5-erros-dieta

5 erros que estão atrapalhando a sua dieta

Por: José Roberto Marques | Blog

Se você faz parte do time de pessoas que já começaram dezenas de dietas diferentes, mas nenhuma delas foi eficaz, este artigo é para você. Seguir um plano de alimentação mais saudável não é tarefa para os fracos e exige muita dedicação e alguns cuidados que nem sempre tomamos.

Por conta disso, aqui você irá conferir alguns dos mais frequentes erros que comprometem a eficácia da sua dieta. Será que você está cometendo algum deles?

  1. Achar que é temporário

A alimentação saudável não deve ser encarada como um meio para alcançar um fim de corpo sarado. Ao contrário, deve ser entendida como a adoção de um novo estilo de vida, não apenas para que você perca peso, mas para que seja capaz de mantê-lo e prevenir diversos problemas de saúde.

Encarar a dieta como algo transitório é pedir para sofrer aquele “efeito sanfona”. Em contrapartida, se você adotar um plano alimentar pensando em levá-lo a sério em longo prazo, dificilmente passará por esse problema.

  1. Esquecer-se das saladas

Antes de comer o prato principal, que geralmente contém fontes de carboidratos e proteínas, as saladas são importantes. Aquele prato de arroz com carne pode estar delicioso, mas, antes dele, faça um prato com verduras e legumes.

Esses alimentos, além de serem nutritivos, já produzem uma sensação de saciedade, evitando que você exagere no consumo do prato principal.

  1. Ficar muito tempo sem se alimentar

Essa questão de comer de três em três horas é muito relativa, pois a frequência de refeições não é unanimidade entre os nutricionistas. Contudo, algo que é inquestionável é que fazer jejum prolongado não é saudável, pois pode fazer com que você coma demasiadamente na próxima refeição que fizer.

É o que acontece com algumas pessoas que vão dormir com fome, têm uma péssima noite de sono (o que também está associado ao ganho de peso) e, quando acordam, encontram a fome triplicada.

Você é feliz?

É claro que comer muito à noite faz mal, mas ficar sem comer também não é nada saudável.

  1. Abrir exceções

Essa é a famosa “escapada” da dieta. Não caia nessa armadilha, nem sequer uma vez, pois isso abrirá margem para que se repita. Não se iluda com ideias do tipo “Hoje é domingo”, “Tive um dia estressante” ou “Um pedacinho só de lasanha não vai fazer mal”.

Nesse tipo de raciocínio, você vai, cada vez mais, querer furar a dieta e aí, diga adeus aos seus planos de corpo dos sonhos. É difícil, mas, mesmo nos eventos sociais, é possível fazer escolhas alimentares mais saudáveis.

  1. Fazer dietas muito restritivas

Se você estava acostumado a comer alimentos ricos em açúcar ou gordura, removê-los completamente do seu cardápio diário vai te deixar numa espécie de abstinência. Por isso, especialistas dizem que um pedaço pequeno de chocolate meio amargo após uma refeição não é tão prejudicial e ajuda a amenizar a vontade de comer um doce.

Só evite comer doces isoladamente, fora de uma refeição, pois isso pode provocar picos de insulina no organismo.

Seguindo as dica acima, com certeza, você será mais determinado e persistente no seguimento de seu novo plano alimentar.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: