dinheiro-dicas

20 Dicas Para Fazer seu Dinheiro ser mais Bem Aproveitado

Por: José Roberto Marques | Blog | 25 de março de 2019

Quanto vale o seu dinheiro? Já parou para pensar nisso? Refletir sobre estas questões é importante para compreender o valor real dos seus esforços e rendimentos financeiros. Digo isso porque somos remunerados por nosso trabalho e a forma, como gastamos ou aplicamos nossa renda, faz toda diferença para entender se estamos aproveitando ou desperdiçando nosso “dindin”.

Pesando nisso, hoje eu trago 20 dicas dinheiro, ou seja, que vão ajudar você a fazer uma melhor gestão dos seus recursos. Além disso, estes aprendizados poderosos vão apoiá-lo a mudar comportamentos nocivos como o excesso de gastos supérfluos, ter atitudes mais positivas, expandir sua visão e desenvolver sua educação financeira de modo efetivo. Continue lendo e saiba como!

20 Dicas Para Aproveitar Melhor seu Dinheiro

  1. Organize suas Contas – Coloque numa planilha de orçamento todos os seus gastos mensais e tabule todas as saídas e entradas de dinheiro. Mapear suas dívidas e entender sua renda real é o primeiro passo para aproveitar melhor seu dinheiro.
  2. Gaste Menos – Será que você realmente precisa de tudo que compra? Pense nisso e verifique, atentamente, se você não está gastando mais do que precisa. Para isso, busque pesquisar bem antes de fazer compras. Isso vale para alimentação, estudos, lazer, beleza e saúde, por exemplo. Acredite – as diferenças de preços podem ser surpreendentes.
  3. Economize – Economizar é uma palavra-chave importante e deve estar em seus pensamentos e ações. Para isso, defina um montante mensal e separe o que for possível, de seu salário e renda, e guarde. Essa reserva vai trazer benefícios maravilhosos em médio e longo prazo.
  4. Corte Gastos – Diferente de gastar menos, cortar gastos representa identificar aquelas contas e investimentos em produtos e serviços supérfluos. Se, por exemplo, você passa a maior parte do tempo fora de casa, por que ter um telefone fixo ou um plano de 30 gigas de internet? Concentre-se em contratar e ter apenas o que for realmente útil a você. Não desperdice seu dinheiro.
  5. Defina Objetivos – Quando sabemos quais são os nossos objetivos relacionados ao dinheiro (economizar, investir, aplicar) temos mais condições de aproveitá-lo melhor. Por isso, defina suas metas financeiras e trabalhe para alcançá-las.
  6. Aplique Direito – Do que adianta ter dinheiro se você não faz com ele o que realmente gostaria? Conheça a si mesmo, identifique seus sonhos, metas pessoais e profissionais e administre seu dinheiro de modo que se torne viável realizar seus projetos.
  7. Respeite seu Dinheiro – Ou seja, não saia por ai gastando “a torto e adoidado” tudo o que você ganha. Claro que é importante viver o tempo presente, mas lembre-se que o dinheiro gasto sem consciência hoje, também pode lhe faltar e causar dor de cabeça amanhã. Respeite a si mesmo e honre seu esforço para conquistá-lo.
  8. Procure Orientação – Se quer poupar, mas não sabe ao certo quais são os investimentos mais indicados para você, peça ajuda de um especialista no assunto, como o seu gerente do banco ou mesmo um Coaching Financeiro. Deste modo terá todo o suporte para decidir quando e como investir seu dinheiro.
  9. Transforme seu Dinheiro – Se, por exemplo, você tem algum bem como uma casa ou apartamento para alugar, você pode fazer nestes, melhorias pontuais que agreguem valor e melhorem o preço do aluguel do seu imóvel. Por exemplo: pintar as paredes com uma tinha melhor, trocar as lâmpadas por modelos mais econômicos, melhorar a estrutura dos banheiros, colocar redes nas janelas contra o mosquito da dengue.  Isso aumenta o potencial e o valor econômico de sua fonte de renda.
  10. Honre seu Dinheiro  Só você sabe o quanto teve que batalhar para conquistar seu salário e ter uma renda, não é mesmo? Por isso, honre seus esforços e gaste seu dinheiro com consciência, sem impulsos e com responsabilidade. Ter este mindset positivo, com certeza, vai trazer “re$ultado$ extraordinário$” para sua vida.
  11. Anote todos os seus gastos – Crie o hábito de fazer a anotações de tudo o que você gasta numa agenda. Pode ser na agenda tradicional ou em alguma agenda eletrônica, do seu smatphone, por exemplo, muito prática pois está sempre a mão e o risco de você se esquecer é bem menor. Quando for anotar, procure separar todos os seus gastos: o que foi pago com cartão de credito, em dinheiro, cheques, debito e até permutas, se houver. Muitas pessoas descobrem o quanto gastam realmente depois de fazer esse controle. Não perca de vista seus gastos. Crie o hábito!
  12. Festa em casa crie o hábito de se encontrar com amigos para confraternizar ou mesmo para uma festinha, em casa mesmo, ou na sua ou na de seus amigos. Isso economiza bastante. Além de fugir do estacionamento, do combustível para se deslocar até um restaurante, dos 10% do garçom, vai ficar ainda mais saboroso o jantar e até mesmo mais descontraído. É claro que sair de vez em quando é bom para os “bons ares” mas evite sair com tanta frequência. No final do mês faz uma grande diferença!
  13. Programa de educação financeira – existem hoje, pela internet mesmo, vários e interessantes cursos em educação financeira. Vale a pena investir num desses se você tem dificuldade e não teve o habito de fazer as economias certas. Esses programas ensinam desde onde aplicar seu dinheiro, qual a melhor opção até guardar dinheiro em casa mesmo, em cofrinhos ou caixinhas. O importante é que você crie o hábito e o compromisso de guardar cada percentual orientado em cada “caixinha” ou banco. É uma ótima forma de planejamento financeiro para você e juntamente com toda a família.
  14.  Lista de compras – Antes de sair de casa, para o supermercado, ou feira, o que for, faça uma lista do que irá comprar. Isso evita gastos desnecessários. Se você vai preparar um jantar ou almoço de domingo, anote tudo que irá usar nesse almoço, por exemplo, caso contrário, irá comprar produtos além do necessário. Não se esqueça de anotar os gastos na agenda de gastos que comentei anteriormente.
  15. Passeios de graça – Muitas vezes nos esquecemos de pesquisar o que está acontecendo na cidade nos finais de semana. Existem vários eventos que são “free”, por exemplo, espetáculos, alguma feira, shows, etc. Pesquise em sites ou jornais locais para ver a agenda da semana e se organize para ir à alguns desses eventos. Essa é uma maneira de se divertir com gasto quase zero.
  16. Compras desnecessárias – Trocas desnecessárias não são saudáveis para quem está querendo economizar dinheiro. Se o seu carro está em bom estado, por exemplo, não está “pedindo oficina” e nem tampouco com o modelo ultrapassado, tente ficar com ele por mais alguns anos. A troca do carro por um mais novo ou zero km, vai gerar enormes gastos com readequação de seguro, adicionais no carro como alarme, radio, gps, etc. Por isso, saiba qual o momento certo da troca. Não se deixe levar pela vontade de ter um carro novinho.
  17. Use milhas para viagens – Antes de comprar suas passagens aéreas, aprenda a consultar seu programa de milhagem. Muitas passagens estão com preço bem em conta, embora precise de serem compradas com um prazo mais longo que antecede a viagem. Trechos mais longos é melhor usar as milhas. Muitas operadoras trabalham com milhas + dinheiro. Observe qual opção vale mais a pena e fique de olho nas datas das compras para aproveitar os descontos.
  18. Cupons de desconto Muitas lojas possuem aplicativos que ofertam descontos por fidelidade. Saiba se realmente está pagando um valor baixo e ainda aproveitando o desconto que a loja oferece. Pode estar pagando “gato por lebre”. Fique atento!
  19. Faça compromissos – muitas pessoas gostam de fazer algum compromisso financeiro como: pagar um consórcio entre amigos, um consórcio de imóvel, veículo ou até mesmo uma prestação de uma casa. Tudo isso é importante desde que não vá deixar você apertado todo final de mês. Se você consegue sempre economizar um pouco mais além das suas expectativas, será ótimo para aumentar sua poupança no final de cada mês. Cuidado só para não estourar seu orçamento e as contas não fecharem no final do mês.
  20. Saiba onde quer chegar – Criar uma meta é sempre bom, tanto profissional como pessoalmente. Quem não sabe onde quer chegar não saberá nunca que caminho seguir. Estabeleça metas na sua vida. Foque no resultado dessa meta que os seus sonhos vão se tornar realidade.

 

E você, como tem administrado o seu dinheiro? Compartilhe o seu modelo e deixe seu comentário sobre o tema.

 

Copyright: Stuart Jenner/ Shutterstock

Deixe seu Comentário: