Voltar

Perfeccionismo: saiba quando ele se torna um defeito

Publicado em | 0 comentários

O perfeccionismo é uma característica de muitos profissionais. Em entrevistas de emprego, por exemplo, umas das respostas mais comuns dos candidatos, quando perguntados sobre seus defeitos ou pontos de melhoria, é sempre o perfeccionismo seguido de ansiedade.

© Depositphotos.com / BrianAJackson O perfeccionismo causa uma cobrança interna exagerada a ponto de gerar desgaste emocional no profissional.

Procurar executar atividades com maestria, ser bem-sucedido no trabalho, conquistar resultados e atingir objetivos, são alguns dos maiores focos de uma pessoa perfeccionista. Uma habilidade que estimula o profissional a ser cada vez melhor, porém, em alguns casos, pode acabar se tornando um problema se não encarado de forma madura e positiva.

Saiba quando o perfeccionismo pode se tornar um defeito prejudicando seu desempenho e, consequentemente, sua carreira profissional:

Medo do fracasso

Um dos problemas que o perfeccionismo pode gerar ao profissional é o medo do fracasso. O indivíduo não se permite errar e entra em uma busca desenfreada pela perfeição.

É importante lembrar que errar é humano e todos nós estamos suscetíveis a falhas. E, diante disso, elas devem ser o combustível para que você tente de novo e quantas vezes forem necessárias para conseguir seus objetivos. O fracasso muitas vezes é inevitável e ele deve servir como exemplo de crescimento e melhoria contínua.

Cobrança interna

O perfeccionismo causa uma cobrança interna exagerada a ponto de gerar desgaste emocional no profissional.Negatividade, insatisfação, baixa autoestima e sentimento de inferioridade são alguns dos comportamentos que esta busca obcecada pela perfeição gera nos indivíduos.

Lembre-se que esta cobrança desnecessária só lhe trará estresse. Reflita sobre seus pontos positivos e de melhoria e procure não se cobrar tanto.

Ser melhor que os outros

Perfeccionismo demais pode se tornar um defeito quando essa busca pela perfeição começar a atingir pessoas próximas a você. O desejo de ser sempre melhor que os outros pode gerar comportamentos inadequados sem que você se dê conta.

Faça o seu trabalho e dê sempre o seu melhor. Não se preocupe se está fazendo mais ou menos que o seu colega, preocupe-se com o seu desempenho. Isso evitará conflitos interpessoais no ambiente de trabalho.

Lembre-se sempre de se lembrar de nunca esquecer que qualidades e defeitos todos nós temos, mas devemos enxergar nossos defeitos como pontos a serem melhorados e procurar transformá-los em características positivas que contribuam para o nosso desenvolvimento e crescimento profissional e pessoal.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!