Voltar

Seriedade – Até Onde Deve Ir

Publicado em | 0 comentários

G-stockstudio/Shutterstock Assim como a falta, a seriedade em excesso, também pode causar prejuízos à vida do profissional

É comum, em nossa vida, nos deparamos com pessoas com um perfil mais sério que as outras. Por serem contidas: são aquelas que consideramos mais honestas e responsáveis e, que mantém uma postura profissional e pessoal e mais discreta, ou seja, que pouco expõe sua vida.

Entretanto, embora esta seja uma qualidade respeitável, o excesso de seriedade também pode ser um empecilho importante a que a pessoa tenha condutas menos regradas. Digo isso, porque tanto a falta, como o exagero podem levar a resultados ruins, na forma da pessoa se relacionar consigo, com os outros e o mundo à sua volta.

Nas empresas este comportamento se reflete de maneira positiva em profissionais dedicados, honestos, coesos e comprometidos com seu trabalho. Por outro lado, também podemos percebê-la nos colaboradores que não participam de festividades, tem dificuldade no relacionamento interpessoal ou que não sorriem de quase nada.

Na vida pessoal, é demonstrada em comportamentos rígidos e, que muitas vezes, excluem tudo e todos que não se encaixam em sua forma de ver o mundo. Os muito sérios costumam achar que as outras pessoas “brincam demais” e que são os únicos seres que realmente levam as coisas a sério.

Encontrando o Equilíbrio na Seriedade

A vida não é uma caixa, onde tenhamos que nos esconder e resguardar de tudo que é diferente de nós. Por isso, é fundamental encontrar um equilíbrio verdadeiro e tangível quando o assunto é a seriedade.

Podemos e temos sim, que ser sérios em nosso trabalho, buscar fazer o nosso melhor, mostrar responsabilidade, foco, respeito e comprometimento, porém isso não nos impede de sorrimos, dar um belo bom dia, ajudar o outro ou nos relacionar com nossos colegas com perfis opostos.

Isto se aplica especialmente a figura do líder, que muitas vezes, assume uma postura séria demais, o que acaba comprometendo a relação com sua equipe. Para que isso não ocorra, é essencial buscar um meio – termo, de modo que isso lhe permita demonstrar seu profissionalismo, como também sua capacidade de ser mais aberto, flexível às diferenças, tolerante e acessível.

Nas relações pessoais, a seriedade deve estar presente na confiança e lealdade doada aos relacionamentos afetivos e familiares, na forma de resolver os problemas e conflitos e na forma de demonstrar seus sentimentos. Isso confirma a força de caráter da pessoa e, que sua seriedade, é apenas uma nuance de sua personalidade e não o que lhe define completamente.

E você, é uma pessoa mais ou menos séria? Comente e compartilhe o artigo em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!