pai-ensinando-biclecleta

A vida ensina

Por: José Roberto Marques | Blog | 11 de maio de 2019

Existe uma diferença imensa entre o que é a realidade e o que pensamos que seja. Pense naquela mensagem que recebeu e no tom que deu a ela. Reflita sobre o julgamento que fez quando você viu uma pessoa com a cara fechada e acreditou que ela fosse uma pessoa mal-humorada ou difícil de lidar.

Esses pensamentos que surgem em nossa cabeça não têm relação nenhuma com a realidade, são originários da nossa mente, que abriga padrões e condicionamentos que pensam e julgam o que acontece no mundo ao nosso redor, tudo o que vemos, ouvimos, percebemos.

Assim, quando pensamos algo sobre alguém, julgando ou criticando, estamos apenas deixando a mente criar imagens com base nesses padrões e condicionamentos. Eles são todo conhecimento que adquirimos ao longo da vida, toda a educação que recebemos desde de pequenos, tudo o que nos ensinaram pais e pessoas mais velhas que fizeram parte da nossa criação.

Eles são como uma tela, a princípio invisível, que separa nossa verdadeira percepção da concretude do mundo exterior, mas, com a verdadeira percepção do Universo, no momento em que conseguimos expandir a consciência, começamos a perceber essa tela, ela vai se tornando cada vez mais visível e opaca, impossibilitando que consigamos ver o mundo como ele é, as coisas como elas são.

O mesmo acontece com os outros. O que os outros pensam de nós, a forma como nos julgam e nos criticam são baseadas em padrões e condicionamentos aos quais foram expostos durante toda vida. E, muitas vezes, esses padrões são bem distintos, mesmo que as pessoas tenham crescido na mesma cidade, no mesmo bairro e na mesma condição econômica e de oportunidades.

Quando pensamos a realidade, ela deixa de ser realidade e passa a ser pensamento, passando pela tela de forma diferente do que está do lado de fora. As opiniões nada mais são do que pensamentos condicionados e elas não correspondem necessariamente à realidade, por isso que deve ficar em segundo plano, sem importância.

Você é feliz?

Contudo, podemos mudar a forma como percebemos a realidade. E podemos fazer isso deixando a mente de lado e colocando em ação o Ser, a nossa essência, o coração.

Os olhos do Ser mostram o que precisamos ver sem que a tela esteja mediando a percepção, ou seja, sem que o pensamento julgue, reflita ou critique. O Ser é aquele que devemos ouvir, que nos apresenta o mundo como ele é verdadeiramente.

Qualquer opinião que emitimos ou que os outros emitem não devem ser motivo de preocupação, pois podemos nos tornar escravos dela, escravos de tentar sempre ter boas opiniões dos outros e de ver o mundo com olhos julgadores e negativos.

Essa nossa visão sobre a realidade não é algo que podemos mudar do dia para noite. Ela se torna o resultado de um período de aperfeiçoamento pessoal, quando passamos a deixar o Ego de lado e enxergamos o mundo com os olhos do Ser.

Nunca é tarde para compreender e ver a realidade como ela mesma! É importante que tenhamos isso em mente. As crenças que nos formam podem prejudicar a visão que temos do mundo real, mas podemos entender suas origens e passar a ver o mundo com nossa essência, com aquilo que verdadeiramente somos.

Quantas vezes já sofremos com o julgamento dos outros, com as opiniões sobre quem somos? Quantas vezes já não justificamos ações por acreditar que estivéssemos sendo mal compreendidos?

Muitos conflitos poderiam ter sido evitados se todos vissem uns aos outros por meio do Ser. As interpretações que fazemos dos outros, e as que fazem de nós, desaparecem, ficando apenas a real percepção da essência das coisas e do mundo.

Não precisamos mais gastar energia tentando fazer o outro mudar de opinião, pois devemos entender que essa opinião é fruto de um conjunto de crenças, criação, visão de mundo, que não cabe a nós mudar.

Devemos entender e apenas sentir o que carregamos dentro de nós, todas as emoções, sentimentos, pensamentos, tudo o que nos compõe, pois apenas isso é verdadeiro, e é a única realidade que importa.

O espelho do outro deixa de ser o espelho para o qual vamos olhar quando quisermos ver a nós mesmos. Olharemos para o espelho que existe dentro de nós. Ali mora nosso verdadeiro Ser.

Créditos da Imagem: Por Olesia Bilkei – ID da foto stock livre de direitos: 176232923

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: