Voltar

Sempre tenha um Plano B

Publicado em | 0 comentários

Wavebreakmedia/Shutterstock Ter um Plano B é ter estratégia e estar preparado para eventualidades

Quando usamos o GPS em nosso carro, ele nos mostra em, primeiro plano, a melhor rota para chegarmos ao nosso destino. Porém, é sabido que se, mudarmos de trajeto, no meio do caminho, ele ainda assim nos dará nova alternativa para chegarmos ao mesmo lugar, não é mesmo?

Podemos chamar esta segunda opção de plano B também, e tanto nesta circunstância acima, como em qualquer outra de nossa vida, é essencial termos saídas extras, para resolvermos as situações que fogem ao nosso controle.

Obviamente que todos nós desejamos e trabalhamos para que nossos projetos, demandas e iniciativas deem sempre certo. Entretanto, às vezes acontecem imprevistos com os quais temos que lidar, e saber resolvê-los, efetivamente, faz toda a diferença no resultado final.

A Importância de Ter um Plano B

Quando um dos pneus do seu carro fura, por exemplo, o seu step é o seu plano B, não é mesmo? Assim também é quando temos dois compromissos para ir, numa mesma noite, ou quando temos dois looks que ficam perfeitos naquele mesmo evento.

Escolhemos a opção que for a melhor para nós, naquele momento, mas ainda assim, deixamos a segunda de reserva, para caso mudemos de ideia ou venhamos a precisar dela. Ter um plano B não é focar no erro, na derrota ou no fracasso. Ter um plano B é ter estratégia, ser realista e ter visão de futuro.

Tudo pode acontecer, inclusive nada. Porém, se acontecer, o melhor sempre é estar bem preparado para resolver a questão. Por isso, tanto em âmbito profissional como pessoal, é importante que as pessoas estejam prontas para resolverem as eventualidades e tenham sempre uma carta coringa na manga.

Este hábito evita que sejamos surpreendidos, negativamente, por problemas que poderiam ter sido previstos e dissipados anteriormente. Essa visão sistêmica faz o indivíduo ficar mais atento ao ambiente e as pessoas à sua volta. Com isso, o profissional, tanto no trabalho como fora dele, tem mais condições para sanar, assertivamente, os dilemas do seu dia a dia.

Por fim, ao pensar em plano B, quero que busque ressignificar o conceito ruim e, a partir de agora, tente atrelá-lo sempre a pensamentos positivos. Por isso, nada de ficar pensando no pior ou se preparando, mentalmente, para que sua iniciativa dê errado.

Tenha um plano A, foque na sua realização plena, só lembre que até mesmo os super- heróis, em nossos filmes e desenhos animados preferidos, já precisaram recorrer a uma segunda opção. E como você mesmo pode ver; para todos eles, ter este recurso extra sempre deu muito certo. Experimente também!

E você, já precisou recorrer muitas vezes ao plano B? Compartilhe sua experiência!

 

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!