autofeedback-autoconhecimento

Autofeedback: Ferramenta de Coaching Para Autoconhecimento

Por: José Roberto Marques | Blog
Mulher olhando seu reflexo no espelho, uma alusão ao autofeedback

lenetstan/Shutterstock Reconhecer suas qualidades e pontos de melhoria são benefícios do autofeedback. Experimente!

Antes de compreendermos a essência do autofeedback, é importante entender o que é um feedback. Nesse sentido, segundo o Dicionário Aulete Digital, feedback pode significar: retroalimentação, resposta à fonte emissora sobre o resultado de uma ação, mensagem, trabalho etc., o que realimenta o processo; retorno, reação, resposta.

Desse modo, o autofeedback pode ser considerado uma autorretroalimentação, uma resposta a si próprio, um retorno para si mesmo. Sendo isso possível, por meio do autoconhecimento e de uma viagem longa para dentro de si, utilizando perguntas poderosas, capazes de levar uma pessoa a uma reflexão profunda.

Siga a leitura para entender melhor o que é o autofeedback, seus benefícios e dicas de como utilizar essa ferramenta de Coaching.

Uma das chaves para o sucesso é conhecer a si mesmo!
Quer se conhecer melhor? Clique aqui e baixe meu ebook!

Autofeedback, Coaching e Autoconhecimento

No Coaching, o processo de autoconhecimento é contínuo, pois proporciona, além do conhecer a si mesmo, a autocura, o autoperdão e muitos outros benefícios a partir dessa reflexão. Para isso, são utilizadas ferramentas como o autofeedback, essa técnica poderosa que proporciona a chance de reconhecermos nossos pontos fortes e de melhoria, expectativas, assim como as oportunidades, fatores limitantes e outros aspectos.

Na prática, isso oportuniza um processo de autorreflexão do que deve ser trabalhado para que possamos alcançar nossos anseios profissionais e pessoais, e nos proporcionar evolução, autodescoberta e empoderamento. Quando olhamos para dentro de nós mesmos somos capazes de reconhecer nossas qualidades e nossas falhas, nos tornando mais tolerantes em relação às pessoas. Isso melhora muito a qualidade de nossos relacionamentos interpessoais.

Por meio dessa ferramenta poderosa, passamos a nos relacionar com nós mesmos, nos conectando à nossa nascente interior. Isso possibilita reconhecer nossas qualidades, aquilo que temos de melhor, em nossas atitudes com as pessoas e conosco mesmos, aspectos que muitas vezes temos dificuldades em reconhecer.

Esse é o primeiro passo para a identificação da história que contamos da nossa história, que é como vemos quem somos de verdade. Ter essa visão interna ampla dá mais liberdade para agir e escolher os caminhos a tomar.

Como o autofeedback funciona?

O autofeedback também nos leva a analisar nossos pontos fortes, podendo ainda reconhecer e refletir sobre nossos pontos de melhoria. Essa tarefa pode ser desafiadora, mas, sem dúvidas, é uma das mais necessárias. Nesse ponto do autofeedback, vamos reconhecer e refletir sobre nossa luz e nossas sombras interiores, para que possamos honrar e respeitar a nós mesmos como seres duais em constante transformação.

Durante o autofeedback, muitos aspectos são avaliados por nós a respeito de nossas próprias vidas, inclusive o real significado de nossa existência. O que nos move e o que nos faz acordar todos os dias acreditando que hoje será o melhor dia de nossas vidas? Será que saberíamos responder a essa pergunta?

Dar-se um feedback, olhar para si mesmo, responder a perguntas nunca feitas antes e manter esse hábito nos leva a refletir também sobre o que realmente buscamos com o processo de Coaching. A metodologia é capaz de nos auxiliar na definição do objetivo a ser trabalhado e, também, nos dá a clareza para reconhecer o momento em que esse objetivo é atingido.

Dicas de como aplicar o exercício de autofeedback

Agora que já sabe o que é o autofeedback e os seus benefícios, confira dicas de como aplicá-lo para se conhecer melhor, fortalecer sua autoestima e identificar os pontos a desenvolver.

1. Saiba diferenciar autofeedback de autojulgamento

Em primeiro lugar, é preciso ter total clareza que o objetivo do autofeedback é se observar. A ideia é identificar pontos em que pode melhorar e outros em que está indo bem, de modo a usá-los de maneira positiva. Portanto, jamais aplique essa técnica se julgando e utilizando uma linguagem negativa.

Você é feliz?

Para facilitar, faça um exercício de perspectiva, se imagine como sendo outra pessoa que vai te dar um feedback. Afinal, quando vamos falar com os outros temos a tendência de buscar as melhores palavras para evitar magoar alguém. Contudo, esquecemos de ter esse mesmo cuidado quando se trata de lidar conosco mesmos. Então, lembre-se de ser gentil consigo ao longo de todo o processo.

2. Registre os pontos identificados

O autofeedback é uma reflexão, mas é importante que não fique apenas no campo das ideias. Registrar os pontos identificados, tanto de melhorias quanto os fortes, é fundamental para se organizar para aplicá-los ou trabalhá-los. Além disso, sem um registro pode acontecer de se esquecer de algum detalhe importante com o passar do tempo.

3. Se questione para encontrar respostas

Costumamos fazer perguntas quando desejamos conhecer melhor uma pessoa, certo? Com o autofeedback acontece da mesma maneira, é através de questionamentos que se chega às respostas. Confira alguns exemplos de perguntas a se fazer:

  • O que eu poderia ter feito melhor?
  • Quais são meus pontos fortes?
  • Quais são os pontos que preciso melhorar?
  • Onde posso ter iniciativa e me tornar um profissional ou pessoa mais forte?
  • Quais são as minhas maiores prioridades agora?
  • Estou no caminho certo?
  • Existe alguma coisa que deveria focar?
  • Onde preciso dedicar mais tempo e energia?

4. Planeje-se para desenvolver o que achar necessário

Ao longo do processo de autofeedback, é natural encontrar pontos que precise aperfeiçoar. Afinal de contas, todos possuem aspectos a desenvolver. Entretanto, mais do que apenas identificar, é preciso se planejar para melhorar o que achar necessário. Sem um planejamento organizado e definição de metas corre-se o risco de deixar isso para lá com o passar do tempo.

Dessa forma, se quer realmente aproveitar ao máximo essa experiência e evoluir, é essencial ter tudo muito bem definido. É preciso ter os objetivos claros, o que será feito para alcançá-los e as metas a serem alcançadas, com data e outros detalhes.

5. Mantenha uma postura positiva

Seja ao longo do processo de autofeedback ou da busca pelo desenvolvimento dos pontos identificados, é muito importante manter uma postura positiva. Tenha sempre em mente que a ideia é evoluir, crescer, então, nada de se colocar para baixo e sentir medo do que irá analisar ou descobrir.

Através de uma mentalidade positiva fica mais simples acolher os pontos que precisam ser desenvolvidos sem transformá-los em motivos para autopunição. Afinal, é o acolhimento que gera a motivação para transformar.

A autoconfiança só é possível se você está de bem com a vida.
Quer saber em qual nível está a sua felicidade? Clique aqui

6. Obtenha outros pontos de vista

Além do autofeedback, é interessante solicitar o feedback de outras pessoas, como amigos, familiares e o supervisor, no caso de uma avaliação profissional. Ouvir opiniões de terceiros sobre seu desempenho te ajudará a confirmar pontos que identificou ou refletir mais sobre coisas que não ficaram tão claras.

Contudo, é preciso tomar cuidado ao selecionar as pessoas de quem irá solicitar feedbacks sobre seu desempenho. É preciso que sejam indivíduos que tenham a verdadeira intenção de estimular o seu desenvolvimento. Por isso, fuja daqueles que estão sempre fazendo comentários negativos e nunca têm uma palavra de incentivo a oferecer.

7. Reconheça suas conquistas

Por último, é muito importante que acompanhe sua evolução ao longo do processo pós autofeedback. Poder identificar cada passo dado te dará mais motivação para seguir adiante, se dedicar e melhorar a cada dia mais. Se você parabenizaria um amigo por suas conquistas, por que não fazer o mesmo consigo? Comemore, se orgulhe e reconheça o potencial extraordinário que possui!

Lembre-se que o autofeedback deve ser realizado continuamente, assim como o processo de desenvolvimento. Ter o objetivo de sempre crescer, se tornar uma pessoa melhor e um profissional melhor é fundamental para trilhar um caminho positivo e alcançar o sucesso em todas as áreas da vida.

E então, está preparado para aplicar o autofeedback e se conhecer mais profundamente? Dedique uma parcela do seu tempo a isso e veja os retornos fantásticos que poderá receber. Aproveite para deixar seu comentário sobre o assunto abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais para levar a reflexão e a inspiração adiante!

Imagem: Por Matva

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: