Succesful,Enterprenours,And,Business,People,Reach,Goals

7 passos que vão ajudar você a expandir a sua empresa

Por: José Roberto Marques | Blog

Todo pequeno empreendedor tem o sonho de ver a sua empresa crescer e se tornar um grande player na sua área da atuação, não é mesmo? Por isso, sempre que uma pequena empresa começa a dar sinais de estabilidade em suas atividades e de que existe a possibilidade de crescimento para ela, o empreendedor se anima.

Neste momento, porém, é importante manter os pés no chão para que a expansão de fato seja realizada, sem oferecer prejuízos às operações da empresa. Para ajudar você nessa situação, separamos 7 passos básicos para orientar a expansão da sua empresa. Preparado? Então, boa leitura!

Conheça os passos que vão te tornar um Líder Extraordinário!
Clique aqui e baixe meu ebook “Leader Coach”! É um presente!

1. Avalie o momento da sua empresa

Para que uma empresa possa ser expandida, é preciso que o empreendedor identifique nela sinais de que este momento chegou, para não forçar a barra e expandi-la antes da hora. Os sinais mais comuns de que é hora de expandir são a estabilidade financeira, a identificação de crescimento no lucro médio nos últimos anos e um aumento na demanda pelas soluções que você oferece.

Se esses sinais estiverem à vista, de fato pode ser a hora de expandir o negócio. Para isso, o empreendedor deve analisar a estrutura que tem à disposição hoje e a estrutura de que precisará para fazer a expansão — levando em consideração os estoques, o suporte, a tecnologia, o pessoal etc. O ideal num processo de expansão é obter escalabilidade, ou seja, aumentar o desempenho da empresa, sem aumentar os custos na mesma proporção.

2. Avalie o cenário externo

Além de analisar internamente a sua empresa, é importante avaliar o cenário externo em que ela está inserida. O mercado está aquecido? Há tendências de crescimento para o seu setor/ramo? Qual é o comportamento atual do seu cliente? Esse comportamento pode ser modificado com o tempo? Quem são os seus principais concorrentes? Podem surgir novos competidores futuramente?

Resumidamente, é preciso avaliar o cenário externo, identificando tudo aquilo que possa representar uma oportunidade ou uma ameaça à expansão da empresa. Por isso, vale a pena ficar ligado em assuntos como: economia, política, legislação, cultura, comportamento do consumidor, questões ecológicas, entre outros aspectos externos que possam impactar diretamente as atividades da organização.

Monitorar de perto esses avanços, especialmente a questão da tecnologia, é importante num momento de expansão. Novas tecnologias surgem, tornando outras obsoletas. Fique atento para que a sua empresa não seja prejudicada nesse processo.

3. Identifique o tipo de expansão a ser realizado

Quando falamos em expandir uma empresa, existem, na verdade, diferentes maneiras pelas quais isso pode ocorrer. Você pode mudar a sede para um lugar maior, abrir novas unidades, montar um sistema de franquias, licenciar o seu produto, oferecer serviços de entrega, comprar ou fundir-se com outra empresa, fazer parcerias, levar a loja física também para o espaço digital (e vice-versa), entre outras estratégias.

Todas essas alternativas tendem a oferecer um crescimento em alcance de público, em capacidade produtiva e, consequentemente, em desempenho de vendas. Para selecionar a opção mais adequada, é preciso que o empreendedor leve em consideração a natureza da sua empresa, os produtos e serviços que comercializa, os seus conhecimentos sobre o público-alvo da organização, as ações dos concorrentes, enfim, todos os itens levantados nas análises internas e externas, citados anteriormente.

4. Verifique a viabilidade financeira da expansão

Depois de identificar se de fato a empresa está num bom momento para expandir e de escolher o tipo de expansão que será realizado, é hora de colocar no papel tudo o que será necessário para que o processo ocorra.

Você é feliz?

