teste-perfil-profissional

Análise de comportamento: você sobreviveria a um teste de perfil profissional?

Por: José Roberto Marques | Blog | 06 de fevereiro de 2018

Durante os processos seletivos, o recrutador procura identificar comportamentos e competências técnicas de cada um dos participantes para encontrar aquele que está mais apto a ocupar a vaga em questão. Com o objetivo de tornar as contratações cada vez mais assertivas, os candidatos são submetidos a uma série de questionamentos e avaliações, entre os quais está o teste de perfil profissional. Continue lendo o texto para saber mais!

O que esperar de um questionário no processo seletivo

A palavra teste pode causar medo em diversas pessoas. Para muitas, ela pode lembrar a época de escola ou de faculdade em que a nota dependia da questão respondida de forma certa ou errada. Uma empresa que exige essa prova no processo seletivo também busca pelas respostas certas, que estão dentro do perfil da vaga, e pelas erradas, que fogem do que é solicitado. Mais tarde vou falar mais disso.

Um teste de perfil profissional é realizado por meio de um questionário em que o candidato precisa indicar a opção mais aproximada daquilo que faria em determinada situação. Por ser uma ferramenta objetiva e focada em questões pertinentes, quando utilizada precisamente, contribui para levantar as características relevantes do avaliado e verificar se correspondem com aquelas requisitadas. Ou seja: não é um modo de desmerecer ninguém, é uma forma da empresa encontrar a pessoa ideal.

A partir desse método, é possível identificar o grau de experiência e quais seriam as atitudes do candidato diante de situações comuns ao cargo pretendido. As atitudes estão relacionadas às habilidades técnicas e às características da personalidade. A prova considera que a pessoa tenderá a agir da mesma forma quando estiver vivenciando algo pelo qual já passou.  Portanto, identifica na prática se o participante do processo seletivo tem ou não as competências necessárias para preencher a vaga. Além disso, a verificação também  minimiza a subjetividade, que é um dos grandes desafios da área de Recursos Humanos durante as entrevistas.

Construção do questionário

Para resultar na escolha mais efetiva, o teste deve ser elaborado cuidadosamente e por pessoas especializadas. É preciso considerar as qualificações, capacitações conhecimentos técnicos gerais, habilidades e atitudes que são esperadas do novo colaborador. O profissional que realizar o procedimento precisa estudar assiduamente a abrangência do cargo para saber o que procurar no candidato ideal. Cada resposta do questionário deve informar de forma eficaz quais são as competências e os comportamentos do avaliado de acordo com a maneira que ele escolher agir em determinado contexto.

Outro ponto importante para se considerar no desenvolvimento das perguntas são os valores da empresa. O candidato precisa mostrar que está apto a se encaixar nas características que formam a cultura da empresa. Afinal, não adianta ter um cargo bacana e não estar dentro dos valores que a empresa espera dos colaboradores.

Baseado no retorno, o avaliador irá obter o perfil de cada um dos participantes do processo seletivo. Após isso, é preciso analisar caso a caso. Aqueles que mais se aproximarem das expectativas para o exercício do cargo disputado, irão ter a maior pontuação e ficarão mais próximos de conseguirem a vaga desejada.

Viu como o processo para a construção do teste não é simples? Sua profundidade busca encontrar as pessoas realmente ideais para a vaga e a empresa.

Atitudes que fazem a diferença

Como se trata de um questionário, muitos candidatos ao ouvirem que vão participar de um teste de perfil profissional tendem a acreditar que existem respostas corretas e incorretas. Como já falamos antes, as opções corretas serão aquelas que são mais próximas às características que a empresa precisa de uma pessoa para preencher a vaga em aberto.

Dessa maneira, não existem fórmulas mágicas: ou você tem o perfil exigido ou não tem. Mesmo que você tenha estudado sobre a organização, analisando o site, lido notícias de jornal, observando as redes sociais e até conversando com pessoas que já trabalham lá, não é certeza de que você saberá todas as características que a empresa busca com a aplicação do teste. De qualquer forma, continua sendo essencial realizar essa pesquisa. Assim você vai preparado para a entrevista e demonstra que é esforçado e interessado.

Portanto, é impossível forjar a escolha das alternativas. Essa estratégia ficará ameaçada diante das perguntas que colocam as mesmas circunstâncias de diferentes formas para avaliar o nível de congruência das respostas, observar o nível de compreensão do que foi enunciado e identificar respostas contraditórias. A única saída é simples: seja honesto ao responder aquilo que foi requerido, sempre lembrando que os testes dizem muito sobre você.

O objetivo da prova é tornar a contratação mais efetiva. Esse resultado é bom para a empresa, que poderá contar com colaboradores mais satisfeitos e evitar a alta rotatividade, e para o próprio candidato. Certeza de que é bom para o candidato? O teste é vantajoso também para quem deseja a vaga, pois ele pode comprovar que realmente há ou, mostrar de uma vez por todas, que não há aderência com a vaga.

Como o teste de perfil profissional pode ajudar na carreira

Lembre-se de que o teste de perfil profissional não é um inimigo do candidato e sim um aliado. Ele não precisa ser somente respondido durante processos seletivos, mas em qualquer ocasião. Basta pesquisar por conta própria na internet ou em consultorias especializadas. Isso conta como uma ótimo exercício de autoconhecimento.

Por meio dessa ferramenta, você identifica quais são suas qualidades para desenvolvê-las. Além disso, também encontra quais são as fraquezas profissionais e aprende a minimizá-las no ambiente de trabalho. As consequências poderão ser vistas tanto no desempenho profissional quando na vida pessoal. O resultado obtido ainda permite que você direcione a sua carreira de forma mais assertiva e procure vagas mais voltadas ao seu perfil.

Se identificar que precisa desenvolver-se profissionalmente, conte com o Professional & Self Coaching, formação baseada no método do coaching que o ajudará a potencializar as suas competências e se destacar no mercado de trabalho.

Gostou deste post? Comente as suas percepções e conte as suas experiências!

Copyright: 726323857 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fgc

Deixe seu Comentário: