Hate,My,Job.,Dealing,With,Error.,Overworked,Man,Crush,Laptop

7 Sinais de que o seu trabalho está te fazendo mal

Por: José Roberto Marques | Blog

Diz um famoso ditado que o trabalho dignifica o homem. Realmente, trabalhar é muito importante, não apenas para prover o sustento, mas também para fortalecer o senso de utilidade. Entretanto, é preciso estar atento aos sinais de que o seu trabalho está te fazendo mal. Afinal, por mais que seja uma obrigação trabalhar, é preciso que se tenha afinidade e prazer na atividade realizada.

Ter uma atividade e saber que seu esforço contribui para uma causa maior é fundamental para que o ser humano se sinta útil e se motive a trilhar um caminho de desenvolvimento. Contudo, é preciso que seja um trabalho que estimule o indivíduo e não que o faça sofrer a cada manhã ao acordar para iniciar o dia.

Siga a leitura para continuar a reflexão e saber mais sobre a insatisfação profissional.

Quer saber como motivar e potencializar os resultados de sua equipe?
Clique aqui e baixe agora meu ebook “Leader Coach”! É um presente!

Motivos pelos quais o trabalho pode fazer mal a uma pessoa

Antes de falarmos sobre os sinais de que o trabalho está te fazendo mal, precisamos nos aprofundar sobre os motivos que podem levar a isso. Veja, a seguir, quais são as razões mais comuns para se ter uma relação ruim com o trabalho.

  • Ser vítima de assédio moral pelo chefe ou algum colega;
  • Ser mal remunerado;
  • Sobrecarga de tarefas;
  • Falta de reconhecimento por parte da empresa;
  • Ambiente tóxico, marcado por discussões frequentes e fofocas;
  • Não ter qualquer afinidade com a função desempenhada.

Veja que nenhum dos possíveis motivos para uma pessoa estar infeliz no seu trabalho está ligado a não gostar de trabalhar. A questão não é, nem de longe, essa, e sim o fato de a função ou o ambiente estarem a desestabilizando.

Sinais de que o seu trabalho está te fazendo mal

Agora vamos falar sobre os sinais de que o trabalho está fazendo mal a uma pessoa. Algumas podem apresentar apenas um ou dois sinais, enquanto outras vários deles, tudo depende do que motivou o problema e de como se está lidando com eles.

1. Levantar-se da cama sem qualquer motivação para trabalhar

Por mais que muitas pessoas tenham problemas para acordar cedo, é diferente de se levantar totalmente desanimado. Se só de pensar no trabalho já se sente triste e com vontade de ficar na cama, esse é um grande sinal de que há um problema.

2. Se sentir exausto ao longo de todo o dia

Trabalhar é cansativo, mas não é normal começar o dia cansado e terminar o expediente esgotado todos os dias. Isso pode ser sinal de que a situação está tão extenuante mentalmente que gera esse desgaste.

3. Se sentir totalmente deslocado no ambiente de trabalho

Ninguém precisa ser amigo íntimo dos colegas para se sentir bem no trabalho. Contudo, ter pelo menos um com o qual se tem mais afinidade é importante. Se sentir totalmente deslocado e não ter ninguém para conversar sobre temas triviais na hora do café pode ser mais um indício de não estar feliz no emprego.

Você é feliz?

4. Está apresentando sintomas físicos

A insatisfação profissional pode desencadear sintomas físicos. Dores de cabeça, musculares, de estômago, taquicardia, falta de ar, insônia, são alguns dos sinais que uma pessoa pode apresentar ao estar insatisfeita com o seu trabalho. São questões que exames físicos muitas vezes não conseguem identificar a origem porque é puramente emocional.

5. A insatisfação com o trabalho está interferindo em sua vida pessoal

Uma pessoa que está em crise com o seu trabalho acabará tendo sua insatisfação interferindo na vida pessoal. Mostrar-se irritado com familiares e amigos, além de perder o interesse em coisas que antes eram prazerosas são apenas alguns exemplos de como essa interferência acontece.

6. Sente vontade de chorar sem motivo quando está no trabalho

O choro é uma demonstração de que algo não vai bem internamente. Quando uma pessoa sente vontade de chorar sem motivo ao longo do dia de trabalho é mais um indício de que ela não está se sentindo bem naquele ambiente. Lembrando que esse choro deve ser recorrente e não haver qualquer questão externa envolvida.

7. Não sentir nenhuma motivação com os objetivos profissionais

Todo profissional que se sente minimamente feliz com o seu trabalho tem objetivos, mesmo que seja cumprir todas as metas que estipulou para o dia. Não sentir qualquer motivação com isso é uma demonstração de insatisfação. Chegar ao final do expediente, ver que cumpriu tudo o que precisava e não se sentir pelo menos um pouco satisfeito não é normal.

O que fazer quando o trabalho faz mal?

Se você concluiu que realmente o seu trabalho está te fazendo mal e não sabe o que fazer, acalme-se. É preciso pensar com calma e traçar um plano para conseguir resolver essa situação. Pedir demissão sem qualquer planejamento irá apenas transformar um problema em outro e não resolvê-lo por completo.

É preciso considerar se tem outro trabalho em vista, se possui uma reserva de emergência para se manter, se existem outras pessoas que dependem de você, como filhos e outros familiares. Vamos imaginar que não tenha reserva e nem outro trabalho em vista. Nesse caso, é preciso buscar uma nova oportunidade antes de deixar o trabalho atual.

Atualize o seu currículo seguindo dicas de experts e incluindo as informações certas de acordo com as vagas pretendidas. Envie-o para as empresas nas quais gostaria de trabalhar. Faça o mesmo com o seu perfil do LinkedIn. Fale para os seus contatos que está procurando uma nova oportunidade. Quanto mais pessoas souberem, maiores são as chances de lembrarem de você quando uma vaga surgir.

Até que consiga outro trabalho, encontre formas de reduzir ao máximo os danos gerados pelo seu emprego atual. Afaste-se das pessoas tóxicas e busque fazer o seu melhor dentro das suas possibilidades.

Importante: se estiver sendo vítima de assédio moral, denuncie! Converse com um superior e relate o ocorrido. Esse é um tipo de situação inadmissível e que não pode acontecer.

Esperamos que as informações aqui compartilhadas te ajudem a resolver essa questão e a encontrar um trabalho que te proporcione satisfação. Aproveite para comentar sobre o assunto abaixo e compartilhar o conteúdo com amigos que estejam passando pela mesma situação.

Imagem: Por Just dance

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: