reflexologia-vantagens

Benefícios da Reflexologia Para a Saúde do Corpo e da Mente

Por: José Roberto Marques | Blog | 16 de julho de 2019

A reflexologia é um tipo de massagem com fins um pouco mais específicos do que a modalidade tradicional. A principal diferença é que é realizada apenas em três partes do corpo, que são orelhas, pés e mãos, com maior destaque para os pés, pois os especialistas da técnica afirmam que são áreas que possuem uma forte conexão com órgãos importantes do corpo. Assim, acredita-se que o toque e a pressão sobre essas áreas seja capaz de promover diversos benefícios para a saúde.

Descubra como descobrir e melhorar pontos de sua vida pessoal e profissional!
Acesse meu livro “O Poder do Autoconhecimento”. É um Presente do JRM!

Entenda Melhor o Que é a Reflexologia

O nome reflexologia, por si só, já é capaz de direcionar o entendimento em relação a como a técnica funciona. Afinal, como disse no início, ela é baseada na ideia de que o toque nas orelhas, nos pés e nas mãos seja capaz de refletir em outras áreas de grande importância, como coração, cabeça, fígado, pâncreas, intestino, coluna, entre outras, por conta de uma conexão energética existente entre essas partes do corpo.

Para se ter uma ideia, dentro da reflexologia, acredita-se que o toque realizado no calcanhar é capaz de desbloquear os canais de energia do intestino e da região lombar, promovendo o bom funcionamento dessas áreas. Outros exemplos de partes do corpo correspondentes incluem: pontas dos dedos dos pés e cabeça, planta do pé e coração. É como se os pés, mãos e orelhas tivessem um mapa, em que cada área corresponde a um órgão.

Segundo os reflexologistas, a pressão sobre os pontos reflexos também ajuda a equilibrar o sistema nervoso e estimula a liberação de endorfinas que ajudam a reduzir a dor e o estresse.

Origem da Reflexologia

Trata-se de uma prática bastante antiga e, por isso, sua origem e história são difíceis de rastrear. No entanto, acredita-se que a reflexologia tenha sido passada através de gerações. Seu primeiro registro foi encontrado em uma tumba egípcia, datada de 2330 aC, através de uma representação gráfica, juntamente com outros procedimentos médicos. Acredita-se que os símbolos da técnica também estejam registrados nos pés das estátuas de Buda que estão localizadas na Índia e na China.

Considerando a história mais recente, foi o otorrinolaringologista norte americano William H. Fitzgerald quem introduziu esse conceito na cultura ocidental, em 1915. Além disso, a fisioterapeuta Eunice Ingham também teve um papel importante na popularização da técnica. Na década de 30, ela estudou as teorias já existentes e incluiu novas observações, resultando no que se tornou conhecido como a reflexologia moderna.

Tipos de Problemas Que Podem Ser Tratados Através da Reflexologia

Pessoas podem procurar a reflexologia por diversas razões, tendo ou não um problema preexistente, entretanto, existem algumas condições específicas que os especialistas da técnica afirmam que ela é capaz de tratar. São elas:

  • Artrite;
  • Desequilíbrios hormonais;
  • Desordens relacionadas à digestão;
  • Dores nas costas;
  • Dores de cabeça e enxaquecas;
  • Estresse;
  • Insônia;
  • Lesões ligadas ao esporte;
  • Problemas digestivos;
  • Tensão pré-menstrual.

Vale lembrar que é sempre importante consultar um médico para verificar se há alguma causa a ser tratada através dos métodos tradicionais. De qualquer maneira, a reflexologia pode ser usada em conjunto, como forma de obter resultados positivos mais rapidamente.

Principais Benefícios da Reflexologia

Além dos problemas citados anteriormente que a reflexologia pode ajudar a tratar, a técnica também é capaz de proporcionar outros tipos de benefícios, que são positivos para qualquer pessoa. Veja quais são eles.

Melhora na circulação: um dos benefícios mais conhecidos da reflexologia é a melhora na circulação, o que significa que o sangue e o oxigênio irão percorrer pelo corpo de forma mais eficaz.

Aumento dos níveis de energia: ao alinhar o funcionamento de vários órgãos e sistemas musculares, a reflexologia pode aumentar o metabolismo e os processos de criação de energia dentro do corpo.

Relaxamento: a reflexologia abre vias neurais, e esse tipo de atividade neural de fluxo livre resulta em um estado mais relaxado do corpo.

Eliminação de toxinas: melhora a função da bexiga e reduz os problemas do trato urinário, intensificando a eliminação de toxinas através da urina.

Estimulação do sistema nervoso: as vias neurais abertas podem beneficiar o sistema nervoso central, acelerando processos cognitivos e melhorando a memória.

Gravidez mais tranquila: as gestantes também podem se beneficiar da reflexologia, através do alívio de dores e da redução das chances de ter depressão pós-parto.

Como a Técnica é Aplicada?

Uma sessão padrão de reflexologia costuma durar de 30 a 60 minutos e começa com o preenchimento de um formulário com o histórico de saúde e o estilo de vida do paciente. Essa parte inicial é muito importante porque é nesses dados que o profissional irá se basear para determinar como a terapia será realizada e os pontos a serem focados. Além disso, através dessas informações ele poderá verificar se o indivíduo está apto a passar pela sessão.

Dentre as contraindicações da reflexologia estão pessoas que apresentem quadros, como: úlceras nos pés, lesões recentes, ferimentos nos pés ou tornozelos, doenças cardiovasculares, diabetes, osteoartrite, problemas circulatórios, cálculos biliares, cálculos renais e certos tipos de câncer. Por via das dúvidas, é sempre interessante verificar com o seu médico se a aplicação da técnica será positiva para o seu caso.

Descubra como descobrir e melhorar pontos de sua vida pessoal e profissional!
Acesse meu livro “O Poder do Autoconhecimento”. É um Presente do JRM!

Geralmente, o indivíduo é convidado a tirar os seus sapatos e meias e se sentar confortavelmente em uma cadeira ou se deitar em uma cama de massagem. Então, o reflexologista realiza a avaliação dos pés, que é a parte do corpo mais usada, e estimula vários pontos, a fim de identificar áreas de maior sensibilidade ou tensão. O profissional pode usar loções ou óleos aromáticos, bolas de massagem e outros acessórios.

A pressão que o profissional irá fazer sobre os pés, mãos ou orelhas do paciente, o que, como disse anteriormente, depende do modo de trabalho de cada um, não causa dor. Ao sentir qualquer tipo de desconforto é fundamental se manifestar. Em áreas mais doloridas, o mais comum é que a dor desapareça conforme a massagem é realizada. Na grande maioria dos casos, os pacientes classificam a sessão como relaxante e, ao final, se sentem tranquilos e reenergizados.

Você já conhecia a reflexologia? Gostou de saber mais a respeito da técnica? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo e compartilhe o artigo com os seus amigos!

Copyright: 281157707 – https://www.shutterstock.com/pt/g/photographeeeu

Deixe seu Comentário: