menos-e-mais

Quando Menos é Mais!

Por: José Roberto Marques | Dicas de Coaching | 12 de abril de 2018

A expressão “menos é mais” é bastante utilizada quando o assunto é o minimalismo, um estilo de vida que prega que se tenha apenas o essencial, sem excessos. Mesmo que não tenha a intenção de realizar uma transformação radical na sua rotina, conhecer mais a respeito desse conceito pode te inspirar e ajudar a realizar algumas mudanças positivas no seu dia a dia. Continue acompanhando este artigo e saiba quando menos é mais e realmente se torna necessário eliminar os excessos.

Afinal, Quando Menos é Mais?

A expressão menos é mais se torna bastante verdadeira quando se refere a coisas que insistimos em conservar e que em nada agregam em nossas vidas. Um guarda-roupa cheio de peças, por exemplo, pode perder o seu sentido quando a maioria delas não tem utilidade e serve apenas para dificultar a escolha diária do que vestir. Nesse caso, menos é mais porque é muito mais interessante ter apenas itens que são realmente úteis para que sua rotina se torne mais prática.

Esse exemplo do guarda-roupa se aplica a basicamente tudo em nossas vidas. Eliminar os excessos, seja das gavetas ou do coração, é fundamental para que consiga canalizar as suas energias para o que realmente considera importante e faz sentido para você. Basicamente, menos é mais quando os excessos não fazem falta ao serem eliminados e sua ausência abre espaço para novas energias.

Dicas Para Apostar no Menos é Mais e Viver Com Mais Leveza

Aproveite e confira dicas poderosas para aplicar a expressão “menos é mais” no seu dia a dia e viver de forma muito mais leve e feliz. Assim, será possível deixar de se ocupar com o que é dispensável e manter o foco no que é verdadeiramente importante.

1 – Descubra Quais São as Suas Prioridades

Para saber o que está em excesso na sua vida, é necessário descobrir quais são as suas prioridades e, consequentemente, o que é essencial para você. Para isso, é importante que se conecte consigo mesmo, a fim de se conhecer melhor e entender o que deseja manter e o que pretende desapegar. Assim, conseguirá canalizar as suas energias para o que está de acordo com os seus valores e o seu propósito.

2 – Elimine os Excessos

Depois de conhecer as suas prioridades, chega o momento de se desapegar de tudo aquilo que não tem relação com elas. Em se tratando de objetos, faça uma análise em seus armários e reúna tudo àquilo que deseja eliminar. O ideal é fazer essa verificação por categorias, para que consiga realizar cada etapa de forma organizada. O passo seguinte é destinar tudo o que não irá utilizar para locais em que esses itens tenham utilidade, como bazares, instituições de caridade ou pessoas que estejam precisando. Assim, além de eliminar os excessos da sua vida estará fazendo o bem.

3 – Reveja as Suas Despesas Financeiras

Não é apenas em relação a objetos que a expressão “menos é mais” se aplica, ela também pode ser muito útil para te ajudar a organizar as suas finanças e passar a ter uma relação muito mais saudável com o dinheiro. Em primeiro lugar, é necessário que conheça os seus hábitos financeiros, afinal é apenas através do conhecimento que se torna possível assumir o controle a respeito das suas entradas e gastos. Para isso, é interessante que comece a utilizar planilhas para gerenciar as suas despesas e analisar em que pontos elas podem ser reduzidas ou melhor gerenciadas.

4 – Pense Antes de Fazer Compras

Ainda em relação ao dinheiro, o minimalismo inclui uma maior consciência em relação ao ato de fazer compras, para que seja apenas a aquisição de algo que esteja precisando e não se torne uma forma de aliviar tensões e frustrações. Nesse sentido, sempre que for comprar algo, questione-se a respeito da real necessidade de ter aquilo e apenas prossiga se for realmente necessário. Essa atitude, além de evitar que acumule mais itens desnecessários, irá te ajudar na missão de ter uma relação mais positiva com o dinheiro e evitar o acúmulo de dívidas.

5 – Reduza a Quantidade de Lixo

O minimalismo é um estilo de vida que também promove a preservação do meio ambiente, afinal, quando o consumo exagerado é reduzido, a quantidade de lixo também diminui. Algumas formas de reduzir a quantidade de itens que descarta todos os dias incluem:

  • Se atentar para a quantidade de alimentos que compra a fim de evitar desperdícios;
  • Dar preferência para alimentos naturais, diminuindo a quantidade de embalagens que descarta;
  • Enviar aparelhos eletrônicos estragados para o conserto ao invés de simplesmente comprar novos;
  • Doar as coisas que não usa mais e que estejam em bom estado;
  • Separar o lixo por categorias e destinar a um centro de reciclagem.

6 – Agradeça Pelo Que Tem

O estilo de vida que prega que menos é mais tem como foco a gratidão e o contentamento em relação ao que se tem. Isso é essencial para frear o desejo de querer ter sempre mais e mais coisas, liberando espaço para experiências e sentimentos que realmente agreguem para a sua vida. Ser grato irá permitir que adote um mindset muito mais positivo, o que te levará a dar valor ao que é realmente importante, como os seus sonhos e a sua família, por exemplo.

7 – Desassocie Sua Felicidade dos Bens Materiais

Vale lembrar que não há problema algum em querer viver de forma confortável e desejar ter bens materiais, pois ter certas ambições é saudável, uma vez que são também os frutos do seu trabalho e das suas conquistas. Contudo, isso se torna ainda mais essencial quando a sua felicidade não está condicionada a ter isso ou aquilo, mas em ser uma pessoa cada vez melhor. Afinal, uma casa ampla, com móveis caros e requintados apenas fará sentido se nela viver uma família unida e feliz. Um dos principais objetivos do estilo de vida minimalista é valorizar o ser e torná-lo mais importante do que o ter.

Espero que essas dicas te inspirem a praticar o “menos é mais” para viver de forma mais leve e poder direcionar os seus esforços para aquilo que realmente faz sentido para você. Praticar o desapego irá te mostrar que a sua felicidade não depende da quantidade de itens que possui em seus armários, mas sim daquilo que carrega em seu coração. Busque o equilíbrio e viva o caminho do meio, de bem com a vida e se valendo de uma felicidade autêntica.

Copyright: 326113526 – https://www.shutterstock.com/pt/g/docstockmedia

Deixe seu Comentário: