Voltar

O reconhecimento profissional como fator motivacional no trabalho

Publicado em | 0 comentários
pessoas batendo palmas

© Depositphotos.com / choreograph De acordo com a Pirâmide de Maslow, o reconhecimento é uma das principais motivações do ser humano, e está no grupo das nossas Necessidades Psicológicas.

Por que nos levantamos todos os dias para trabalhar? Será que é simplesmente para garantir o salário no final do mês? Ou o que buscamos com nossa dedicação e empenho é sermos reconhecidos por nossas competências, diferenciais e resultados? Cada pessoa é diferente e tem uma maneira de se sentir motivada, por isso a resposta para essas perguntas é variada. Alguns profissionais contentam-se com os benefícios financeiros, já outros buscam mais reconhecimento da empresa.

Enquanto pagar o salário é obrigação da empresa, grande maioria não sabe como oferecer reconhecimento profissional aos seus colaboradores. Isso é alarmante, já que esse retorno é um dos mais buscados por talentos. De acordo com a Pirâmide de Maslow, criada pelo psicólogo americano Abraham Maslow, o reconhecimento é uma das principais motivações do ser humano e está no grupo das Necessidades Psicológicas.

Por esse motivo, é natural as pessoas buscarem por autoestima, reconhecimento e respeito em todos os setores da vida. Como a felicidade está diretamente ligada ao desempenho e produtividade dentro do ambiente corporativo, então é fundamental que as empresas deem o devido valor a esses atributos. Do contrário, não há como exigir que os trabalhadores façam o seu melhor.

Quando a empresa se preocupa em oferecer reconhecimento profissional, demonstra a sua gratidão e valorização pelas pessoas que garantem o seu funcionamento. Esse reconhecimento pode ser percebido por meio de menções públicas do gestor às qualidades e habilidades do profissional, e até mesmo engloba aumento de salário ou melhoria dos benefícios. Pode ser medido, ainda, pelo desenvolvimento de planos de carreira, oferecimento de processos de Coaching e outras capacitações.

Além disso, o reconhecimento é importante para manter e destacar o esforço e a dedicação do colaborador para a empresa. Isso impulsiona a autoconfiança do profissional, eleva a sua autoestima e ajuda a construir uma visão de futuro dentro da organização.

Quando o funcionário não se sente reconhecido na empresa em que trabalha, ele fica profissionalmente frustrado, sem ânimo para contribuir com ideias que alavanque os resultados. Além de sua produtividade, o relacionamento interpessoal também é afetado. Por esse motivo, é muito comum exemplos de funcionários que ganham muito bem, mas ainda assim se queixam de algo relacionado ao seu trabalho.

Se o profissional não for reconhecido pelo que faz pela empresa, não se sentirá efetivamente motivado para melhorar ainda mais seu desempenho e investir em aprimoramentos. Além disso, não dará mais importância para fazer suas tarefas com qualidade e até poderão perder o interesse pela profissão. Afinal, não tem graça trabalhar e obter ótimos resultados se você não é reconhecido por essa conquista.

FEEDBACK – UMA FORMA EXTRAORDINÁRIA DE RECONHECIMENTO PROFISSIONAL

A responsabilidade por demonstrar o reconhecimento profissional é principalmente do gestor direto de cada colaborador. Como ele está mais próximo, observa melhor as habilidades dos profissionais e pode elogiar o seu desempenho constantemente. Incentivar o desenvolvimento de competências também ajuda a motivar o colaborador, porque ele sentirá que está crescendo profissionalmente na organização.

Os gestores não conseguirão reter talentos se pensarem que o trabalho desempenhado por cada um não é mais do que a obrigação. Ao contrário, os líderes precisam acompanhar as tarefas dos seus funcionários e demonstrar sempre que estão atentos ao empenho de cada um deles.

Além de reconhecer as conquistas e esforço dos seus liderados, outra forma de colocar o reconhecimento profissional em prática é dedicar-se frequentemente a fazer feedbacks. Embora muitos profissionais ainda vejam essa ferramenta como puxões de orelha, ela é uma das mais poderosas formas de reconhecer um profissional — seja para reafirmar bons comportamentos e resultados, ou para alertar sobre o que ainda pode e precisa ser melhorado.

O líder que está atento a seus colaboradores percebe que esta prática potencializa as relações interpessoais e abre um canal de comunicação mais efetivo, em que os liderados percebem que o gestor presta a devida atenção a seu trabalho e se importa realmente com seu desenvolvimento individual.

Quando realizados de maneira respeitosa e honesta, os feedbacks trazem o reconhecimento dos pontos fortes do colaborador, além dos que precisam de melhoria, ajudando a eliminar determinados gaps que podem prejudicar sua carreira. Esse direcionamento é muito importante, pois a ausência de retorno causa desmotivação e até pode levar a pessoa a acreditar que suas atitudes e comportamentos estão sempre corretos.

O reconhecimento profissional é notadamente um fator motivacional no trabalho, ainda mais quando as âncoras de carreira do colaborador estão baseadas no reconhecimento de suas competências. Se, por exemplo, o objetivo é alcançar promoção e status por meio dos conhecimentos técnicos, funcionais ou administrativos, será considerado essencial ao profissional obter o reconhecimento por isso.

É importante lembrar que o reconhecimento profissional é apenas um dos recursos que ajudam a manter os funcionários motivados e implicam em maior retenção. Além dele, ainda existem outros fatores emocionais e financeiros que são indispensáveis para o bem-estar do funcionário na empresa.

E você, o que te motiva no trabalho? O que te faz ter vontade de estar na sua empresa, oferecer seu empenho e crescer como profissional? Qual a importância de ser reconhecido? Aliás, em que situações você se sente mais ou menos reconhecido? Compartilhe!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!