Businessman,Drawing,Growing,Stairs.,Development,Career,Growth,,Success,And,Progress

7 passos que vão contribuir para a sua evolução

Por: José Roberto Marques | Blog

Segundo Charles Darwin, biólogo britânico, a evolução é um mecanismo por meio do qual os indivíduos de uma espécie desenvolvem novas características de uma geração para a outra, adaptando-se cada vez melhor ao meio em que vivem. Neste artigo, não vamos falar de biologia, mas podemos entender, portanto, que evoluir significa ser cada vez melhor.

No desenvolvimento pessoal, a evolução deve ocorrer em todas as áreas da vida de uma pessoa. É claro que algumas sempre estão em posição mais confortável do que outras, aliás, é este o jogo da vida: equilibrar todas as áreas. Não se trata de um jogo fácil, mas, para ajudar você nessa trajetória, separamos 7 passos, que você confere a seguir.

1. Cuidar da sua saúde física

Fica difícil pensar em evolução sem saúde. Aliás, ela deve ser sempre a nossa prioridade, afinal de contas, é por meio dela que mantemos a vida. É claro que há momentos em que ficamos doentes, e o importante é tirar lições desses momentos para que saibamos tomar mais cuidado com o nosso corpo — que é o templo que nos possibilita viver.

Contudo, é importante ressaltar que ter saúde não consiste apenas em não estar doente, mas em sentir-se bem, com disposição e energia. Para que isso ocorra, é preciso manter-se hidratado, alimentar-se de forma equilibrada, praticar exercícios físicos com frequência e fazer um check-up médico ao menos uma vez por ano. Em conjunto, todos esses hábitos atuarão não apenas na prevenção às doenças, mas também na promoção de uma vida com mais qualidade.

2. Cuidar da sua saúde mental

Assim como o corpo, a mente também é um instrumento que nos permite viver. É por meio dela que vivenciamos sensações, que raciocinamos, que planejamos as nossas ações, enfim, que decidimos como vamos conduzir as nossas vidas.

Infelizmente, o estilo de vida contemporâneo é muito acelerado, o que tem provocado na sociedade um aumento nos quadros de depressão, estresse, ansiedade, vícios e compulsões dos mais diversos tipos. Lidar adequadamente com as nossas emoções e com os nossos pensamentos é um desafio, mas é fundamental para evoluir diariamente.

Por isso, deixe de comparar-se com os outros, mantenha-se perto de quem lhe faz bem, afaste-se de pessoas tóxicas, respeite os limites do seu corpo e da sua mente, descanse adequadamente, faça atividades que lhe despertem prazer e conviva bem com a sua família e com os seus amigos. Entenda que a vida não é perfeita e acolha as suas imperfeições. Ser feliz não é viver sem problemas, mas saber lidar com eles. Se necessário, não hesite em procurar ajuda especializada.

3. Manter um bom relacionamento com as pessoas ao seu redor

Na vida, nada (ou muito pouco) se faz sozinho. Todos nós chegamos ao mundo com competências e talentos diferenciados, e é por isso que dependemos uns dos outros. Na verdade, é exatamente esse mecanismo que nos fortalece enquanto sociedade, já que as competências que nós não temos, podemos obter por meio do auxílio de outras pessoas, e vice-versa.

No entanto, a necessidade de conviver com outras pessoas não se resume à ajuda mútua. Na verdade, o ser humano é um ser social por natureza. Isso nos leva a um desejo profundo de fazer parte de grupos onde haja aceitação, companheirismo, amizade e até amor.

Por isso, buscamos saciar essas necessidades na família, nos amigos, nos vizinhos, nos colegas de trabalho, entre outros círculos dos quais fazemos parte. O respeito pelo próximo nos faz evoluir em cada um desses ambientes, o que nos leva a prosperar e a ser cada vez mais admirados.

4. Fazer planos para todas as áreas da sua vida

Outro aspecto que nos faz evoluir é ter objetivos. Alguém que não tem metas e não faz planos simplesmente deixou de viver, e está apenas existindo. Portanto, reflita sobre o que você deseja para a sua vida. Questione-se: onde você deseja estar daqui a 5, 10 ou 20 anos?

