Voltar

O Valor dos Valores

Publicado em | 0 comentários

Dreamles/Shutterstock Nossos valores dizem muito sobre quem somos e somos os pilares e crenças que guiam nossas ações e resultados em todas as áreas

Valor é a qualidade que certifica as pessoas, as coisas etc., um parecer, seja ele positivo ou negativo. Existe um ramo da filosofia que estuda a verdadeira essência do valor. Esse ramo é chamado “axiologia”.

Para alguns, o valor está fora das pessoas – essa concepção possui uma base mais objetiva. Para outros, o valor se encontra na consciência, ou seja, na subjetividade das pessoas  – essa concepção possui uma base mais subjetiva.

A corrente filosófica do materialismo considera que os valores consistem na capacidade do ser humano de edificar o mundo de forma objetiva. Por outro lado, os “valores” são características morais próprias da pessoa, como a humildade, a responsabilidade, a solidariedade etc.

O Conceito de Valor

Na Grécia Antiga, a conceituação da palavra “valor” era tratada como algo amplo e sem muitas divisões, mas a partir do momento em que se iniciou a especialização dos estudos, foram aparecendo vários tipos de valores, a sua neurobiologia, que foram sendo relacionados com várias disciplinas e ciências.

Ou seja, valores são agrupamentos de exemplos que a sociedade propõe nas relações sociais. Nesse momento, se diz que as pessoas têm valores porque estabelecem relações respeitosas com o próximo. Dessa forma, pode-se afirmar que os valores são crenças compartilhadas por determinada cultura e que aparecem a partir de um acordo social.

“Pode-se dizer que valor corresponde a tudo aquilo que preenche (positivamente, pois do contrário tem-se um contra valor ou desvalor) uma determinada carência, vacuidade ou privação de um determinado Ser em geral, e do Ser do Homem de forma muito particular ou especial. Isso porque o Ser Homem é o único Ser que tem a capacidade de valorar, em função de possuir, potencialmente, uma consciência intencional, ou um estado de consciência mais aprimorado, que lhe permite viver no mundo da cultura e no mundo dos valores, e não no mundo da natureza como os demais Seres.” (BERESFORD, 2002 p.77).

Em nossa vida, precisamos identificar qual o valor que damos a determinados aspectos centrais, como por exemplo: saúde, finanças, trabalho, relacionamento e espiritualidade:

O Valor da Saúde

Entende-se por saúde, um completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças. Significa o estado de normalidade de funcionamento do organismo humano. Ter saúde é viver com ótima disposição física e mental.

Além da boa disposição do corpo, e consequentemente, da mente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) soma à definição de saúde o bem-estar social entre as pessoas.

E, mesmo considerando a espiritualidade em vários contextos – especialmente no científico – o Coaching não fecha os olhos para a dimensão abstrata, subjetiva, não cognoscível do fator saúde. Consideramos que o corpo sofre o efeito da mente e das sensações mais subjetivas, que, para alguns, também estão vinculadas à dimensão espiritual.

A medicina quântica, ciência da qual o Coaching mais se aproxima – sem se distanciar da neurociência – já estuda a ação dos fatores mentais e mesmo de práticas espirituais (não exatamente religiosas) no nosso corpo e na nossa percepção de bem-estar.

Ter boa saúde está diretamente ligado ao aumento da qualidade de vida de uma pessoa. Sabe-se que uma alimentação regrada, a regularidade na execução de exercícios físicos e o bem-estar são elementos que determinam um estado de saúde e equilibrado.

O Valor das Finanças

Uma vida materialmente próspera não é fruto do acaso, mas sim de uma mente estruturada com crenças, valores, estratégias, planejamento e comportamentos prósperos. Uma mente favorável à prosperidade naturalmente vai gerar e captar oportunidades. Com treinamento adequado estas capacidades podem ser desenvolvidas por qualquer pessoa, gerando excelência financeira, equilíbrio nas finanças e aumento patrimonial crescente.

O Valor do Trabalho 

O trabalho é um dos temas mais investigados pela Sociologia. Nele, estão associados diversos aspectos da existência humana, como a História, as condições materiais da vida, as ideologias e até mesmo a religião. Desta maneira, sob o prisma material, os estudos estão debruçados em pensar como a atividade assalariada está ligada à sobrevivência do trabalhador e, a partir do ponto de vista ideológico, a Sociologia investiga como o trabalho deixou de ser uma atividade que atribuía inferioridade às pessoas.

