coaching-constelacao

Como se constela em uma sessão de coaching?

Por: José Roberto Marques | Blog | 02 de janeiro de 2019

Duas coisas temos que ter em mente: a primeira é que constelação precisa de um campo coletivo de energia, ou seja, é preciso haver um grupo. Você atende Coaching Group? Já pensou em se especializar nesse nicho? Sugiro ler meu livro sobre isso, vai ajudar muito. Segundo, é imprescindível que você, coach, já tenha vivenciado uma constelação. Como conduzir uma constelação sem viver uma constelação?

Quem já passou pelo PSC pode já ter tudo a chance de ver esse processo. É sempre um momento de muita comoção e cura, para todas as pessoas. Aqui posso apenas explicar como acontece. Posso, por exemplo, explicar para uma pessoa como é estar na floresta amazônica. Posso até trazer para ela uma planta amazônica, mas ela só saberá as sensações da umidade, dos cheiros, dos sons dos pássaros, do medo do desconhecido e da beleza sem igual quando estiver lá.

Basicamente a constelação no processo de Coaching precisa ter:

  1. Uma situação em que a constelação possa ser verdadeiramente útil e pessoas abertas ao processo.
  2. Um coach que saiba conduzir os processos sem causar mais danos, ou seja, um coach que já tenha vivido e experienciado a situação.
  3. Um ambiente que comporte os movimentos de alma.

No campo da constelação as coisas simplesmente acontecem, porque ali reconstruímos o sistema familiar no qual nascemos. Esse sistema familiar existe há milênios e muitas gerações deixaram sua energia impregnada nele. Nós somos resultado dessas energias acumuladas, que agem sobre nós nessa trama.

Acontece, às vezes, de um coachee, em um atendimento individualizado, constelar. Isso porque há uma técnica que permite realizar a Constelação por meio do uso de bonecos ou âncoras, que representarão os personagens da vida do constelado, que poderão ser familiares ou pessoas de seu convívio profissional.

Os coachees muitas vezes solicitam atendimentos individuais, por não quererem expor suas questões para outras pessoas. Sendo assim, suas aflições, conflitos e problemas serão colocados em pauta no Campo Quântico (local ou superfície onde a constelação é realizada), de modo a buscar respostas, direcionamentos e até mesmo soluções para os emaranhados que atuam nessas questões trazidas por eles.

Vale ressaltar que os bonecos deverão ser diferentes uns dos outros. Podem ser bonecos com cores diferentes, formatos, tamanhos, para ter a distinção entre os representantes (Homem, Mulher, Criança). Com essa diferenciação o coach terá clareza e facilidade em observar as posições dos bonecos e suas movimentações dentro do Campo Quântico.

Por meio da movimentação dos representantes, é possível que o constelador perceba onde o coração de seu cliente ficou emaranhado, onde seu amor ficou preso. Dessa maneira, o constelador fica apto a auxiliar o constelado sobre qual poderia vir a ser o melhor caminho e direção a seguir para mudar sua postura, de modo a eliminar ou amenizar sua dor e solucionar seus conflitos da melhor maneira.

O atendimento individual é uma ferramenta rica e dinâmica, capaz de revelar uma imagem clara sobre determinado aspecto da vida do cliente. A sessão individual pode ser efetuada de duas formas diferentes. A primeira, com “bonecos” servindo de representantes dos familiares do cliente, ou com “papéis no chão”, onde o cliente participa mais ativamente do processo, pois entra no lugar dos seus próprios familiares, percebendo cada situação.

Muitas pessoas que procuram um terapeuta não desejam um trabalho em grupo. Por este motivo, a Constelação com bonecos (ou figuras, ou objetos) é uma possibilidade para o trabalho sistêmico individualmente, no consultório. Os bonecos são colocados sobre a mesa e representam as relações estabelecidas entre as pessoas da família ou as pessoas importantes de um sistema

Os bonecos funcionam como representantes e são posicionados pelo constelado do mesmo modo como é feito nas Constelações em Grupo. Vivencia-se no consultório o mesmo tipo de percepção, incluindo todos os canais do sentido, como a visão, a audição e outras sensações experimentadas pelos representantes no grupo, com a diferença de que o constelador acaba sendo o maior foco das percepções e tem maior responsabilidade sobre essas percepções, já que o campo morfogenético, responsável pelos efeitos que se observa em uma Constelação, também está presente no trabalho individual com bonecos ou papeis no chão.

Como nas Constelações em Grupo, no trabalho com os bonecos o constelado pode olhar junto com o constelador para suas questões, e ter uma imagem inicial, a partir do modo como posiciona os bonecos. Muitas vezes, em uma única sessão, pode-se perceber com profundidade as dificuldades do constelado e de seu sistema.

Ao olhar calmamente para os bonecos posicionados, constelado e constelador podem “observar” o que acontece, sentir o que precisa ser sentido e perceber o que precisa ser percebido. A partir daí, os bonecos vão sendo posicionados de outros modos, com a percepção e o acompanhamento do constelado, até que se forme uma imagem final.

Por ser um trabalho predominantemente fenomenológico (de sentir o que precisa ser sentido), o constelador assume uma postura fundamentada na ausência de qualquer intenção, e sem a necessidade do conhecimento prévio da história do cliente.

Todo este processo, gera movimentos naturais e profundos na alma do cliente, trazendo à tona emoções reprimidas e dissolução de bloqueios. Afirmações e ações que direcionem o constelado à solução de seus conflitos são apresentadas e praticadas durante toda a Constelação, levando o cliente à compreensão dos movimentos, ações e pensamentos que o farão retomar o fluxo do amor em sua vida.

Ao final da sessão, constelador e constelado terão uma nova imagem do Campo Quântico que, muitas vezes, não precisará ser explicada ou explicitada, mas que poderá tocar profundamente o constelado, atuando diretamente em seu Campo Sistêmico, de modo a solucionar ou pelo menos causar algum tipo de movimentação que direcionará a questão levada pelo constelado a um novo nível de evolução.

Para compreendermos melhor o papel e o funcionamento da constelação no caminho de desenvolvimento do coachee apresento a seguir seis passos para serem seguidos dentro do processo de Coaching, como cada um deles se dá e influência nos resultados das sessões e do cliente.

Créditos da Imagem: Por Photographee.eu – ID da foto stock livre de direitos: 1107423758

Deixe seu Comentário: