Voltar

Segunda Lei Espiritual dos Super-Heróis – A Lei da Transformação

Publicado em | 0 comentários

REDXIII/Shutterstock A lei da Transformação defende que ela começa por uma mudança, antes de tudo, em nosso self profundo

Transformação é a verdadeira natureza de todo ser e do próprio universo. Os super-heróis são capazes de reconhecer seus self transformacionais, e todas as muitas forças em ação dentro deles, e de perceber o mundo de infinitos pontos de vista.

Essa reflexão dos autores é bastante profunda. Para explicar a lei transformacional dos super-heróis Deepak Chopra recorre ao Self. Mais uma vez o autor coloca esse conceito em contraponto à nossa imagem de nós mesmos, aquela que vemos no espelho e que nos ajuda a construir a ideia de quem somos.

Porém, é evidente que somos muitos mais do que a linguagem pode descrever. Aquilo que dizemos ser ou reconhecemos ser parte da nossa limitação na compreensão do nosso potencial interno e da nossa ligação com toda a essência universal. Por isso a lei da transformação passa pela compreensão profunda do self, pelo fato de que sabemos muito pouco de nós e do mundo, aliás, sabemos apenas nas margens que nossa consciência impõe.

O Poder da Autotransformação

A imagem que vemos no espelho hoje talvez não confira ao olharmos amanhã. O que consideramos ser nossa identidade no momento é apenas um papel que nossa consciência escolhe interpretar no dado momento. Com certeza, não somos os papéis que interpretamos e assumimos no dia a dia.

É nesse ponto que a lei da transformação nos confronta, pois “os super-heróis sabem a distinção entre quem são e os papéis que interpretam”. Segundo Chopra “essa é a diferença entre uma imagem pessoal e o self. A imagem pessoal é transitória, efêmera e passageira, como um fio de fumaça perdido no ar. O self é eterno, disseminado, onisciente e além do espaço e do tempo”.

Os super-heróis, embora, assumam seus papeis cotidianos, suas máscaras sociais, eles se reconhecem como o universo. Eles são o mundo e compartilham conscientemente desse cosmos. Nós reconhecemos nossos papéis sociais, mas ainda ignoramos nossa essência universal, nosso self profundo.

As Transformações dos Super- Heróis: Hulk e Vampira

A lei da transformação nos mostra que, assim como os super-heróis se transformam, a exemplo do Huck, nós também nos transformamos. A transformação é um processo ativo em nossas vidas. O nosso corpo muda visivelmente. Ele não é uma estrutura, é um processo que está conectado com todos os demais processos. Nossa consciência também muda, pois ela também é processo.

Essa mudança também nos revela como nós temos partes dos outros em nós. A heroína Vampira, dos X-Man, ao tocar alguém assume temporariamente sua personalidade: mente; poderes; memória; forma e força física. Nós também assumimos “partes” dos outros.

Nós somos o resultado da nossa educação familiar, das escolas que frequentamos, dos amigos que fizemos ou não fizemos e, mesmo na idade adulta e enquanto vivermos, sempre seremos transformados por motivos diversos. Nunca somos os mesmos após passarmos por um ritual religioso, ouvirmos uma palestra, fazermos uma viagem, sofrermos uma violência ou uma tragédia.

Mesmo quando saímos de casa para trabalhar e, nos fins de semana com os amigos, também somos pessoas diferentes. Assumir nossas transformações, assim como os heróis, não nos distancia de nós, ao contrário, nos dá a dimensão de que somos múltiplos e ilimitados, pois fazemos parte do universo e ele não tem limites.

Segundo os autores, “quando as pessoas estão contato com seu self super-herói, com sua verdadeira essência, têm não apenas a capacidade de mudar o mundo tem a obrigação”.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!