Na teoria marxista, o processo de trabalho possui um lugar de extrema importância e tem um duplo aspecto: transformação material e valorização do capital. Uma abordagem mais específica de trabalho pode tratar de um conjunto de atividades realizadas, o esforço realizado por indivíduos, cujo objetivo é atingir uma meta.

O trabalho também pode ser abordado a partir do enfoque de várias áreas, como na economia, física, filosofia, a evolução do trabalho na história, etc. De forma mais abrangente, o trabalho é visto como uma atividade que possibilita ao homem concretizar seus sonhos, atingir suas metas e objetivos de vida, além de ser uma forma de expressão.

É a partir do trabalho que uma pessoa demonstre o que pode fazer, suas iniciativas, desenvolvimento de habilidades. É com o trabalho que ele também poderá aperfeiçoá-las. O trabalho faz com que o homem aprenda a conviver com outras pessoas, com as diferenças, a não ser egoísta e pensar na empresa, não apenas em si.

Ao falar em trabalho, sem dúvida, definição sua missão de vida do profissional é um dos principais e mais importantes passos para o sucesso na vida profissional. Digo isso, porque ao entender que realmente dá sentido à sua existência e identificar as coisas que realmente fazem a pessoa mais feliz, você terá mais condições de definir seus desejos profissionais e também pessoais.

O trabalho é uma das fontes de realização do ser humano e uma atividade que toma grande parte do seu tempo. Por isso, quanto mais sintonizados com o que fazemos todos os dias, mais nos sentiremos plenos e teremos possibilidades de conquistar resultados extraordinários em nossa carreira e vida como um todo.

O Valor do Relacionamento 

O conceito de relacionamento refere-se à capacidade, em maior ou menor grau, de relacionar-se, conviver ou comunicar-se com outras pessoas; pode ser também uma ligação afetiva, profissional etc., esta relação é condicionada por uma série de atitudes recíprocas.

O relacionamento é visto como um processo dinâmico, desenvolvido ao longo do tempo que se modifica no decorrer das etapas da vida, é influenciado por normas sociais e aspectos culturais.

Você sabia que indivíduos socialmente integrados e, que os relacionamentos pessoais sólidos sofrem menos de solidão tem maior bem-estar, são mais felizes e melhoram a saúde?

Há algum tempo atrás não se acreditava na mudança de comportamento das pessoas. Contudo, isso é possível sim, por mais difícil que isso possa parecer para algumas pessoas. Os procedimentos comportamentais são baseados em princípios da aprendizagem e envolvem tanto a análise quanto o manejo da interação entre o comportamento da pessoa e o ambiente em que ela vive.

Esta aprendizagem inclui, sobretudo, a forma como cada pessoa se relaciona com as outras, o que acarreta consequências diretas na forma com a qual ela se relaciona com todos os outros aspectos de sua vida. Apesar do mundo moderno está muito mais interligado virtualmente, de formas mais variadas (internet, celular, sites), nada ainda substitui apoio das relações interpessoais.

O Valor da Espiritualidade

Espiritualidade abrange propósito de vida, crença (principalmente em si mesmo), e pode ser estimada como uma das mais humanistas e sublimes forças de caráter. E humanismo, em seu sentido amplo, quer dizer valorização do ser humano e da condição humana acima de todas as coisas – relaciona-se com a generosidade, compaixão e preocupação em dar valor aos atributos e realizações humanas.

A espiritualidade é definida como o empossamento de crenças coerentes a respeito da acepção do Universo e do seu lugar nele, bem como na crença em um propósito maior. Ela não precisa estar ligada à religião, pois religião diz respeito a práticas ligadas a uma doutrina e a espiritualidade está vinculada à expansão de nosso ser por meio do conhecimento da essência do Universo, seja por meio da religiosidade ou não.

Em outras palavras, é a característica ou qualidade daquilo que é espiritual. Espiritualidade é uma predisposição humana de procurar acepção para a vida através de conceitos que transcendem aquilo que é tocável, em busca de um sentido de conexão com algo maior que si próprio. Um indivíduo espiritualizado e amparado em sua fé tem uma consciência bastante maior de si mesmo, do mundo, dos seus pontos fortes e limitações, e das experiências que preenchem a história de vida de cada ser humano.

Esse indivíduo busca exercitar, dia após dia, suas crenças e seus valores morais e éticos, tornando-os presentes em cada pensamento, comportamento e ação, assim como, aplicá-los na efetivação de relacionamentos positivos.

E para você – quais são os valores que guiam sua vida? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe sua opinião!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!