Voltar

Série Os Ativadores Mentais – Descaso

Publicado em | 0 comentários
descaso

A S E F/Shutterstock.com Quando somos tratados com descaso, isso nos faz querer provar que o outro está errado ao fazer isso

Desinteresse; desatenção; falta de consideração; pouca importância; desdém; que nunca fez ou sofreu com isso que levante a mão ou atire a primeira pedra. Com certeza nem eu e nem você escapamos deste “tô nem ai”, que é um dos ativadores mentais mais influentes. Quem nunca ficou interessado pelo colega ou pela colega mais esnobes da escola ou faculdade?  Aqueles que eram os mais bonitos e mais descolados e que usavam isso para serem os mais populares.

Não, isso não é coisa de filme americano, acontece muito e sabe por quê? Porque eles não davam “moral” ou se relacionavam com todo mundo, o que despertava ainda mais a curiosidade geral de todos para saber o que eles tinham de diferente que atraia tanta a atenção.  Este é o famoso e muito efetivo ativador mental do descaso.

O Poder do Descaso

Em nossos relacionamentos não é muito diferente e, aqui fica uma boa dica para você, pois quando outro não quer ficar com a gente, às vezes, basta parar de correr atrás para ele ou ela ativar seu interesse e correr atrás do prejuízo. Isso é tão certo, que é tema de 10 entre 10 músicas sertanejas.

O descaso, este desinteresse dá a ideia ao outro de que ele “não é bom o suficiente!” para nós. Isso faz com que a pessoa ignorada queira provar, por A mais B, que sim, é merecedora de nossa atenção, afeto, respeito, amor.

Isso acontece porque ninguém gosta de sentir-se inferior aos outros, rejeitado e muito menos que alguém façam pouco caso de nós. Isto estimula a nossa determinação em provar que somos capazes e tão bons quanto qualquer um.

Descaso e Superação

Na vida de um atleta, por exemplo, muitos são as pessoas que tratam com descaso sua escolha profissional e o seu sonho de se tornar um campeão mundial e olímpico. Porém, este desdém, na maioria das vezes, ao invés de fazê-los desistir, só aumenta sua força de vontade, determinação e resiliência para persistir treinando, buscando patrocínio para ir para as competições, e continuar a lutar pela realização de seus sonhos.

E se formos pensar bem, quantas vezes nós não somos desdenhados na vida, não é mesmo? Sofremos descaso no atendimento telefônico da nossa operadora de telefone; quando precisamos de algum serviço do governo; quando fazemos uma entrevista de emprego e a empresa não dá nenhum retorno; quando gostamos de alguém que não gosta da gente; quando entramos numa loja para fazer uma compra e somos mal atendidos; e até mesmo quando vamos pedir um empréstimo no banco para investir em nosso negócio e o gerente não dá a menor moral para nós.

Quando Somos Nós que Agimos com Descaso

Inúmeras são as situações, mas não pense que somos apenas as vítimas do descaso, não.  Ás vezes, sem perceber, nós também fazemos pouco caso das pessoas, dos acontecimentos e situações e também podemos parecer, aos outros, meio esnobes.

Viajar todo o ano para o exterior com a família; trocar de carro com frequência, estudar nas melhores escolas, ter o emprego dos sonhos, usar as melhores roupas e ter dinheiro, para quem tem; isso pode parecer tão normal que até é visto com certo descaso, pois se torna comum. Já para quem deseja, mas não tem ainda, é algo incrível e que causa desejo, admiração e curiosidade.

Dando a Volta Por Cima

Por isso, não é a toa que o descaso é um ativador mental tão poderoso e efetivo, pois mexe com nossa autoestima, autoconfiança e nos faz querer provar, que somos merecedores. Quem não se lembra daquela cena do filme “Uma linda mulher”, aonde a personagem da Júlia Roberts chega numa loja para comprar roupas novas e é tratada com descaso pela vendedora, por estar vestida de modo inadequado.

Mesmo podendo comprar em outros lugares, ela faz questão de voltar ao local onde foi ignorada, muito bem vestida para mostrar a vendedora que ela tinha dinheiro e podia comprar o que quisesse. Tadinha; perdeu a comissão!

Por tudo isso, podemos concluir que este gatilho mental é realmente efetivo, e seja de qual lado nós estivermos, é provável que ele dê sempre muito certo. Então fique atento, para não agir com descaso e depois a vítima acabar sendo você. Aproveite estas dicas e se for para usar o ativador mental do descaso em sua vida, que seja para não dar importância para fofocas, maldades, invejas, tristezas e pensamentos e pessoas negativas. Isso sim vale o seu desdém.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!