efeitos-falta-de-atencao-no-cotidiano

Quando a Falta de Atenção se Torna um Problema?

Por: José Roberto Marques | Blog | 10 de outubro de 2017

Você sofre de falta de atenção? Já começo fazendo esta pergunta para que  ao longo deste texto possa refletir a respeito e começar a entender melhor quando a falta de concentração pode ser um problema em sua vida pessoal e profissional. É fato, se voltarmos 20 anos no tempo, não vamos encontrar tanta gente conectada à internet ou ligada quase que 24 horas nas trocas de mensagem no celular. Vivíamos com muito menos informações o que, de certa forma, nos ajudava a estar mais no tempo presente e a não perdermos o foco com tanta facilidade.

Mas claro, hoje os tempos são outros. A tecnologia invadiu a nossa vida de tal forma que, em raros os casos, conseguimos viver sem ela. Com tudo isso aumentou significativamente também as fontes de distração – internet e redes sociais, dos mais diversos tipos, estão em nosso cotidiano como o ar que respiramos. Assim, você pode estar aqui lendo este artigo agora e de tempos em tempos, espiando as mensagens em seu celular, ou mesmo respondendo a um chat no cantinho da tela. Você consegue focar em suas tarefas assim? Reflita!

Ainda que o nosso cérebro seja multifuncional, chega um determinado momento em que este excesso se torna nocivo, pois se estamos concentrados em tantas coisas ao mesmo tempo, as chances de não nos concentrarmos em nada são bem maiores também. No dia a dia, isso pode ser altamente prejudicial aos resultados na carreira, pois muitas atividades precisam de foco.

Neste sentido, se, por exemplo, você precisa fazer um relatório importante, é nos dados deste documento que tem que se concentrar para que todas as informações sejam apresentadas corretamente. Porém, se enquanto está executando esta atividade, você para várias vezes para conversar com seus colegas sobre amenidades ou para responder mensagens pessoais no celular, suas chances de se desconcentrar e acabar errado são bem maiores.

Este é um perfeito exemplo de quando a falta de atenção pode se tornar um grande problema. O mesmo se aplica a quando você está no trânsito e dirige ao mesmo tempo em que fala ao telefone. Por mais que isso já tenha se tornado um hábito diário (incorreto por sinal), saiba que seu comportamento acaba se tornando perigoso tanto para a sua segurança pessoal, como daqueles com os quais divide os espaços urbanos.

Neste sentido, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, com mais de 3.500 condutores e, apresentada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences; constatou que falar ao telefone, enquanto dirige, aumenta 2,2 vezes as nossas chances de batidas e que digitar mensagens, em até 12 vezes os riscos de acidentes de trânsito. Fique atento e evite!

Causas e Efeitos da Falta de Atenção no Cotidiano

  • Dificuldades rotineiras em se concentrar em suas tarefas;
  • Esquecer constantemente dos seus compromissos;
  • Cometer infrações no trânsito por estar sempre ligado no telefone;
  • Estar no mesmo ambiente, mas não ouvir quando o outro está falando com você;
  • Falta de concentração durante conversas formais (reuniões de trabalho) ou informais (encontro com amigos e parentes);
  • Fazer constantemente atividades desmotivadoras e entediantes;
  • Erros constantes em seu trabalho por conta do excesso de distrações durante a realização das demandas;
  • Problemas relacionados à ansiedade, que fazem com que a pessoa não se concentre no seu tempo presente e sempre pense no futuro.
  • Dificuldades para socializar com as pessoas ao redor por estar sempre conectado ao telefone e internet.

Outros Fatores que Causam Falta de Atenção

Estes são alguns exemplos de como a falta de atenção pode ser bastante danosa ao nosso desempenho profissional, às relações interpessoais e até mesmo atentar contra a nossa vida. Entretanto, existem outros elementos que causam enormes dificuldades de concentração, tanto em crianças como em adultos e, um deles é o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), que já se trata de um distúrbio de ordem neurológica que faz om que a pessoa tenha fisiologicamente dificuldades em focar em suas atividades e se concentrar nelas.

Por isso, é muito importante buscar auxílio especializado para identificar e diferenciar o que é uma falta de atenção momentânea; causada por estímulos externos como: conversas paralelas, mensagens de celular, redes sociais e internet; daquilo que é recorrente, ou seja, que está presente em sua vida todos os dias, impedindo o seu desenvolvimento social, dificultando seu trabalho, suas relações familiares e afetivas, causando constante inquietação, procrastinação e desorganização e limitando a ter uma vida mais “normal”.

Digo isso porque diferente de uma distração eventual, que acontece em momentos e situações específicas, o TDAH é uma constante na rotina das pessoas que sofrem com esta doença, lhes impedindo o tempo todo de manterem-se focadas em suas atividades sejam elas escolares, sociais ou mesmo profissionais. Portanto, se você tem problemas para se concentrar é muito importante compreender quais são as reais causas desta limitação e buscar os mecanismos e recursos certos para tratar a falta de atenção da melhor forma possível.

3 Dicas para Aumentar seu Poder de Concentração

 Controle as Distrações

Por mais que as distrações sejam muitas, é completamente possível conseguir focar em suas demandas e evitar perder, constantemente, sua concentração. Quer saber como? Colocando, por exemplo, o seu celular no modo silencioso (sem vibrar), evitando a quebra do seu flow nas tarefas espiando se há ou não novas mensagens ou mesmo buscando controlar o hábito e a curiosidade de checar, de tempos em tempos, as redes sociais dos amigos enquanto trabalha.

Lembre-se de que o que não faltam são razões para nos distrairmos, ainda mais quando estamos desmotivados com o trabalho ou descontentes com algum aspecto de nossa vida pessoal. Entretanto, não deixe que isso prejudique seus resultados, te impeça de ter um bom desempenho e ser bem-sucedido.  Quer aprender como ter mais foco? Foque nisso!

Foque em seus Objetivos

Já parou para pensar na razão pela qual um maratonista, não para em momento algum, durante sua corrida? Porque o atleta tem sempre um objetivo muito concreto, seja o de vencer, de fazer um bom tempo ou de simplesmente completar seus 42 quilômetros. Para isso, precisa manter-se focado o tempo inteiro, controlando sua respiração, suas passadas, a energia que coloca das subidas e descidas. O mesmo se aplica às nossas metas, quando seus ganhos estão claros, os alvos consistentes e os resultados importantes para nós, o risco de perder o foco é infinitamente menor. Por isso, defina seus objetivos e trabalhe concentradamente por eles.

Controle os Pensamentos Intrusivos

Sabe aquelas ideias que chegam sem avisar, que tiram a concentração do que você está fazendo e te levam mentalmente para outro lugar? Podemos chamar isso também de pensamentos intrusivos, pois eles nos invadem em qualquer hora do dia ou da noite e tiram nossa concentração. Se você sofre com isso e sente que está te impedindo de ter melhores resultados, busque gerenciar este problema e também ajuda especializada para identificar sua origem e tratá-la.

E aí, gostou das dicas? Agora que você conhece alguns influenciadores da falta de atenção no dia a dia, mas também o que pode melhorar o seu foco, coloque estas ideias em prática, melhore sua capacidade de concentração e veja os seus resultados pessoais e profissionais serem impulsionados também. Foco!

Copyright: 289870220 antoniodiaz – https://www.shutterstock.com/pt/g/antoniodiaz