constelacao-empresas

Constelação Sistêmica Organizacional e as Empresas

Por: José Roberto Marques | Blog | 05 de janeiro de 2019

Até aqui temos falado muito na metodologia de Constelação Familiar e Sistêmica voltada para o processo de autoconhecimento do indivíduo, mas quero aqui apresentar as possibilidades de aplicação da Constelação Sistêmica para organizações e empresas. Ao longo de suas histórias muitas organizações se deparam com diversos problemas: perde-se a fidelização dos clientes, o faturamento não aumenta, não há inovação nos produtos, os colaboradores estão desmotivados ou a empresa simplesmente não desenvolve. Para estes casos, podem ser indicadas as Constelações Sistêmicas Organizacionais.

Constelação Organizacional é uma metodologia de consultoria e suporte oferecida a empresas e organizações. Em 1995, durante um congresso, Bert Hellinger, a pedido de um amigo, usou sua metodologia de orientação familiar pela primeira vez para questões referentes à sua empresa. Não parou mais, pois daí, em diante, diversos consultores empresariais, de todo o mundo, passaram a utilizar a Constelação Organizacional em suas consultorias.

Entretanto, para entendermos melhor o que é uma Constelação Organizacional, precisamos compreender o que é Sistema. Em uma empresa, por exemplo, o sistema representa tudo que está inter-relacionado (departamentos, pessoas, processos) e que dependem de uma integração e colaboração mútuas para funcionar.

O movimento que regula o equilíbrio sistêmico é o dar e o receber. Quando doamos mais do que recebemos, o fluxo harmonioso do equilíbrio se acaba ou se desestabiliza.

Em empresas os colaboradores recebem benefícios, salário, recursos para realizar o trabalho, oportunidades de crescimento e desenvolvimento profissional. Sistemicamente, devem dar em troca comprometimento, produtividade e lealdade.

A constelação sistêmica também possui ligação com coaching
Saiba MAIS sobre coaching em nosso ebook gratuito! Baixe aqui!

Quando um colaborador não produz o que deveria produzir de resultados em seu dia de trabalho, ou simplesmente não comparece, ele acaba ficando em debito com a empresa, o que acaba prejudicando a si mesmo no que se refere a possibilidade de crescimento e prosperidade.

Por outro lado, quando a empresa não cumpre suas obrigações para com o funcionário, como por exemplo, realizar o pagamento em dia  e reconhecer o desempenho de seus colaboradores, ela dificulta o engajamento dos mesmos e abre portas para desconfortos e conflitos.

Seja qual for o conflito ou dor, a solução está em compensar ou reparar o fato inicial. Em muitos casos, quando o desequilíbrio acontece por conta de algo mais grave, a solução no processo de constelação é tentar fazer uma justiça reparativa para que o equilíbrio perdido e a leveza da relação não se percam.

Não importa qual seja o caminho, seja qual for o problema, ele tem solução. Hellinger afirma que “o sistema é cego na escolha de seus meios”. Emoções provenientes do que achamos certo ou errado, bom ou mal, são equivocadas. Na verdade, são os julgamentos que nos afastam da harmonia e do equilíbrio em nossas vidas.

Quando nos relacionamos com uma pessoa, ela nunca está sozinha, ela representa e atua conforme o sistema familiar no qual foi criada. Nesse sentido, quando nos casamos com alguém, nos casamos também com toda a sua família.

Seja qual for o sistema no qual estamos inseridos, o mais importante é que cada um busque harmonizar seu próprio meio e se torne o mais equilibrado possível.

Créditos da Imagem: Por Khakimullin Aleksandr – ID da foto stock livre de direitos: 1259974684

Deixe seu Comentário: