A gestão da mudança e inovação nas organizações

Por: José Roberto Marques | Blog | 03 de fevereiro de 2015

A atual dinamicidade dos cenários em que atuam as empresas as força a assumir uma postura de constante mudança. Conheça a necessidade e importância de gerir a mudança | Créditos da imagem: Depositphotos – Autor pressmaster

A atual dinamicidade dos cenários em que atuam as empresas as força a assumir uma postura de constante mudança, buscando sempre a evolução da organização a fim de conquistar uma maior competitividade e sair a frente dos concorrentes.

A postura da mudança, que parte de cúpula administrativa, deve ser assumida por todos visando à sobrevivência da organização. Se os colaboradores não aderirem à mudança, os processos da empresa não serão incrementados e a organização vai manter-se estagnada, inadequada às novas exigências do mercado e, assim, estará em desvantagem competitiva em relação às concorrentes.

 

Um meio simples de implementar novos processos

 

O primeiro grande desafio é que todos os níveis da organização compreendam a necessidade da mudança e incorporem o sentimento de crescimento, de evolução, e acrescentem suas competências e conhecimentos ao processo, sugerindo mudanças que venham a desenvolver a inovação na empresa, propiciando um melhor desempenho da organização.

A seguir, relaciono os passos a serem adotados para auxiliar no processo de mudança da organização e aumentar a competitividade da empresa.

Incentive ao máximo diferentes ideias e inovações para os processos

Quanto maior a diversidade de novas ideias para processos e produtos, maiores são as chances da inovação bem sucedida surgir.

Selecione as mais destacadas

Dentre as ideias que surgirem, selecione aquelas com maior potencial, com viabilidade de implementação e que vão realmente propiciar evolução aos processos da empresa.

Aplique e monitore os novos processos

A partir da implementação, acompanhe o andamento das novidades. Nesse processo de avaliação surgirão novas ideias e adequações à realidade da empresa.

Ao empreender esse método, a organização favorece a mudança, estimulando a participação ativa de seus colaboradores e implementando novos processos que, se bem sucedidos, vão propiciar maior força competitiva à empresa, se destacando dos concorrentes.

A mudança pode ser alcançada em diferentes frentes, seja no processos de produção, nos produtos, na forma de se relacionar com o mercado e com consumidor final.

A necessidade de mudança é algo imposto pela grande competitividade dos mercados. Se uma organização não aderir à mudança por iniciativa própria, tomando a frente e inovando em seus processos, vai aderir por necessidade, que possivelmente virá acompanhada da urgência, ocasionando em grandes riscos à sua sobrevivência.

E você, já vivenciou alguma mudança organizacional? Comente e compartilhe esse artigo com seus amigos.