Voltar

Teoria de Piaget na Prática

Publicado em | 0 comentários

Conheça a teoria de Piaget e saiba como conduzir o processo evolutivo infantil de maneira efetiva! Andres Rodriguez

A responsabilidade de educar uma criança e auxilia-la no seu desenvolvimento é um grande desafio, pois a forma como ela é conduzida durante seu crescimento pode ser determinante na construção de seu perfil comportamental quando adulta, influenciando-a de maneira significativa, bem como o seu futuro.

Assim como nós, esses pequenos seres humanos não possuem regras engessadas que garantem uma educação melhor e o aprimoramento, mas a ciência proporciona evidencias que nos auxiliam a nortear práticas efetivas e de qualidade com relação ao crescimento e construção da personalidade dos pequenos.

A Teoria de Piaget é a mais conhecida no campo do desenvolvimento infantil – conheça mais a seguir:

Um renomado psicólogo e filósofo suíço chamado Jean Piaget (1896), autor do livro – A linguagem e o Pensamento da Criança, dedicou a maior parte de sua trajetória estudando o funcionamento do raciocínio das crianças, identificando como elas constroem o conhecimento e a inteligência. Chegou à conclusão de que elas possuem uma estrutura cognitiva com particularidades específicas de acordo com sua faixa etária.

Estágios do desenvolvimento

De acordo com Piaget, o processo evolutivo infantil é constituído por 4 estágios. Confira abaixo:

1º Estágio: Sensório-Motor (de 0 a 2 anos)

Na fase inicial de vida, o bebê possui uma linha de raciocínio baseada em esquemas de imitação, apenas fazendo assimilações do que está a sua volta, categorizado como inteligência prática. A fala e os movimentos devem ser calmos e repetidos, para que ele internalize.

2º Estágio – Pré Operatório (de 2 a 7 anos)

Logo nos seus primeiros anos de vida a criança possui uma inteligência simbólica, suas ações são estimuladas por imagens, chegando a confundir aparência com realidade. Nesse momento o sentimento de posse é dominante, ela é mais egocêntrica, focando no próprio EU.

Ávidos por entendimento, esta também é a famosa fase dos “por quês”, onde eles necessitam de explicação de tudo. Portanto, para melhor conduzi-los, fale o motivo de suas ações seja quando for levar para brincar, ensinar a tarefa de escola, ou ainda disciplinar quando necessário. Sempre explique.

3º Estágio – Operacional Concreto (de 7 até 11 ou 12 anos)

Agora já possui capacidade de analisar antes de agir. E começa a desenvolver habilidades comportamentais como empatia, organização, colaboração, responsabilidade e respeito. Inicia-se uma sofisticação do nível cognitivo. Nessa fase ela desenvolve substancialmente seus relacionamentos interpessoais.

4º Estágio – Operacional Formal (a partir 12 anos em diante)

A partir daqui o adolescente adquire capacidade de desenvolver hipóteses, conceitos e ideias, possui raciocínio lógico para solucionar problemas e criar novas possibilidades.

Curiosidade: No programa Fantástico, o tema sobre o desenvolvimento infantil foi abordado com maestria através do quadro – “O Mundo Secreto dos Bebês”. Confira o 1º episódio no vídeo abaixo:

Após o entendimento do processo de aprendizagem das crianças apontado pela Teoria de Piaget, foi possível construir um sistema educacional efetivo e deste modo, expandir o potencial pleno desses pequenos seres pensantes.

Jean Píaget trouxe uma contribuição significativa para a psicologia infantil, que nos beneficia até os dias atuais. Ele Ousou Fazer Diferente e construiu o conhecimento que influencia diretamente no desenvolvimento de uma humanidade cada vez melhor!

E você qual o legado que pretende deixar? Comente e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!