pessoas-assertivas

O que é Uma Pessoa Assertiva e O Que Podemos Aprender com Ela?

Por: José Roberto Marques | Blog | 10 de novembro de 2017

 

De 0 a 10, o quanto você se considera uma pessoa assertiva? Como este é o tema do nosso artigo, já começo fazendo esta reflexão para que possa pensar a respeito. Bem, podemos dizer que alguém tem assertividade quando pensa antes de agir e considera várias perspectivas antes de tomar sua decisão. Nos momentos de crises, as pessoas assertivas também são aquelas que lidam melhor com a pressão e que conseguem ter um desempenho superior ao esperado.

Não por acaso, um dos principais atributos da pessoa assertiva é justamente a inteligência emocional. Na prática, isso evidencia sua capacidade de gerenciar suas emoções e de não deixar que sentimentos sabotadores e negativos controlem suas ações.  Um indivíduo que ainda não desenvolveu esta habilidade, nos momentos de pressão, pode agir por impulso, tomar uma decisão errada e que pode prejudicar muito os seus resultados. Uma pessoa assertiva, por sua vez, vai se valer de suas experiências anteriores e do seu autocontrole emocional para pensar, antes de agir, e tomar o rumo certo.

Qualidades da Pessoa Assertiva

  • Tem uma Inteligência Emocional bem desenvolvida;
  • Evita agir por impulso (pensa antes de agir);
  • Usa seus aprendizados para não repetir os erros;
  • Planeja suas ações antes de executá-las;
  • É mais cautelosa em suas decisões e comedida;
  • Tem uma visão mais global das pessoas e situações;
  • Sabe lidar com os momentos de crise com assertividade;
  • Possui autocontrole emocional acima da média.

O Que Podemos Aprender com a Pessoa Assertiva?

Todos nós podemos nos tornar pessoas mais assertivas ao desenvolvermos determinadas qualidades e, como já enfatizado, a principal delas é a inteligência emocional. Assertividade tem a ver com tomada de decisão e é medida por nosso índice de acerto quando temos que agir. Logo, se somos movidos por impulsos, às chances de errarmos são maiores, pois não paramos para analisar os prós e contras de cada situação e, simplesmente, tomamos uma atitude.

Certamente que existe uma intenção positiva por trás deste comportamento, uma vez que sempre agimos com o desejo de acertar. Porém, não basta apenas querer. É preciso saber como proceder, especialmente nos momentos que exigem de nós maior assertividade em nossas ações e que são cruciais para o crescimento em nosso trabalho e também no aspecto pessoal.

Imagine, por exemplo, que você está numa final olímpica e que precisa correr 100 metros para conquistar sua medalha de ouro e triunfar na carreira. Você vai simplesmente correr ou vai correr os melhores 100 metros da sua vida? Com assertividade, você vai ajustar seu corpo para responder rapidamente aos seus impulsos mentais. Cada passada é pensada para não perder nenhum milésimo de tempo e, para cada vez que você lançar suas pernas ficar ainda mais veloz e próximo da linha de chegada.

Mas não é só! Sua roupa é feita de um material especial que minimiza o atrito e te faz não perder velocidade. Você usa tudo isso a seu favor, corre focado em seu objetivo de fazer o seu melhor tempo e de chegar à frente e vence. Foi por acaso? Foi obra do destino? Não, você é que estava preparado para aquele momento e usou tudo que tinha a seu favor para conquistar o seu melhor resultado.

Uma pessoa assertiva age assim: planeja os detalhes, analisa o que pode interferir colaborar e também no alcance do seu alvo e busca, antes, solucionar os possíveis contratempos. Por isso mesmo consegue tomar decisões mais certeiras que a maioria das pessoas, pois saber unir a vontade de acertar a um exímio preparo.

Outra qualidade das pessoas assertivas, que podemos trazer para nossa vida, é a habilidade de analisar as situações em suas diferentes perspectivas e, só então, decidir qual caminho seguir. No trabalho desenvolver esta qualidade se faz ainda mais importante, pois decisões erradas e impensadas podem resultar em grandes problemas para a empresa. Profissionais assertivos são mais valorizados porque eles erram menos e fazem a diferença nos momentos chave.

Para alcançar esta excelência, digo e repito: é sempre importante pensar antes de agir. Quer alguns exemplos práticos? Bem, na hora de delegar uma tarefa, a pessoa assertiva sempre busca avaliar se o colaborador já está preparado para assumir determinadas responsabilidades. O mesmo acontece quando precisa apresentar seus feedbacks, sempre buscando fazer isso de modo construtivo. No momento de fechar uma contratação não é diferente, pois sempre avalia criteriosamente se o profissional possuiu ou não as habilidades técnicas, emocionais e comportamentais necessárias. Ao fechar uma negociação a lógica é mesma, pois o líder assertivo sempre analisa se as ofertas realmente atendem as necessidades do negócio antes de bater o martelo.

Pode parecer excesso de zelo, mas não é, pois a pessoa assertiva tem a consciência de que a prudência também é importante ao tomar decisões. Por outro lado, quando não dispõe de tempo para decidir, faz valer suas experiências anteriores no campo de batalha e usa o que aprendeu para ter agilidade em suas ações.

Com foco, paciência e inteligência emocional, nós também podemos desenvolver esta capacidade e nos tornamos muito mais assertivos em todos os campos de nossa vida. Uma boa dica final? Comece hoje mesmo a exercitar esta habilidade e colha resultados cada vez melhores em todos os sentidos.

Copyright: 176125400 – https://www.shutterstock.com/pt/g/baranq