Se você deseja abrir uma filial da sua empresa em outro bairro, por exemplo, deverá fazer uma estimativa de todos os custos que serão necessários (aquisição do espaço, reformas, equipamentos, móveis, contratação de novos funcionários etc.). Além disso, você também deverá estimar quantos novos clientes e quantas novas vendas a abertura dessa nova unidade será capaz de oferecer.

A viabilidade financeira dessa expansão é constatada quando o valor estimado de recebimentos for superior ao valor estimado de investimentos. Se isso não ocorrer, é sinal de que a expansão é financeiramente inviável. Nesse caso, é melhor pensar em outra estratégia.

5. Execute um planejamento estratégico

A expansão de uma empresa é um objetivo estratégico, que deve ser traduzido por meio de metas claras e mensuráveis. Na verdade, expandir um negócio é quase como iniciar um novo empreendimento. Por isso, o planejamento é fundamental.

A ferramenta 5W2H pode ser muito útil nesse planejamento. Por meio dela, você, empreendedor, deverá responder as 7 perguntas a seguir para cada etapa do processo de expansão:

  • What? (O que?): qual ação será feita?
  • Why (Por quê?): por que essa ação é necessária? Que benefício se espera dela?
  • Where? (Onde?): em que lugar essa ação será executada?
  • When? (Quando?): em que momento a ação será feita?
  • Who? (Quem?): quais pessoas/empresas/departamentos serão responsáveis pela realização dessa tarefa?
  • How? (Como?): de que maneira essa ação será feita? Quais estratégias serão adotadas?
  • How much? (Quanto?): qual o valor financeiro que será investido na realização desta ação?

Se o empreendedor souber responder adequadamente as perguntas acima para cada etapa do processo de expansão, ele conseguirá conduzi-la de forma satisfatória e organizada.

6. Capacite os seus colaboradores

Para esse momento de expansão, é importante contratar profissionais competentes, bem como treinar os profissionais que já fazem parte do quadro da empresa para esta nova etapa. Os treinamentos devem englobar todas as atividades essenciais da empresa, de acordo com o cargo de cada um — vendas, financeiro, marketing etc.

A capacitação é importante para que os funcionários cresçam, adquiram conhecimento e tornem-se cada vez mais habilidosos e competentes. Dessa forma, os colaboradores mais antigos podem, por exemplo, se tornar gerentes das novas unidades, treinando e orientando os profissionais recém-contratados.

Além disso, todo processo de capacitação torna os profissionais mais preparados para lidar com as adversidades de forma autônoma e proativa. Assim, você, enquanto empreendedor, poderá gradativamente delegar funções e abandonar a postura centralizadora das pequenas empresas.

7. Invista em marketing e em relacionamento com o cliente

Por fim, vale lembrar que não se deve apenas expandir as operações, mas é preciso também comunicar a sociedade sobre a expansão. Se você está investindo muito dinheiro nesse processo, precisará conquistar novos clientes para que tudo tenha valido a pena.

Portanto, aumente a visibilidade da sua marca, sobretudo nos maiores pontos de contato com o seu público-alvo. A presença na web, por meio de websites e páginas nas principais redes sociais, é praticamente mandatória hoje em dia. Além disso, consulte outras formas de comunicação, como as ações promocionais, especialmente para fazer a comunicação dessa expansão.

Por fim, invista também na fidelização dos clientes que conquistar, construindo um bom e duradouro relacionamento com eles. Isso pode ser realizado por meio de programas de fidelidade, suporte atencioso no pós-venda, pesquisas de satisfação, integração omnichannel, entre outros. Assim, você tornará os seus clientes grandes propagadores da sua marca, por meio do marketing boca a boca.

E você, querida pessoa, está pensando em expandir a sua empresa? Já tem alguma experiência nesse sentido? O que achou das dicas acima? Deixe o seu comentário no espaço abaixo. Além disso, não se esqueça de compartilhar este artigo com quem mais possa se beneficiar destes passos, por meio das suas redes sociais!

Imagem: Por NDAB Creativity

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: