Voltar

Série Os Ativadores Mentais – Persuasão x Manipulação

Publicado em | 0 comentários
persuasão x manipulação

/Shutterstock Saber a diferença entre persuasão e manipulação é importante para não cairmos em armadilhas

Hoje vamos falar de dois importantes ativadores mentais que são muito interessantes e muito usados em nosso dia a dia. Estou falando de Persuasão e Manipulação. Entretanto, você sabe qual é a diferença entre estes dois termos que parecem sinônimos, mas não são?

Diferenças entre Persuasão e Manipulação

Bem, persuadir é apresentar argumentos que levem uma pessoa a refletir sobre determinado assunto e tomar sua decisão de modo consciente e alinhado com suas crenças, valores e objetivos. Já manipular é bem diferente, pois este é o ato de fazer alguém fazer escolhas, mesmo contra a sua vontade, com o objetivo não de ajudá-la propriamente, mas de satisfazer aos próprios interesses.

Em resumo, persuadir é deixar que a pessoa se decida, enquanto que manipular é praticamente decidir pelo outro. No processo de vendas, por exemplo, muitas vezes ficamos confusos e não sabemos se fomos persuadidos ou manipulados a comprar determinado produto ou serviço.

Argumentos e pressões estão por trás destas tomadas de decisão. Neste contexto, a presença de outra pessoa torna ainda mais determinante o nosso processo de escolha, pois há ali alguém falando ao nosso ouvido tentando nos convencer.

Mas gente, sinceramente, ninguém gosta daquele vendedor chiclete que tenta te manipular a todo o tempo a comprar alguma coisa, oferecendo mil vantagens, que ignora o que você diz; suas possibilidades financeiras, até te vencer pelo cansaço.

O problema aqui é que, como nestes casos, nós não tomamos nossa decisão de forma autônoma e consciente; podemos nos arrepender depois. O que acontece muito, basta dar uma olhada em seu guarda – roupas; cheio de roupas que não usa ou nas tralhas que a gente vai acumulando.

Como Não Sucumbir à Manipulação

Quando estamos interessados em alguma coisa naturalmente nossa mente fica mais ativa e mandando um conjunto de sugestões e argumentos para nos convencer a realizar o nosso desejo. Por isso, como já disse é importante entender que persuadir é bem diferente de manipular.

A maioria das pessoas que usa o artifício da manipulação usa argumentos que muitas vezes não são verdadeiros, simplesmente para conseguirem o que querem. Isso é errado e este é um bom exemplo entre aquilo que chamamos de realidade e expectativa.

Quando, por exemplo, um produto aparece na tv, falando que ele te dá asas ou deixa os seus dentes mais brancos, isso te manipula a comprá-lo para ter exatamente aquele benefício prometido. Porém, quando na realidade vemos que continuamos sem asas e com os dentes da mesma cor, nos sentimos enganados, não é mesmo?

Quando um namorado, amigo ou cônjuge tenta usar o ativador mental da persuasão, por exemplo, para convencer você a ir a um restaurante x ao invés de outro, ele está mostrando as opções, benefícios e vantagens, que considera como sendo os melhores para vocês. Entretanto, após avaliar seus argumentos, será com base nas suas vontades e no quanto àquilo fez sentido para você, que vai decide se vai ou não.

O mesmo não acontece quando você vai a uma loja de brinquedos com seus filhos pequenos, que muitas vezes, choram e esperneiam para você levar aquele brinquedinho colorido e caro que eles tanto querem. Jesus toma conta! Aposto que para evitar o escândalo, você, em alguns ou muitos casos, já cedeu a sua manipulação emocional, e acabou comprando um presentinho para acabar com o choro vê-los felizes novamente.

Estes são apenas dois exemplos de situações onde somos persuadidos ou manipulados. Nas propagandas de Tv, noticiários, em nossas relações interpessoais e familiares, no trabalho, liderança, na compra ou venda de um produto; a todo o momento somos expostos a ações persuasivas ou manipulatórias, que nos levam a tomar decisões de forma consciente e inconsciente, e que nem sempre são as melhores.

Por isso fique atento a estes poderosos ativadores mentais e busque usá-los sempre de maneira positiva e ética. Para você ganhar ninguém precisa sair perdendo. Faça suas escolhas de maneira consciente levando sempre em conta suas crenças, valores e propósito de vida e não o que os outros querem.

Esta autonomia é fundamental em tudo que fazemos, pois quando somos o protagonista de nossa própria história assumimos também o nosso poder de decidir e nos tornamos mais maduros e responsáveis por nossas escolhas.  Acredite ser de luz, isso é libertador e maravilhoso! Experimente!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!