Ao responder a essa pergunta, é importante levar em consideração todos os aspectos da sua vida: a sua família, o seu trabalho, a sua residência, as suas finanças, os seus sonhos pessoais, a sua saúde, enfim, todos os setores que o façam alguém melhor.

Você é feliz?

Ao definir esses objetivos, porém, seja realista. Definir metas muito distantes da sua realidade pode fazer com que você se frustre e chegue à crença falsa e limitante de que você não é capaz de realizar os seus sonhos. Portanto, sonhe, mas com os dois pés no chão.

5, Desenvolver-se profissionalmente

O exercício de uma profissão não significa apenas a obtenção do seu sustento, mas pode ser também a oportunidade para que você manifeste os seus dons e concretize o seu propósito de vida. Isso pode ser feito por meio das artes, dos esportes, do empreendedorismo ou, simplesmente, por você encontrar um emprego compatível com as suas paixões e com as suas aptidões.

Para que isso ocorra, é importante que você reconheça esse propósito dentro de si e que se esforce no sentido de desenvolvê-lo e vivenciá-lo em seu dia a dia. Por isso, nunca deixe de aprender, mesmo que você já seja um veterano na área escolhida. O mundo nunca para de mudar, e, como dizia Darwin, é preciso que nos adaptemos às mudanças. Assim, leituras, eventos, cursos e treinamentos devem ser realizados com frequência.

Aprender sobre educação financeira

Muita gente evita falar do assunto, pois acha que é um tema “sujo”. No entanto, é preciso que tenhamos consciência de que praticamente tudo aquilo que fazemos demanda dinheiro. Por isso, administrar as suas fontes de renda e os seus gastos não quer dizer que você esteja apegado ao dinheiro, ou que seja ganancioso ou egoísta.

Isso apenas quer dizer que, compreendendo a dinâmica do mundo, você deseja viver com qualidade e oferecer mais conforto às pessoas que convivem diretamente com você. Dessa forma, é importante adquirir conhecimentos em educação financeira, uma área que, infelizmente, ainda é quase desconhecida no país.

Por meio dela, as pessoas aprendem a organizar os seus ganhos e gastos, a viver dentro das suas possibilidades, a procurar novas fontes de renda, a fugir das dívidas, a consumir de forma consciente, a construir reservas de emergência e a investir adequadamente o seu patrimônio.

Sempre ampliar o seu autoconhecimento

Por último, mas definitivamente não menos importante, é preciso que mergulhemos verdadeiramente no autoconhecimento. Conhecer a si mesmo é fundamental para que possamos colocar em prática todos os itens anteriores.

É conhecendo a si mesmo que um indivíduo toma decisões eficazes quanto à sua escolha profissional, quanto às suas amizades, quanto aos seus relacionamentos amorosos, quanto à sua família, quanto às suas decisões financeiras, enfim, sobre todas as áreas da sua vida.

Uma pessoa que investe em autoconhecimento saberá profundamente o que ela quer e o que ela não quer para si. Além disso, ela reconhecerá os seus pontos positivos, que devem ser potencializados, assim como os seus pontos que ainda precisam de mais desenvolvimento para que ela seja cada vez mais feliz em seus caminhos.

Como você pode perceber, evoluir é uma tarefa multifatorial e constante. É preciso que trabalhemos em todas as frentes da nossa existência, em busca de uma felicidade genuína, que se conecte com a nossa essência e com o nosso propósito. Isso exige saúde física, saúde mental, bons relacionamentos, planejamento, desenvolvimento profissional, educação financeira e autoconhecimento.

E você, querida pessoa, como avalia o seu processo de evolução? Qual dos passos acima mais chamou a sua atenção? Deixe o seu comentário no espaço abaixo, com as suas respostas. Por fim, lembre-se de compartilhar este artigo com todos os seus amigos, colegas e familiares, por meio das suas redes sociais!

Imagem: Por Miha Creative

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: