Voltar

O que é o Comportamento Operante?

Publicado em | 0 comentários
Criança brincando com papel higiênico e a relação com o comportamento operante

Lopolo Criança fazendo bagunça no banheiro com o papel higiênico

O Comportamento Operante é um conceito desenvolvimento pelo psicólogo americano, Frederic Skinner, um dos criadores da Psicologia Comportamental. Defende que nossas condutas são respostas aos estímulos positivos ou negativos, que recebemos e levam a determinadas consequências.

Estes comportamentos seriam provenientes da relação entre nós e o ambiente. Diferente do modelo de John Watson, que defendia que nossas condutas são herdadas e não frutos do meio, segundo a teoria de Skinner nossos comportamentos são 100% aprendidos.

 

Comportamento Operante x Comportamento Respondente

Para entendermos melhor a ideia do Comportamento Operante (Situação= Resposta= Consequência), vamos recorrer a um conceito oposto, que é o do Comportamento Respondente (Situação = Resposta), difundido pelo médico, psicólogo e fisiologista russo, Ivan Pavlov. Segundo esta teoria, os nossos comportamentos são sempre o reflexo de uma ação anterior.

Para Pavlov nossos comportamentos se manifestam da seguinte maneira: quando a temperatura do ambiente cai, esfria, sentimos frio também. O mesmo ocorre quando há uma incidência de luz direta sobre os nossos olhos, pois é ai que nossa pupila dilata. Caso contrário, se estas situações não existissem, não sentiríamos frio ou teríamos nossa visão alterada, por exemplo.

O comportamento operante vai à contramão desta ideia, pois não acredita que nós necessariamente reagimos deste modo. Para Skinner não é porque, por exemplo, eu estou com um livro nas mãos não, que eu irei lê-lo na sequência. Esta ação só se dará se, em consequência disso, eu buscar algum aprendizado ou informação que aquele exemplar especificamente tem.

Isso quer dizer que não é o estímulo (ambiente/ contexto) que nos faz agir em determinada direção, mas o ganho que eu quero obter com isso. Assim, se eu preciso ir a um compromisso importante, o que controla a minha ação de dirigir ou de pegar um taxi até o local combinado, é o resultado que eu viso (fechar um negócio com cliente, rever um amigo, encontrar a namorada).

Esta analogia nos ajuda a perceber como, de diferentes formas, nós condicionamos os nossos comportamentos. Quando estes são operantes é a consequência desejada que leva a uma ação determinada. Quando respondentes, apenas reagimos aos estímulos do ambiente. Entender estas diferenças é importante para compreendemos nosso mapa mental e o modelo comportamental predominante.

E ai, sabendo agora de todas estas diferenças, qual você acredita ser o tipo de comportamento que mais impera em sua vida? Mais operante ou respondente? Reflita e deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!