Voltar

Problemas Financeiros e os Reflexos na Vida Pessoal e Profissional

Publicado em | 0 comentários
problemas financeiros

Marcos Mesa Sam Wordley/Shutterstock Problemas financeiros afetam as pessoas em todos o sentidos e e devem ser tratados e eliminados

Dívidas; falta de planejamento financeiro, aumento do custo de vida e gastos maiores que a renda: são exemplos de problemas financeiros que assolam a vida de grande parte da população. Neste sentido, uma pesquisa realizada pela Serasa Experian constatou que, em 2016, mais de 59 milhões de brasileiros já começaram o ano, endividados.

Vivemos numa sociedade pautada pelo dinheiro, por isso, os problemas financeiros nunca acontecem sozinhos, ou seja, eles sempre afetam tanto o nosso bolso, como também nossa vida pessoal e profissional. Por isso, a falta dele, na maioria das vezes, sempre traz consequências desastrosas ao dia a dia dos indivíduos e ao bem-estar de suas famílias também.

Como Administrar Problemas Financeiros

Quando estamos com estas dificuldades financeiras, nos vemos preocupados, tensos, sem foco, mal humorados e tristes, o que afeta diretamente a nossa produtividade e os nossos relacionamentos no trabalho. Em nossas relações pessoais não é diferente, uma vez que dívidas e falta de dinheiro são dois dos principais motivos de brigas em casa e das divergências entre os casais.

Além disso, a autoestima da pessoa com problemas financeiros sempre está em baixa, pois ao ver-se constantemente no vermelho e sem uma fonte de renda compatível com suas despesas, o indivíduo sente que seus esforços são inúteis e pode ficar até mesmo deprimido. Para evitar que isso aconteça e que estas dificuldades com relação ao dinheiro, de pontuais passem a frequentes, é essencial fazer um melhor controle de sua vida financeira.

A melhor forma de contornar estas dificuldades é entendendo como estes problemas foram criados. Gastos demais, despesas extras, salário baixo, dívidas no cartão e cheque especial, falta de controle, aumento do custo de vida; é essencial entender quais destes fatores estão contribuindo para a falta de gestão do dinheiro.

O segundo passo é listar todas as entradas e saídas de recursos, analisar cada um individualmente, e definir quais custos podem ser diminuídos, repensados ou mesmo eliminados. Também é essencial pensar quais são as aplicações ideais para você e sua família e, antes de gastar, sempre planejar seus investimentos. Com esta organização, mesmo que surjam eventualidades, você estará mais preparado financeiramente para enfrentar qualquer despesa extra.

A Importância da Educação Financeira

problemas financeiros

David Franklin/Shutterstock Investir em Educação Financeira é muito importante para mudar os comportamentos financeiros

Começar a fazer esta educação financeira é uma forma de treinar sua mente para pensar e se relacionar diferente com seus recursos. Quando gastamos mais do que temos, logicamente nossa vida pessoal e profissional sofre as consequências deste desequilíbrio, entretanto, quando criamos uma lógica responsável, fazemos o dinheiro trabalhar para nós e não sofremos os reflexos negativos de ações impensadas.

Portanto, evite que problemas financeiros diminuam sua qualidade de vida pessoal e profissional. Organize sua vida, controle seus gastos, planeje seus investimentos e administre bem seus recursos. Caso não saiba como fazer isso, busque orientação de especialistas em finanças, tutoriais no Youtube e livros especializados no assunto.

Se o custo de vida está muito alto, experimente também avaliar suas despesas, apertar o cinto e cortar gastos. Uma alternativa é buscar uma renda extra por meio de uma segunda atividade profissional, observe as demandas ao seu redor e considere a chance de empreender. Seja criativo e faça dos problemas oportunidades de dar uma virada financeira em sua vida. Boa sorte!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!