Como Ter uma Boa Comunicação com Ex-parceiros Amorosos

Por: José Roberto Marques | Blog | 30 de dezembro de 2016
Ex-parceiros amorosos, de costas um para o outro, mostrando como ter uma boa comunicação é importante para evitar brigas

Axel Bueckert’s/Shutterstock Ter uma boa comunicação é importante para que o ex-casal consiga ter uma relação positiva!

Assim como ter uma boa comunicação na empresa, carreira, liderança ou na vida pessoal é essencial, no relacionamento com ex-parceiros amorosos também não é diferente. Digo isso porque não é porque acabou que vocês devem se tornar inimigos mortais. É preciso ter inteligência emocional e saber transformar aquela ligação, agora não mais amorosa, em algo positivo para os dois.

Isso é importante para que situações mal resolvidas, mágoas, raivas e qualquer desalento relacionado à união, não acabe interferindo na qualidade de suas relações afetivas no futuro. Quando não conseguimos superar rancores ou mesmo deixar de amar aquela pessoa, podemos acabar sofrendo mais com a separação e, por isso, não conseguir ter uma boa comunicação com o ex.

Parceiros podem ser passageiros.  Filhos são para sempre!

Entendo que muitas vezes alguns namoros ou casamentos não acabam tão bem, porém quando envolvem filhos, é importante que o ex-casal deixe suas diferenças de lado e busque se relacionar positivamente. Entrar num consenso é essencial para dar aos filhos um ambiente tranquilo e harmônico, pois as relações podem ser passageiras, mas os frutos desta união são para sempre.

Muitos ex-casais não entendem isso e, da mesma forma que se comunicavam mal antes, acabam fazendo quando se separam. Assim, diferenças, atritos e conflitos que, são dos ex-parceiros, acabam sendo transferidos para os seus filhos, que em nada tem a ver com isso. Esse é um dos maiores problemas da falta de comunicação e respeito entre ex-casados: envolver seus descendentes em seus assuntos mal resolvidos e usá-los como escudos ou mesmo como formas de atingirem-se mutuamente.

Ex – Dicas de Como Ter uma Boa Comunicação

Ter uma boa comunicação é saber ouvir o outro, escutar o que ele tem a dizer de peito aberto e receber a mesma chance em troca. Portanto, jamais faça do fim do seu relacionamento um ringue onde todos os dias vocês se digladiam, se magoam, se ferem e de onde ninguém sai vencedor.

Se o que lhes uniu foi mesmo o amor, que seja por amor, especialmente por si mesmo, pela história vivida em comum e pelo respeito que ainda cultivam um pelo outro, que vocês devem buscar manter uma relação positiva. Isso é o que vai te dar forças para construir uma nova história sem atar ao seu pé a corrente do seu ex. E lembre-se do que sempre digo – Se for bom, deixe que fique. Se for ruim, deixe que vá!

Portanto, saiba que se você tiver ficado ofendido por algum motivo, e não se permitir perdoar e deixar isso para trás, não conseguirá também seguir em frente e conquistar sua felicidade novamente. E seja por telefone, mensagens, redes sociais ou pessoalmente, tente sempre agir de forma adulta, sem expor suas mágoas e ressentimentos ou ficar fazendo cobranças que já não cabem mais nesta relação. Pense em seu futuro e cuide de você!

Atenção aos Filhos!

Se você tem filhos em comum, preserve-os e dê bons exemplos a eles, pois é possível sim ter uma boa comunicação e um relacionamento positivo com seu ex-parceiro amoroso, e não deixar que suas diferenças acabem prejudicando suas crianças. No mais, se àquele ou àquela ex só trouxeram problemas e tristezas para sua vida, levante as mãos e dê graças a Deus. Considere o fim de seu relacionamento como um livramento.

E se, por fim, ainda for necessário se relacionar, mantenha sempre a classe, a educação e o respeito e foque em cuidar melhor de sua vida amorosa, afinal, você merece e você pode ter uma história diferente e ser feliz no amor!

Deixe seu Comentário: