consciencia-coletiva

Consciência do Eu X Consciência Coletiva

Por: José Roberto Marques | Blog | 10 de maio de 2019

Para compreendermos o que significa Consciência do Eu e a Consciência coletiva, precisamos antes de qualquer coisa compreender o significado de Estar Presente. O que é a Presença? É um sentimento, um silêncio, um poder ou é qualquer estado do despertar? O que exatamente é a Presença?

Para responder essa pergunta, vamos imaginar que exista uma formiga que represente a Consciência do “Eu”. Quando essa formiga se une a outra formiga, elas começam a se comunicar.

Dessa comunicação, surge de forma muito natural uma terceira formiga, à qual podemos chamar de Formiga Coletiva. Essa Formiga Coletiva representa nossa Consciência Universal, a terceira inteligência, que surge quando nos comunicamos com as pessoas ou quando nosso Self 1 e nosso Self 2 realizam um diálogo interior.

Quando surge essa Formiga Coletiva, acessamos nossa divindade interior, que sempre existiu, mas estava escondida dentro de nós. Presença é isso, é a descoberta, ou a redescoberta, de nossa divindade interior. É estarmos conectados, presentes em nós mesmos.

Estar Presente significa silenciar a mente para escutar nosso diálogo interno acontecendo. Silenciar nossa mente significa Expandir nossa Consciência, criando novos caminhos neurais e novas trilhas energéticas que nos levem ao encontro de nossa própria divindade.

Quando falamos em Consciência Individual (Eu) e Consciência Coletiva (Unidade), estamos dizendo que a Consciência Individual é cada um de nós, enquanto a Consciência Coletiva engloba tudo o que existe.

Quando nos conectamos às pessoas que amamos, criamos uma rede de contato e informações.  Essa rede de contatos nos possibilita acessar nossa Consciência Coletiva mais facilmente. Quanto mais conectados à essa Consciência Coletiva estivermos, maiores serão as chances de alcançarmos nossos objetivos e sonhos.

Você é feliz?

A Consciência Coletiva é onde todos os seres humanos se encontram conectados. Nossa Consciência é como um enorme computador. Nela estão contidas todas as informações do mundo que podem ser acessadas a qualquer momento.

Esse computador seria como um enorme hardware, e nossos níveis de consciência seriam os softwares que instalamos à medida em que interagimos com outras pessoas. Nesse computador, que representa nossa Consciência, estão contidas todas as informações do mundo, e elas podem ser acessadas a qualquer momento.

Quando sentimos necessidade, ou conforme as informações vão chegando, instalamos mais e mais softwares nesse enorme hardware. Dessa forma, cada vez mais adquirimos recursos para solucionar quaisquer tipos de problemas ou desequilíbrios que surjam em nossas vidas.

Ao estudarmos sobre os tipos de Consciência, compreendemos que o divino não está separado de nós. Ele é uma extensão de cada indivíduo.

Para atingirmos a Consciência de Unidade, devemos acompanhar nossa mente de perto, por meio do Autoconhecimento e da conexão com nós mesmos, afim de expandir e libertar nossa Consciência. Essa conexão faz com que a Consciência do Eu se torne Consciência de Unidade.

Quando alcançamos o verdadeiro Estado de Unidade, nosso diálogo interno cessa e dá lugar ao equilíbrio, ao Estado de Calma e à nossa conexão com o Ser Divino que habita em nós.

Quando libertamos nossa Consciência de toda contaminação e barulho, o que resta é a vida, a Consciência Pura e Expandida, a Unidade e o próprio Deus.

 

Copyright: 1131155369 – https://www.shutterstock.com/pt/g/benjavisa

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: