumentos poderosos de motivação profissional e, também, pessoal para professores e educadores. Os desafios de ser um educador em nosso país são inúmeros, pois sabemos que eles recebem muito menos reconhecimento e valorização do que merecem. Por isso, tudo que possa ajudá-los a continuarem firmes em sua jornada pela educação é muito positivo.

Pensando nisso, selecionei alguns exemplos de exercícios que podem ser realizados em reuniões de educadores para fazer desses encontros ainda mais proveitosos e manter a energia desses profissionais sempre em alta. Continue lendo e veja como impulsionar a motivação de nossos mestres.

7 Exemplos de Dinâmicas Para Professores e Educadores

Conheça alguns exemplos de dinâmicas muito interessantes que podem ser usadas em escolas e instituições que oferecem cursos para educadores para aprimorar ainda mais a comunicação, trabalhar a motivação e inspirar o trabalho em equipe.

1 – Dinâmica do espelho

Objetivo: incentivar a autovalorização dos profissionais presentes. Para manter o suspense em relação ao que será revelado, antes de iniciar, pergunte se alguém já participou desse exercício. Caso sim, peça que fique apenas ajudando o grupo e oferecendo suporte durante a atividade.

Regras: para realizá-la, são necessárias caixas com espelhos dentro. Reúna o grupo em um círculo, distribua a caixa, mas peça para que mantenham as embalagens fechadas. Um instrutor deve conduzir a brincadeira e todos seguirem suas ordens. Depois que receberem as caixas, o condutor deve começar a estimular a curiosidade do grupo, dizendo que ali dentro daquela caixeta tem uma imagem de uma pessoa essencial e muito valiosa para todos naquele grupo de professores.

Em seguida, o guia deve chamar algumas pessoas, individualmente, à frente para abrirem a sua embalagem e, sem revelar o que há dentro dela ainda, perguntar a cada educador sobre as principais qualidades, talentos e propósito de vida da pessoa dona da foto que está ali. É importante deixar claro que todos devem falar em terceira pessoa, evitando que alguém perceba que estão falando de si mesmos.

Todos ficarão surpresos ao tentar adivinhar de quem a pessoa está falando e, ao abrirem sua própria caixa, terão também à oportunidade de refletir sobre suas próprias competências, habilidades e sonhos. Isso ajuda os mestres a identificarem seus diferenciais, atributos, sua missão de vida, estimulando seu processo de autoconhecimento e promovendo o empoderamento profissional e pessoal.

2 – Dinâmica do papel amassado

Objetivo: professores lidam com papel o tempo inteiro em seu dia a dia. Por isso, nada mais congruente do que usar a Dinâmica do Papel para deixar uma mensagem positiva ainda mais fixada em sua mente, pois ela fala da importância de cuidar bem das relações interpessoais. No trabalho em escolas e universidades, onde vários educadores e profissionais desempenham suas atividades com um objetivo comum, ter esta consciência também é essencial.

Regras: a realização deste exercício é bem simples, sendo necessárias apenas algumas folhas de papel brancas, cortadas cada uma, em quatro partes iguais. Esses pequenos pedaços devem ser entregues a cada um dos participantes, que precisarão enrolar e amassar seu papelzinho. Em seguida, o instrutor deve pedir que os professores e educadores tentem desamassar sua folha.

A grande sacada vem daí, nenhum papel volta ao seu estado original depois de amassado. Do mesmo modo, são as pessoas quando sentem que foram prejudicadas e ficam magoadas e ressentidas com seus colegas. As relações interpessoais acabam sempre abaladas quando alguém do grupo age de forma errada e quebra a confiança. Por isso, é essencial que todos busquem agir de forma respeitosa e se ajudem mutuamente, para que os resultados de seu trabalho de educar seja positivo. Uma poderosa reflexão que deve ser sempre lembrada por todos.

Você é feliz?

3 – Dinâmica do barco

Objetivo: comunicar-se assertivamente é preciso, ainda mais quando trabalhamos em ambientes coletivos, em que a integração é essencial para a construção de bons resultados. Nesse sentido, a Dinâmica do Barco é um poderoso instrumento de conscientização sobre o valor da comunicação positiva no ambiente de trabalho de nossos mestres.

Regras: para realizá-la o material a ser usado serão apenas folhas de papel em branco e um cronômetro. As pessoas devem ser divididas em três grupos. Inicialmente, cada grupo deve receber dez folhas e o objetivo é fazer um barquinho no tamanho recomendado.

No total, serão 10 minutos de dinâmica e a todo o momento os grupos devem ser monitorados por supervisores que avaliarão se eles estão ou não segundo as regras. Nos primeiros três minutos os participantes não poderão se comunicar verbalmente, de forma nenhuma, deverão usar apenas mímica e terão que usar sua criatividade para se entenderem e decidirem como ou quem irá fazer o barco.

Nos três minutos seguintes, apenas o líder do grupo está liberado para falar e instruir sua equipe sobre como construir a embarcação de papel. Nesse momento, todos devem estar atentos aos seus direcionamentos. Nos quatro minutos finais, são finalmente liberados para se comunicar e precisam aproveitar o tempo para alinhar os últimos detalhes e entregar a tarefa corretamente.

Para finalizar, os instrutores devem apresentar seus relatórios sobre os grupos e chamar os líderes para exibirem seus projetos. Esse é o momento de decidir quem venceu a competição, entretanto, mais importante do que isso, é ouvir sobre as dificuldades enfrentadas e superadas, as estratégias e como o trabalho em equipe foi importante. Aqui o ponto alto é essa reflexão sobre a importância da comunicação assertiva e da colaboração de todos para que as metas e objetivos do grupo sejam alcançadas.

4 – Dinâmica do lado positivo

Objetivo: explorar o lado positivo de experiências ruins vividas pelo profissional. Pode ser em sala de aula, algo que tenha ocorrido no início da carreira, enfim, qualquer experiência ligada ao ofício de educador. Assim, através deste exercício, os participantes entenderão a importância de ver o lado bom das coisas. Afinal de contas, as situações mais delicadas podem servir para fazer uma pessoa se tornar consciente em relação à sua força e aprender lições poderosas.

Regras: os participantes deverão formar duplas e um contar ao outro alguma experiência que tenha vivido na carreira como professor que seja considerada negativa e desafiadora. Em seguida, o instrutor irá pedir para que abordem o mesmo assunto de outra forma, buscando pontos positivos da situação apresentada anteriormente. Depois, trocam-se os lados e aquele que ouviu é quem irá contar a sua história, repetindo os passos.

5 – Dinâmica para fortalecer vínculos

Objetivo: ótima para realizar uma integração entre a equipe de professores, consiste em incentivá-los a encontrarem coisas em comum entre si. Assim, todos irão se conhecer melhor e poderão se apoiar no dia a dia na escola.

Regras: em duplas, os participantes deverão listar pelo menos cinco coisas em comum que têm com o parceiro, podem ser fatos ligados ou não à profissão. Assim que todos terminarem, as duplas devem se modificar e o processo ser repetido, até que todos os presentes tenham encontrados afinidades entre si.

6 – Dinâmica do arco-íris

Objetivo: levar os educadores a obterem uma nova visão da escola e da forma com a qual se relacionam com os ambientes. Trata-se de uma atividade baseada em exercícios de mindfulness, com o objetivo de manter a atenção plena e controlar o estresse.

Regras: o organizador deverá pedir que os participantes andem pela escola observando os detalhes e buscando locais que tenham as cores do arco-íris, que são vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta, e registrá-los fotografando com seus celulares. Por mais que frequentem o local diariamente, é bem provável que se surpreendam ao realizar o exercício, já que, muitas vezes, a correria do dia a dia faz com que certos detalhes passem despercebidos.

7 – Dinâmica para trocas de dicas de relaxamento

Objetivo: o dia a dia de um professor costuma ser exaustivo, assim, é interessante que esses profissionais se cuidem e busquem formas de relaxar, a fim de manter o equilíbrio emocional. O objetivo desta atividade é que os presentes compartilhem formas de fazer isso, contando sobre o que fazem para se manterem bem emocionalmente.

Regras: cada participante deverá compartilhar a sua dica para relaxamento, pode ser um aplicativo de meditação, algum tipo de lazer, atividade física. Assim, além de um incentivar o outro a cuidar de sua saúde mental, ainda poderão estreitar os laços e identificar coisas em comum.

Estes são alguns exemplos de dinâmicas para professores e educadores que são excelentes fontes de desenvolvimentos para nossos mestres, tanto dentro do ambiente escolar como em suas vidas como um todo. Use-as e conquiste grandes resultados!

Aproveite para compartilhar este artigo com outros profissionais da educação e levar adiante essas sugestões de atividades!

 

Copyright: https://www.shutterstock.com/home

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: