stakeholder

Significado de Stakeholders – O Que São?

Por: José Roberto Marques | Blog | 08 de março de 2018

Muito se ouve falar sobre stakeholder, porém você realmente sabe o que a palavra quer dizer? Essa palavra é de origem inglesa e designa as partes interessadas em um projeto. Pensando em um planejamento estratégico, os stakeholders significam os profissionais escolhidos para realizar determinado projeto e os responsáveis por conduzir sua realização até o alcance dos resultados desejados. Ficou mais simples? Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

A filosofia das partes interessadas

O significado de stakeholders foi criado por filósofo e professor de administração nascido nos Estados Unidos e chamado Robert Edward Freeman. Em 1984, ele lançou o livro “Strategic Management: A Stakeholder Approach” apresentando sua teoria sobre as partes interessadas. Para o professor e pensador, em uma empresa não apenas os acionistas, os colaboradores e os clientes se configuram como stakeholders, mas também o governo, as associações sociais, a imprensa, os sindicatos, as comunidades e os fornecedores envolvidos em seus processos.

Na prática os stakeholders podem ser tanto os profissionais que trabalham temporariamente em um projeto específico, quanto os que possuem relações com a missão e visão da empresa. Contudo, de acordo Freeman, o objetivo de todos sempre deve ser o de trabalhar em direção a três elementos centrais: satisfação das necessidades, compensação financeira e o compromisso com a ética empresarial e profissional.

Agora vou mostrar alguns exemplos de stakeholders. Isso irá ajudar a clarear sua compreensão a respeito do assunto. Confira!

  • Donos e acionistas: os empresários são os stakeholders que criam as empresas, organizam seus processos e as colocam no mercado para que possam oferecer seus produtos e serviços ao público alvo. Eles devem respeitar as normas vigentes e buscar sempre incluir as melhores práticas de gestão. Os acionistas, por sua vez, são aqueles que acreditam nas próprias ideias e, por isso, resolvem investir seu capital no crescimento do empreendimento visando obter retorno sobre o mesmo.
  • Colaboradores: esse é o verdadeiro capital humano das empresas, pois é composto por todos os profissionais e todos os setores de uma organização. O seu trabalho individual e coletivo, técnico, operacional e intelectual colabora de forma direta ou não para que a criação de boas ideias originais e soluções. Estas devem ajudar a vencer os obstáculos do dia a dia, os novos concorrentes e os momentos de crise para que os resultados sejam plenamente alcançados. Isso proporciona tanto o crescimento da empresa como a evolução contínua das pessoas envolvidas em seus processos. Afinal, investir em treinamentos e desenvolvimento de pessoas é pensar em profissionais mais dedicados e que trarão resultados ainda melhores.
  • Consumidores: os clientes finais são aqueles que consomem os produtos e serviços das empresas, proporcionando o retorno financeiro para a organização e fazendo a cadeia produtiva girar. Sem os clientes a fila de dominós começa a cair, afinal sem comprador, não existe empresa, não existe quadro de empregados e não existem donos ou acionistas. Então valorizar o cliente deve ser a prioridade de todos que trabalham em uma organização! São eles que investem seu dinheiro na sua marca e alimentam a economia de modo geral.

A importância dos stakeholders

No dia a dia de uma empresa todos são stakeholders, mesmo sem que todas as partes ainda não entendam plenamente o seu papel nos processos e no alcance dos resultados. Por causa dessa essência, todos os envolvidos devem oferecer seu melhor para que as exigências e obrigatoriedades sejam plenamente atendidas.

Para que cada um entenda seu papel e importância, o setor de Recurso Humanos ou Gestão de Pessoas deve lidar ativamente para que os colaboradores saibam como seu trabalho individual é essencial. Essa dedicação deve ser desenvolvida em conjunto com a gestão e liderança de cada área e projeto. É preciso analisar maneiras de mostrar aos colaboradores como cada atividade que eles realizam no cotidiano tem influência no que a empresa ganha.

Como integrar os funcionários de uma empresa

Uma das formas de integrar todos os profissionais nesse processo é os envolver no que está acontecendo na gestão. Assim, os funcionários não sentem uma distância tão grande entre as posições e a hierarquia não é usada como ameaça. Para isso, ações regulares que envolvam a todos podem contribuir para diminuir esse espaço e fazer com que todos estão ajudando a empresa a progredir.

Uma reunião bimestral, por exemplo, pode ser uma forma prática e efetiva de unir todos. Nesse encontro, é possível mostrar quais eram as metas e o que foi alcançado ou não além de já apresentar quais serão as próximas. Se houver tempo, também é interessante destacar alguns trabalhos que tiveram papéis fundamentais para o resultado positivo. Para criar um clima mais descontraído, essa reunião pode ser feita no meio da tarde com direito a um lanchinho. Se a empresa for muito grande e não for possível reunir todos, faça por áreas.

Outro modo é criar objetivos com a participação de todos em reuniões periódicas. Esses indicadores podem ter relação ao clima organizacional, por exemplo. Reunir os todos os funcionários de uma empresa, ou por áreas, e discutir quais são os problemas relacionados à saúde no ambiente de trabalho é uma maneira de valorizar a opinião de todos e mostrar que a organização está interessada no bem-estar de todos. É preciso que esse encontro estabeleça maneiras, objetivos de melhora e os líderes de cada indicadores.

Para facilitar esse momento, peça que todos escrevam em papéis quais seriam os pontos de melhoria relacionados ao assunto. Então, os organizadores do evento podem fazer uma análise dos temas. Isso poderá ser interessante para perceber quantas pessoas estão pensando em determinado assunto.

Se você tiver mais ideias de ações que possam ajudar a envolver os funcionários de uma empresa a compreender seu papel é só escrever nos comentários. Vou adorar saber!

Conexão de fatores

Todos ganham quando há uma interligação de energia, de investimentos, de engajamento e de comprometimento por parte dos investidores, profissionais, fornecedores e demais stakeholders. O trabalho contínuo potencializa ainda mais o sucesso das ações. Invista nesta ideia e obtenha grandes resultados!

Gostou do texto? Comente e compartilhe!