sindrome-intestino-irritavel-dicas

Conheça a Síndrome do Intestino Irritável e Suas Causas Ligadas a Aspectos Emocionais

Por: José Roberto Marques | Blog | 25 de junho de 2019

O intestino é considerado o nosso segundo cérebro, porque funciona de forma totalmente autônoma, sem precisar receber comandos cerebrais. Isso é possível porque ele conta com cerca de 500 milhões de neurônios, o que é pouco perto dos 86 bilhões que estão presentes no cérebro, mas que ainda assim é uma quantia considerável. Por conta disso, é um órgão mais sensível a estímulos emocionais, fato que tem total relação com o tema do artigo de hoje, que é a síndrome do intestino irritável (SII), uma doença que gera uma desregulação intestinal muitas vezes ligada ao estresse e à ansiedade.

O Que é a Síndrome do Intestino Irritável e Como Ela Se Manifesta?

Também conhecida como síndrome do cólon irritável, é uma condição que afeta cerca de 20% da população mundial e é caracterizada principalmente por alterações na forma de evacuação, o que pode tanto incluir diarreia quanto prisão de ventre. A alimentação, o estresse, a falta de sono e alterações nas bactérias presentes no intestino estão entre as principais causas do transtorno. Contudo, é importante deixar claro que cada indivíduo pode apresentá-la de formas diferentes e por razões distintas.

É um problema que muitos possuem sem saber, já que não é possível detectá-lo através de exames por se tratar de um transtorno de ordem funcional. Desse modo, o intestino continua apresentando suas características normais e as alterações ocorrem durante o seu funcionamento. Então, o indivíduo apresenta os sintomas, seja de diarreia ou prisão de ventre, mas, em grande parte dos casos, acha que se trata de algo pontual e acaba deixando para lá.

Existem três tipos de síndrome do intestino irritável. A primeira é a do tipo diarreico, que é caracterizada por evacuações múltiplas, geralmente com fezes líquidas, precedidas por dor abdominal. A segunda é do tipo constipativa, marcada por evacuações difíceis e com fezes endurecidas. Já a terceira é uma combinação das duas anteriores, alternando períodos de diarreia com constipação.

Conheça os Principais Sintomas da Síndrome do Intestino Irritável

Apenas um gastroenterologista poderá confirmar se uma pessoa tem a síndrome do intestino irritável. Porém, para que tome a iniciativa de procurar um médico, é preciso que ela se observe e perceba se há indícios de anormalidade no funcionamento do intestino. Veja, a seguir, quais são os principais sintomas do problema.

Dores Abdominais: a SII afeta o modo como o cérebro e o intestino trabalham juntos. Essa condição pode fazer com que os músculos do intestino contraiam mais do que o necessário, gerando dores e desconforto na região do abdômen.

Alterações no Funcionamento do Intestino: como disse anteriormente, um dos principais sinais da síndrome do intestino irritável envolve a alteração no funcionamento do intestino, o que pode tanto incluir diarreia quanto constipação. Essas alterações são causadas por conta do excesso de contrações que também geram as dores abdominais.

Excesso de Gases: ainda não existem respostas concretas a respeito do motivo pelo qual pessoas que têm a SII apresentam gases em excesso. Existe uma teoria de que seja por conta do fato de que o problema gere um desequilíbrio nas bactérias no intestino, levando-as a criar as toxinas que causam gases excessivos. Outra hipótese está ligada à incapacidade que os portadores do transtorno possuem de tolerar e transportar os gases.

Inchaço Abdominal: os gases que não são liberados pelo organismo ficam armazenados no abdômen, gerando inchaço e fazendo com que pareça mais arredondado do que o habitual.

Sensibilidade a Determinados Alimentos: pessoas com SII podem ser mais sensíveis a certos alimentos, principalmente alguns tipos de carboidratos que podem causar inflamação ou irritação do intestino, como: cebola, abacate, lentilha, alho, feijão, amêndoas e castanha de caju.

Fadiga e Estresse: um tipo de sintoma que dificilmente as pessoas associam a problemas intestinais, porém, que pode estar ligado à SII. Ainda não existem respostas claras sobre o motivo para isso, mas pesquisas preliminares apontaram para o fato de que o funcionamento desregulado do intestino, que muitas vezes tem ligação com o estresse, leve o indivíduo a ter esse sintoma agravado.

Dor nas Articulações: mais um sintoma que não tem as razões totalmente esclarecidas, mas que pode ocorrer por conta das inflamações que ocorrem no intestino.

É muito importante se observar para relatar ao médico todas as informações que ele precisa para se certificar se é ou não um caso de síndrome do intestino irritável e determinar os próximos passos a serem seguidos.

Hábitos Que Podem Ajudar a Controlar a Síndrome do Intestino Irritável

Além da busca por orientação médica, existem alguns hábitos que podem auxiliar as pessoas que sofrem com a síndrome do intestino irritável a contornarem o problema, veja a seguir quais são eles.

Comece a Se Observar e Se Conhecer

Em primeiro lugar, é importante que adote o costume de se observar, ver como o seu corpo reage após a ingestão de cada alimento, como suas emoções se manifestam, enfim, se conhecer. Assim, poderá fazer escolhas mais positivas e relatar ao seu médico eventuais alterações.

Alimente-se de Forma Saudável

A alimentação tem uma grande influência sobre a forma como nos sentimos, principalmente no caso de quem tem a SII, já que os alimentos podem agravar os sintomas. Nesse caso, é interessante contar também com o suporte de um nutricionista, para que ele possa indicar as melhores opções para que o problema seja contornado.

Evite Se Estressar

Como disse no decorrer do artigo, as emoções têm uma forte influência sobre os sintomas da SII. Portanto, evitar se estressar e se sentir ansioso é essencial para contornar o problema. Meditar, praticar atividades físicas e fazer exercícios de respiração são medidas fantásticas e que certamente irão te ajudar a se sentir melhor.

Siga Corretamente as Orientações Médicas

Por fim, é de grande importância que siga corretamente as orientações médicas, para que os desconfortos diminuam e possa ter mais qualidade de vida. Afinal, mesmo que a síndrome do intestino irritável não tenha uma cura comprovada por especialistas, é possível controlar os sintomas e levar uma vida completamente normal.

Você já havia ouvido falar a respeito da síndrome do intestino irritável? Deixe o seu comentário abaixo e aproveite para compartilhar o artigo em suas redes sociais e levar a informação adiante!

Copyright: Google – www.tuasaude.com

Deixe seu Comentário: