depressao-psicotica

Depressão Psicótica

Por: Equipe JRM | Blog | 24 de abril de 2019

As alterações ou doenças psicológicas tendem a modificar ou alterar a maneira em que as pessoas percebem a si mesmas e ao seu redor. Em ocasiões esta distorção pode chegar a ser tão grave que uma doença como a depressão acaba por apresentar sintomas próprios de uma psicose.

É isso que ocorre com a depressão psicótica, um subtipo pouco comum de depressão de qual falaremos e que pode aparecer em pessoas que já se viram afetadas por vários episódios de uma depressão maior

A depressão psicótica, conhecida também pelo nome de psicose depressiva é um subtipo de depressão que ocorre quando uma depressão severa inclui dentro do seu quadro de sintomas alguma forma de psicose. Segundo dados, este tipo de depressão psicótica só afeta, de maneira aproximada, de uma a cada quatro pessoas que dão entrada em um hospital por causa de depressão.

A psicose na depressão pode manifestar mediante alucinações de qualquer tipo, por exemplo: delírios na forma de sentimentos fortes de inutilidade e fracasso. Isto pode provocar no paciente uma ruptura total com a realidade em que vive.

Podemos observar, apesar que se trata de sintomas próprios de uma doença psicótica, o conteúdo disto – da doença – se mostra fortemente relacionado com alguns traços da depressão, como pode ser uma baixa autoestima.

Ainda a depressão psicótica conforme uma classificação diagnosticada na própria doença, também pode aparecer em pessoas que tem o Transtorno Bipolar ou de um transtorno depressivo mais forte. Também, devido as suas similaridades, é muito comum a Depressão Psicótica ser confundida com um transtorno esquizofrênico. Porém, este diagnóstico requer a presença de sintomas puramente psicóticos durante, ao menos, duas semanas. Quer dizer, sem sintomas depressivos ou de estado de ânimo baixo.

Enquanto a depressão psicótica requer que todos os sintomas de uma depressão mais forte, a Psicótica ocorre somente em crises de depressão muito forte. Os critérios acrescentam que para o diagnóstico correto da depressão psicótica, o paciente deve cumprir os requisitos para um episódio depressivo forte.

Autoconhecimento interior

Para conhecer os sintomas, é importante que você tenha uma forte conexão consigo mesmo. Diga para o seu Eu Interior, de 0 a 10, qual nota você daria para sua conexão consigo mesmo?

Esta conexão é essencial para você saber o que está acontecendo com você, se a tristeza que está sentindo tem algum motivo, alguma razão. Ou quanto tempo que está em um momento sem tanto ânimo. Isto irá ajudar tanto na sua busca para saber se está em depressão, quanto para o seu terapeuta e Coach quando forem fazer a próxima sessão.

Praticar o conhecimento de si mesmo é um know-how (“saber como”, em português) que capacita a percepção que temos de nós mesmos. Quanto mais nos entendemos, mais nos aprimoramos e nos conectamos com a nossa essência. Saber como somos no mais profundo de nosso ser é uma forma de criar honra, amor e respeito pela luz e sombra que nos formam.

Você é feliz?

Esse estudo interno denso é determinante para que saibamos atuar como dono das próprias decisões e escolhas e para que sejamos condutores do próprio caminho. Só dessa maneira, é possível direcionar forças para evoluir e caminhar ao encontro do que você tem de melhor e a transcender os pontos que precisam ser aperfeiçoados.

Uma famosa frase do livro “O Pequeno Príncipe”, escrito por Antoine de Saint-Exupéry, define bem a necessidade de entender a si mesmo: “É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros.”. E não é verdade, pessoa querida? A autocorreção de características sabotadoras só é possível quando há esse entendimento. Sem arrogância e com humildade é possível encontrar o que há de errado com nós mesmo. Sem esse progresso é provável que fiquemos dando voltas e voltas com coisas que podem ser irrelevantes. É perda de tempo, gasto de energia e falta de foco.

Para onde você tem direcionado o seu foco?

O Tratamento

Normalmente, o caso de Depressão Psicótica é pedido que a pessoa fique em um hospital, para ser observado garantindo a máxima segurança do depressivo. Também é utilizado o uso de remédios acompanhado de terapias psicológicas que facilitem a integração do paciente com as pessoas ao redor. Já citado, existe a importância de o paciente ter uma boa integração com o seu Eu Interior, o que um Coach especializado em técnicas Ericksonianas ajudaria este paciente ou Coachee na sua melhora, mas apenas se a pessoa e/ou sua família concordar com este tratamento.

O tratamento com remédios só deve ser utilizado combinações de antidepressivos e medicamentos anti psicóticos. Enquanto que os antidepressivos favorecem a estabilização do estado de alegria, felicidade e bem-estar do paciente, os antipsicóticos permitem que o cérebro seja capaz de perceber e organizar a informação ao redor da pessoa. Como conversas com familiares, amigos, assistir a um filme, entre outros casos do cotidiano.

Um tratamento adequado para a depressão psicótica pode chegar a ser realmente efetivo, chegando ao ponto de resultar a recuperação do paciente em um prazo de meses. Mas, devido ao nível de como está a recuperação do paciente, é importante que continue sendo tratado com terapia e os medicamentos, que em algum momento deverão ser retirados. Cabe o psiquiatra, psicólogo determinarem este movimento.

Nos casos mais graves, que chegam a não responder o tratamento com remédios, pode resultar em uma internação em hospitais psiquiátricos, para ter a segurança do paciente e o melhor tratamento para recuperação da sua capacidade social.

A situação de alguém que está em Depressão é bem difícil, a situação precisa de mais cuidado e observação quando se tem a Depressão Psicótica. O apoio da família, dos amigos para que a pessoa cresça em ânimo e alegria são essenciais. Se você conhece alguém assim ou neste momento você se encontra assim, busque ajuda.

Pedir ajuda é um dos passos iniciais para você sair do estado atual para um estado de melhora e bem-estar mental. Outros passos é o autoconhecimento, perceber que está em depressão, que as coisas mudaram em você. A sua vontade e o que dava prazer não dá mais. O que é preciso para caminhar até o estado de beleza interior?

A real beleza está dentro de você e mais ninguém pode admirar as preciosidades que lá dentro do seu íntimo existem, apenas você. É um baú que só você tem a chave. Ouse ir além de você mesmo, ouse, desperte o seu interior. A sua paixão por você e chegue ao estado desejado de alegria e felicidade.     

 

Copyright: 1034437141 – https://www.shutterstock.com/pt/g/kalamurza

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: